Banner
18
Jun

alliderescovid

A transparência dos dados relativos ao número de Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) para pacientes de Covid-19, criadas pelo Governo do Estado, foi debatida pelos líderes da Assembleia Legislativa do RN, durante a sessão ordinária remota desta quinta-feira (18). O deputado estadual Francisco do PT fez esclarecimentos aos questionamentos do deputado Gustavo Carvalho (PSDB) sobre os números reais.

"Estou me intrigando com os números. Vejo o governo falar do investimento em 300 leitos de UTI e, no Regula Saúde, site do Governo do Estado, diz que hoje, o Governo do RN tem 213 leitos de UTI. Isso com os que tinham. Como dizem que instalou 300? Cabe ao governo ser sincero com o RN. Aonde foram investidos os recursos? Quais os hospitais? É preciso revelar aonde fez esses investimentos. É muito importante a clareza num momento como esse", questionou Gustavo Carvalho.

O deputado Francisco do PT explicou que, atualmente, o Estado possui 381 leitos para pacientes com Covid-19, sendo 194 leitos clínicos e de estabilização e 187 leitos de UTI. "Nas notas que recebo do Governo do Estado não diz que são 300 leitos de UTI, mas sim mais de 300 leitos para o combate à Covid-19. Esses dados estão publicados e acessíveis para toda a população potiguar", esclareceu diante do questionamento feito pelo deputado Gustavo Carvalho. Francisco do PT ressaltou ainda que existe a previsão de abertura para mais 55 leitos nos próximos 15 dias.

Dentro do debate em torno das medidas para tratar e combater a Covid-19, a deputada Eudiane Macedo (Republicanos) comemorou a liberação de emenda destinada à Secretaria Municipal de Saúde de Natal para compra de Equipamentos de Proteção Individual (EPI's) e investimento em ações no combate à Covid-19. "O Governo do Estado já tinha liberado e eu queria agradecer", disse.

Francisco do PT ainda convidou todos para debater com a Secretaria Estadual de Educação do RN e diversas entidades representativas do setor educacional sobre a importância da renovação do novo Fundeb, durante reunião remota da Comissão de Educação na tarde desta quinta-feira (18).

Futuro

O futuro do futebol potiguar também foi discutido na sessão desta quinta-feira. Gustavo Carvalho sugeriu a avaliação de protocolos para restabelecer a volta dos treinos das equipes de futebol, assim como em outros estados brasileiros. "São Paulo, Bahia e Pernambuco já estabeleceram protocolos para esses treinamentos. Nossa governadora deveria analisar esses processos, caso contrário, ABC, América e todos os nossos times terão dificuldade para se manterem", destacou.

Pesar

A deputada Eudiane Macedo (Republicanos) e o deputado Francisco do PT se solidarizaram com a família do empresário Nevaldo Rocha, que faleceu na noite de ontem (17). "Eu trabalhei na fábrica da Guararapes. Minha mãe e meu irmão também trabalharam quando a fábrica era na Bernardo Vieira. É uma perda irreparável. Lembro que nas comunidades, especialmente na zona Norte, tinha muitos cursos de capacitação", recordou Eudiane. Francisco destacou os benefícios dos investimentos feitos pelo grupo Guararapes que atendiam muitas famílias da região Seridó.

EdipoNatan_1950x300px

Comentários (0)
18
Jun

hospitalaluiziobezerra

O Hospital Municipal Aluízio Bezerra de Santa Cruz registrou uma morte por Covid-19 nesta manhã de quinta-feira (18).

Uma senhora de 86 anos de São José do Campestre, que deu entrada na unidade com problemas respiratórios, teve seu quadro agravado e confirmação da Covid-19, evoluindo a óbito neste início de manhã.

A vítima era cardiopata e tinha sequelas de AVC.

O Hospital Aluízio Bezerra, apesar de ser municipal, tem atendido pacientes de toda região Trairi e de municípios vizinhos.

EdipoNatan_1950x300px

Comentários (0)
18
Jun

boletimursap17

As regiões Trairi e Potengi já tem 891 casos confirmados de Covid-19. Os dados são do boletim da 5ª Unidade Regional de Saúde (URSAP) desta quarta-feira (17).

O município que tem mais casos confirmados é São Paulo do Potengi, com 180 casos. Santa Cruz, município sede da regional e mais populoso é o segundo com mais casos com 155 confirmações.

Além de quase 900 casos confirmados, são 30 mortes causadas pela doença.

EdipoNatan_1950x300px

Comentários (0)
17
Jun

auxiliosantacruz

O Auxílio Emergencial pago pelo Governo Federal para famílias carentes e empreendedores informais tem movimentado a encomia local.

Segundo dados apresentados hoje pela Prefeitura de Santa Cruz, somente em maio, mês do pagamento da segunda parcela do auxílio, 12.714 santa-cruzenses receberam o auxílio emergencial.

Em recursos, foram R$ 9.277.880,00 que entraram na economia santa-cruzense no último mês, recursos significativos que tem feito a economia da cidade ficar aquecida em meio a pandemia do Coronavírus.

EdipoNatan_1950x300px

Comentários (0)
17
Jun

prefeituracestas

A Prefeitura de Santa Cruz inicia nesta quinta-feira (18) a entrega de mais 520 cestas básicas para famílias que estão em situação de extrema pobreza classificadas através do cadastro Único dos programas sociais.

A entrega ocorrerá nesta quinta-feira (18) das 13h às 17h e na sexta-feira (19) das 8h às 12h e das 14h às 17h para os beneficiários da zona urbana. Para as famílias da zona rural, a entrega será no sábado das 7h30 às 13h na sede da Secretaria Municipal de Assistência Social, no Centro Administrativo (próximo à Praça da Bíblia).

As famílias da zona urbana receberão as cestas básicas em 4 polos divididos nos bairros. São eles:

Polo I – Paraíso na Escola Municipal Aluízio Bezerra (moradores do bairro Paraíso)

Polo II – Maracujá no CMEI Gizalda Lins (moradores dos bairros Maracujá, Conjunto Aluízio Bezerra, Beira Rio, Terra Firme e Loteamento São Lourenço)

Polo III – Conjunto Cônego Monte na Escola Municipal Miguel Lula (moradores dos bairros Conjunto Cônego Monte, 3 a 1, Alegre, Augusto Fernandes)

Polo IV – Centro no CRAS/Centro, próximo ao Terminal Rodoviário (moradores dos bairros Centro, Miguel Pereira Maia, DNER, Barro Vermelho)

As listas dos beneficiários estão nos CRAS e divulgados nas redes sociais da Prefeitura de Santa Cruz.

EdipoNatan_1950x300px

Comentários (0)
17
Jun

alcoronacobranca

No horário destinado às lideranças durante a sessão ordinária por videoconferência, desta quarta-feira (17), os problemas com o Consórcio Nordeste na compra de respiradores predominaram nos pronunciamentos. Os deputados Kelps Lima (SDD), Dr. Bernardo (Avante) e Getúlio Rêgo (DEM) destacaram a necessidade do governo se pronunciar sobre o assunto.

"Esse assunto é hoje um tema forte em todos os estados do Nordeste, todos os Tribunais de Contas de todos os estados abriram procedimentos para investigar o desvio de R$ 5 milhões do RN e de quase R$ 50 milhões de todos os estados e eu não vi um pronunciamento forte da governadora sobre esse tema, não vi o governo ter uma atitude sobre o dinheiro do povo", criticou Kelps.

O deputado disse que o dinheiro utilizado em respiradores que não foram entregues é o dinheiro do povo potiguar. "É o dinheiro da cidadã que está agora tentando uma vaga de UTI lá em Pau dos Ferros, lá em Mossoró ou do cidadão que perdeu o emprego porque a empresa dele não pode mais pagar seu salário porque está fechada. É o dinheiro do pequeno empresário do Alecrim, ou de pequeno empresário de Caicó, que não consegue abrir seu comércio", disse o deputado.

Kelps considera absurda a taxa paga de R$ 893 mil ao consórcio, que na sua avaliação, serve para pagar cargos comissionados "criados para dar emprego aos acusados da operação Lava Jato, ex-componentes do governo de Dilma Rousseff". O parlamentar criticou os valores dos cargos comissionados.

O deputado afirmou que enquanto esse repasse é feito para o consórcio, faltam recursos para a saúde no RN. "Tá sobrando dinheiro para mandar para o Consórcio Nordeste, mas não tem recursos para a Liga Mossoroense de Combate ao Câncer, em Mossoró, para onde destinei emendas a pedido do colega Allyson Bezerra (SDD)", destacou Kelps.

O deputado Getúlio Rêgo (DEM) endossou a necessidade de transparência e explicações ao povo do Rio Grande do Norte sobre a compra de respiradores. "Todos nós, membros da Comissão de Enfrentamento ao Coronavírus estamos preocupados com o silêncio do governo em relação a essa situação. Chegou a hora da governadora se manifestar e dar explicações sobre isso porque por onde se passa, várias pessoas estão nos abordando e cobrando um posicionamento", afirmou.

O deputado disse que essa armadilha montada pelo Consórcio Nordeste na aquisição dos respiradores é um fato extremamente grave e que não pode ter como resposta o silêncio do governo.

Getúlio Rêgo esclareceu que não está condenando ninguém. E disse: "A sociedade cobra o direito de tomar conhecimento de todos os lances desse episódio. O deputado Kelps Lima tem sido bastante feliz em fazer essas cobranças sucessivas, em que pese esses posicionamentos o governo continua silencioso e governo democrático não se esconde. O Brasil de hoje não suporta mais ignorar a má utilização de recursos públicos e chegou a hora de tomarmos providências", disse.

Dr. Bernardo também externou a sua preocupação com as providências que precisam ser encaminhadas pelo governo estadual em relação à compra dos respiradores e disse que se somava à preocupação do colega Kelps Lima e à Procuradoria Geral do Estado (PGE). "Obviamente essas providências precisam ser tomadas, no sentido de reaverem de volta esse recurso investido e cujos respiradores não foram entregues. Há uma necessidade urgente de se dar uma satisfação à população do RN", afirmou o deputado.

Dr. Bernardo afirmou que entende que a contribuição mensal do governo ao consórcio é uma condição para que este permaneça. O parlamentar afirmou que o consórcio em si é uma boa ferramenta. "Consórcio não rouba, prefeitura não rouba, quem rouba são pessoas e aí essas pessoas devem ser punidas e responsabilizados por seus atos, mas acabar com o consórcio, cuja finalidade é boa, acho que não é o caminho", afirmou.

Na avaliação de Dr. Bernardo, Kelps Lima tem razão "quando diz que o governo precisa tomar uma atitude contundente, clara, e um posicionamento no sentido de quer ver punidos aqueles que cometeram corrupção com os R$ 5 milhões". E afirmou: "É preciso uma posição do governo, da Assembleia Legislativa, do Tribunal de Contas e do Ministério Público. Os órgãos de fiscalização e o governo precisam ser contundentes para deixar bem claro e acredito nisso, que nada tem a ver com esta falcatrua praticada por pessoas lá da Bahia", disse.

Segurança

Dr. Bernardo também fez um apelo ao governo estadual para que reforce a segurança nos municípios, a fim de que estes possam cumprir com o decreto e as medidas de isolamento durante a pandemia. O deputado citou os casos de Rafael Godeiro e Olho D'Água do Borges, onde os prefeitos estão com dificuldades de fazer cumprir o próprio decreto do governo, por falta de policiamento.

"As pessoas não estão obedecendo e os municípios não contam com a polícia para fazer obedecer ao próprio decreto. Quero pedir ao Coronel Alarico, comandante-geral da Polícia, para que tenha uma atenção especial à região Oeste", disse o deputado. Segundo ele, Rafael Godeiro tem apenas dois policiais, quantidade insuficiente, dificultando o trabalho e a segurança da população.

EdipoNatan_1950x300px

Comentários (0)
16
Jun

alcoronalideres2

Durante a primeira sessão ordinária da semana na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, realizada nesta terça-feira (16) através de videoconferência, os líderes parlamentares trouxeram à pauta, entre outros assuntos, as ações do Consórcio Nordeste e a participação do Rio Grande do Norte neste.

O deputado Kelps Lima (SDD) cobrou transparência sobre a participação do Rio Grande do Norte no bloco e anunciou a convocação do presidente do Consórcio Nordeste e governador da Bahia, Rui Costa (PT) e do gerente Carlos Gabas para que estes prestem esclarecimentos à Assembleia Legislativa, sobre a compra dos respiradores, os altos salários dos cargos comissionados, viagens internacionais e a anuidade paga pelo Estado ao consórcio do qual o Rio Grande do Norte faz parte. "A gente precisa informar ao povo o que está havendo", disse.

Kelps ressaltou a importância da recomendação aprovada pela Comissão do Coronavírus da Assembleia Legislativa, direcionada ao Governo do Rio Grande do Norte, indicando que a atual administração estadual não gaste mais nenhum centavo com o Consórcio Nordeste. "Peço que a Governadora faça de conta que o dinheiro do Rio Grande do Norte é o dinheiro do bolso dela e espero que ela não coloque as suas relações com o PT acima dos interesses do povo do meu Estado", apelou.

O deputado Gustavo Carvalho (PSDB) se somou aos pronunciamentos deputados Kelps Lima e Tomba Farias (PSDB) sobre a falta de transparência das ações do governo estadual em relação ao Consórcio Nordeste. "O governo precisa se pronunciar", colaborou.

Sobre o assunto, o deputado Francisco do PT ponderou e destacou que é preciso bom senso, visto que as denúncias sobre as irregularidades da empresa contratada para compra dos respiradores partiu do Consórcio. "A denúncia contra a empresa, que gerou inclusive a prisão de pessoas, foi feita pelo Consórcio. Depois é preciso dizer que foi o consórcio que oficiou a Procuradoria Geral da República pedindo que as medidas fossem tomadas", justificou.

Assim sendo, Francisco informou que sugeriu à Comissão de Enfrentamento ao Coronavírus a participação do Procurador Geral do Estado, Luiz Marinho, na próxima reunião, para que este possa prestar os esclarecimentos necessários sobre as ações tomadas pelo Governo do Estado e o Consórcio Nordeste, para reaver os recursos destinados à compra dos respiradores. O deputado ressalta o erro na compra dos respiradores, mas reforça a importância dos consórcios para as administrações estaduais.

"Acho que os que cobram mais transparência têm razão, os que cobram mais investigação têm razão, mas acho que a gente não pode fazer uma desconstrução dos consórcios públicos, visto que estes têm uma importância significativa para os Estados", ressaltou Francisco.

Outro assunto abordado pelo parlamentar foi o Fundeb – Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de valorização do Magistério. Sobre o tema, Francisco anunciou a realização de uma audiência pública, em forma de videoconferência, onde o tema será debatido, com a participação de entidades como a Secretaria de Educação, Fecam, Femurn, Undine, Sinte/RN, Apes, entre outras instituições ligadas a educação no Rio Grande do Norte. "Convido a população a participar virtualmente desse debate onde estaremos debatendo a importância do Fundeb para o nosso País", disse.

Ainda durante o horário direcionado aos líderes, o deputado Sandro Pimentel (PSOL) destacou a forma como o Governo Federal vem trabalhando. "O balcão de negócios do Governo Bolsonaro está a todo vapor, para tentar salvar o atual governo. Recriando ministérios para dar cargo aos seus apaniguados", disse.

Sandro continuou seu discurso demonstrando preocupação com um tema que vem sendo pauta em todo mundo: o racismo. "A morte de Jorge Floyd evidenciou esse tema e é preciso que todos nós nos apropriemos desse debate urgente", refletiu.

O parlamentar destacou o caso do jovem Gabriel, 18 anos, morador do bairro Guarapes, que saiu de casa para encontrar a namorada e apareceu nove dias depois, morto com marcas de agressões e perfurações de arma de fogo. "Exigimos uma atuação célere, séria e responsável, como forma de inibir que outros crimes raciais não voltem a acontecer. Vidas negras importam e importam muito! Assim como importam a vida de todos. Não aceitaremos calados a morte de pessoas negras. Que o Governo do Estado acompanhe com prioridade o caso do jovem Gabriel. Isso precisa ter um fim", ressaltou.

Já o deputado Getúlio Rêgo (DEM) celebrou a nomeação do deputado federal Fábio Faria para o Ministério das Comunicações. "Tenho certeza da boa escolha feita pelo Governo Bolsonaro. O Rio Grande do Norte vive um momento que nunca existiu. Ao longo da história tivemos cinco ministros potiguares nomeados, sendo dois recentemente: Rogério Marinho e Fábio Faria. Tenho certeza que Fábio é o homem certo no lugar certo", destacou. O deputado Getúlio Rêgo (DEM) também celebrou a nomeação do potiguar para o cargo. "Só o ato de sentar na mesa do colegiado de ministro, é prestígio para o Rio Grande do Norte. Devemos, sem nenhuma dúvida, convidar todos os norte-rio-grandenses, apostar nessa alavanca para nossa recuperação econômica", avaliou.

EdipoNatan_1950x300px

Comentários (0)
16
Jun

myllenaivermectina

A Prefeitura de Santa Cruz vai usar a Ivermectiva nas Unidades Básicas de Saúde como forma profilática para profissionais de saúde e pacientes dos grupos de risco.

A informação foi dada pela secretária de Saúde do município, Myllena Bulhões Ferreira, afirmando que o município adotará o protocolo que é recomendado pelo Conselho Regional de Medicina.

A definição do novo protocolo ocorreu em reunião na semana passada entre o município e membros do Conselho Regional de Medicina, incluindo médicos como Dr. Fernando Suassuna, que é um defensor do medicamento para uso profilático.

Nesta semana, a secretaria municipal de Saúde vai se reunir com as equipes das Unidades Básicas de Saúde para definição de como vai ser na prática a utilização da medicação nos grupos prioritários em Santa Cruz.

Segundo protocolo, estudos indicam que a Ivermectina pode agir como antiviral e anti-inflamatório, o que pode minimizar os sintomas da Covid-19, se for utilizado no início dos sintomas, por isso da utilização de forma profilática para garantir que os casos não evoluam para mais graves e se minimize as internações hospitalares.

EdipoNatan_1950x300px

Comentários (0)
16
Jun

parqueecologicoasfalto

A Prefeitura de Santa Cruz iniciou nesta segunda-feira (15) a fase mais importante da obra de recuperação do Parque Ecológico, a pavimentação asfáltica da pista de caminhada.

São mais de 4 mil metros quadrados de terreno asfaltado, que vai melhorar bastante o local para os praticantes de atividades físicas de nossa cidade.

As obras continuam para deixam nosso Parque Ecológico mais adequado para a população.

EdipoNatan_1950x300px

Comentários (0)
16
Jun

tombaremoto

O deputado estadual Tomba Farias (PSDB) defendeu a realização de uma rigorosa investigação sobre o fato de o governo do RN ter pago R$ 5 milhões por respiradores que não foram entregues ao Consórcio NE. O parlamentar, que considera importante se chegar à conclusão se houve ou não má versação do dinheiro público, anunciou que a Assembleia Legislativa poderá abrir uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar o assunto.

"Mais de dois meses depois de ter antecipado o pagamento de quase R$ 5 milhões para compra conjunta de respiradores pelo Consórcio Nordeste, os aparelhos não foram entregues conforme o contrato. O dinheiro tampouco foi devolvido ao governo do estado", disse o deputado.

Tomba destacou que a empresa responsável pela venda dos respiradores, foi criada em 24 de junho de 2019 e alertou que de lá para cá só emitiu duas notas fiscais, incluindo a de número 002, referente a venda dos respiradores. "O governo jogou fora 5 milhões de reais e eu não vejo o Ministério Público Estadual e o Ministério Público Federal falarem nada. A nossa Casa também está calada. Nós temos que tomar providências. Essa empresa tem como endereço um apartamento de 72 metros quadrados, " ressaltou.

Tomba Farias enfatizou ainda que a Assembleia Legislativa não pode continuar em silêncio diante de um fato que envolve dinheiro público, vindo dos impostos dos contribuintes. " Vamos ficar calados? Vai ficar dessa forma? Não vamos nos pronunciar?", questionou o parlamentar, convocando os colegas a assinarem a "CPI dos Respiradores".

FONTE: Assessoria de imprensa do deputado Tomba Farias

EdipoNatan_1950x300px

Comentários (0)