Banner

Estadual

Exposição chama atenção para o Rio Potengi

Imprimir
PDF

Estrela-Santos_Jos-de-Paiva-Rebouas-3

Perceber o rio. Essa é a proposta da exposição Confluências, organizada pela professora Estrela Santos, em exposição na Galeria Deart do Departamento de Artes da UFRN, que segue até sexta-feira, 22. Diversas instalações dispostas na sala levam o visitante a um passeio visual e sensorial no principal manancial de Natal, responsável pela origem da cidade e pelo nome do Estado.

A ideia é fazer as pessoas olharem para o rio com o máximo de olhares possíveis, sobretudo o afetivo. Em uma das experiências, a pessoa venda os olhos e põe a mão em caixas nas quais estão a representação dos extratos encontrados no rio. A design gráfica Jéssica Mendes experimentou a sensação e viveu três momentos distintos, medo, asco e alívio ao sentir a fluidez da água entre seus dedos. "Quando chegou na água, deu até vontade de tomar banho.", brincou.

Residente na Zona Norte, Jéssica atravessa o rio todos os dias, contudo, confessa que nem sempre presta atenção. Mas ela não é a única. A maioria das pessoas que passa pela exposição traz a mesma confissão, não por desprezo, mas pela naturalidade de estar no mesmo espaço.

Em outra sala, vídeos ampliam essa possibilidade de proximidade com o objeto observado. Imagens fortes mostram a preocupação com o alto índice de suicídios na ponte Newton Navarro. Em outras produções, a ideia de aprisionamento, de abandono e do grito inaudível do próprio espírito do rio pedindo ajuda.

Segundo Estrela, o objetivo da exposição é dar visibilidade a essa relação com os elementos naturais da cidade que muitas vezes são esquecidos, como se não fizessem mais parte de nossa história, apesar de estar em nosso dia a dia. "As pessoas não só param de ver, mas também não existem muitas políticas públicas que dão visibilidade ou que cuidam desses bens para que a comunidade se sinta conectada. É um trabalho que vai contando as narrativas, as experiências vividas nesse manancial", acrescenta.

A exposição surgiu da ideia de usar o mesmo tema para trabalhar três disciplinas. Corpo e Espaço, com performances; Produção tridimensional II, com instalações e construção de objetos; e Tópicos em arte contemporânea II, na qual foi realizada a reflexão sobre a expansão do rio para além do geográfico.

Pelo menos duas referências foram base para a proposta: o projeto Margens, de Guilherme Wisnik, que usa os rios do Brasil como ponto de partida para produções artísticas, e o artigo do professor Rubenilson Teixeira, que relaciona o Rio Potengi com a cidade de Natal.

Faz parte da ideia questionar a relação dos rios com os centros urbanos, já que muitos desses mananciais fazem parte da fotografia geográfica, embora, por vezes, não apareçam, pois ali estão apenas como um cenário da cidade. "Existem maneiras de entrar em contato com o rio, mas, muitas vezes, ou por causa do crescimento da cidade, isso não acontece", reforça Estrela.

Banner_Queijeira_1950x300

Comentários (0)

No RN, Senac forma mais de dois mil alunos em cursos gratuitos pelo PSG

Imprimir
PDF

Marcelo-Queiroz-entrega-diploma-a-aluna-do-PSG-Empresa.-750x499

Cerca de 200 profissionais capacitados gratuitamente pelo Sistema Fecomércio RN, através do Senac, participaram de solenidade de formatura, na manhã desta terça-feira, 19, no auditório do Hotel-Escola Senac Barreira Roxa.

Os profissionais foram beneficiados pelo Programa Senac de Gratuidade (PSG), na modalidade PSG Empresa, iniciativa desenvolvida pelo Sistema Fecomercio RN a partir das demandas captadas juntos aos empresários potiguares. O evento reuniu alunos oriundos de Natal, Macaíba e São Gonçalo do Amarante. Eles foram capacitados com cursos de Auxiliar de Cozinha; Camareira em Meios de Hospedagem; Cuidador de Idoso; Operador de Telemarketing; Técnicas para Cozinheiro; Recepcionista em Meios de Hospedagem e Vendedor.

O prefeito de São Gonçalo do Amarante, Paulo Emídio, prestigiou a cerimônia e enfatizou os resultados que a parceria trouxe para o município. "Temos a preocupação de estar sempre investindo na qualificação profissional. Somente este ano, através de parcerias com o Senac e outras instituições, foram mais de mil jovens que passaram por capacitações, em parcerias que colaboram para o desenvolvimento do nosso município", disse o prefeito.

O presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Queiroz, destacou a contribuição que o programa tem oferecido ao mercado, atendendo demandas da classe empresarial.

"O PSG Empresa é mais um formato que encontramos de alinhar as expectativas das empresas e a otimização do potencial dos profissionais que capacitamos ou qualificamos. Desta forma, nós amplificamos o já reconhecido nível de excelência do Senac como formador de mão de obra e damos uma contribuição efetiva para o mercado. Até dezembro, estamos capacitando quase 2.100 profissionais em 14 municípios potiguares. Trata-se de um programa de grande abrangência e eficácia", afirmou Marcelo Queiroz.

As atividades do PSG Empresa começaram no mês de agosto. Ao todo, serão cerca de 80 turmas até o mês de dezembro, entregando ao mercado profissionais capacitados distribuídos em 15 cursos diferentes.

Banner_Queijeira_1950x300

Comentários (0)

RN começa etapa de vacinação contra sarampo para adultos de 20 a 29 anos

Imprimir
PDF

sarampo

O Rio Grande do Norte começou nesta segunda-feira (18) uma nova etapa da campanha de vacinação contra o sarampo, desta vez para o público adulto na faixa etária de 20 a 29 anos de idade, que ainda não atualizou a caderneta de vacinação. O "Dia D" dessa etapa está marcado para 30 de novembro.

O estado recebeu 99 mil doses do Ministério da Saúde e distribuiu um total de 140 mil entre as unidades básicas de saúde do estado. A população pode procurar o posto de saúde mais próximo para se imunizar.

A primeira fase começou em 25 de outubro, voltada as crianças com idade entre seis meses e quatro anos, 11 meses e 29 dias. Agora a nova fase é para os adultos.

Com informações do G1/RN

Banner_Queijeira_1950x300

Comentários (0)

Alunos de escolas privadas são destaque na Olimpíada de Matemática do Estado do RN

Imprimir
PDF

Alunos_premiados_na_OMRN

Mais uma vez os colégios CEI Mirassol e o CEI Zona Sul foram destaque em olimpíadas científicas. No geral onze alunos das instituições foram premiados durante a cerimônia do resultado final da Olimpíada de Matemática do Estado do RN (OMRN), realizada na UFRN (anfiteatro B do CCET), em que foi ressaltada a importância da competição e o reconhecimento às escolas e professores que ensinam a disciplina de Matemática com empenho e dedicação.

A estudante Sara Torquato Reyes, aluna do colégio CEI Mirassol, recebeu medalha de ouro e afirma que o seu destaque como medalhista é resultado de uma intensa preparação a que se submeteu para participar da olimpíada. "Foram aulas extras ocorridas no CEI, além do incentivo da escola e do auxílio dos professores, tirando dúvidas e estimulando a buscar o meu melhor", explicou.

Para a professora Jéssica Damasceno, responsável pela disciplina de matemática, é gratificante ver os alunos atingindo os seus objetivos e avançando no conhecimento. "Sabemos que ter disciplina, concentração, rotina de estudos não é fácil, mas a dedicação é essencial para o sucesso. Sara é um grande exemplo disso", afirma Jéssica.

A Competição de Matemática do Estado do Rio Grande do Norte é uma disputa entre os jovens, de caráter intelectual, um torneio onde as armas dos participantes são a inteligência, a criatividade, a imaginação e a disciplina mental. Durante a Olimpíada, os estudantes são divididos, conforme o ano que cursam na sua escola, em três níveis. Em cada nível, a competição consiste em duas ou mais provas, pelas quais o aluno demonstra a sua capacidade na resolução de problemas. Os alunos olímpicos premiados em seus respectivos níveis foram:

– Nível I – Ensino Fundamental – 6ª e 7ª séries;

Livia de Albuquerque Bezerra (CEI ZONA SUL), Bruna Karina Santos Candido (CEI MIRASSOL) e Carmem Graciana Guedes Graciano (CEI ZONA SUL)

– Nível II – Ensino Fundamental – 8ª e 9ª séries;

Sara Torquato Reyes (CEI MIRASSOL), Nícolas Cavalcanti de Araújo Lima (CEI MIRASSOL), Renato Lörli (CEI MIRASSOL), Danilo Guedes de Andrade Ricarte (CEI MIRASSOL) e Pedro Oliveros Santarem (CEI MIRASSOL).

– Nível III – Ensino Médio;

Miguel Inácio Silva Gomes (CEI MIRASSOL), Luciano Rodrigues da Silva Filho (CEI MIRASSOL) e Lucas Muller Régis de Oliveira (CEI ZONA SUL).

Banner_Queijeira_1950x300

Comentários (0)

Estudo investiga novo índice de massa corporal

Imprimir
PDF

ufrn_logo

Uma pesquisa de doutorado do Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas da UFRN (PPGCF) estuda uma nova maneira de mensurar a massa corporal no cálculo de riscos à saúde. Intitulado Pontos de corte no ABSI para risco cardiometabólico, o trabalho tem o intuito de aplicar um indicador mais fidedigno do que o atualmente utilizado no Brasil, o Índice de Massa Corporal (IMC).

De acordo com a doutoranda Elys Costa, responsável pela pesquisa, o ABSI – sigla em inglês para A Body Shape Index – fornece mais dados para uma avaliação física completa. Ela explica que o IMC é uma razão apenas entre peso e altura, enquanto o ABSI também considera a circunferência da cintura para determinar o índice.

Para dar prosseguimento aos estudos, a pesquisa necessita de voluntários. Podem participar estudantes, servidores técnico-administrativos e professores da UFRN de ambos os sexos e com idade entre 18 e 59 anos.

Os testes são divididos em duas etapas. Na primeira, os participantes fazem uma avaliação sanguínea no Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL). Já a segunda é uma avaliação de composição corporal por meio do DEXA – uma espécie de Scanner – para identificar o percentual de gordura e densidade mineral óssea, realizada no Laboratório de Biodinâmica do Departamento de Educação Física, no campus central, em Natal.

Entre os cuidados na preparação para os testes estão o jejum de 12 horas, no caso do exame de sangue, e a utilização de roupas leves e sem partes metálicas durante a avaliação física. Todos os voluntários vão receber os resultados, incluindo taxas de glicose, colesterol e triglicerídeos e dados de funções renal e hepática.

Interessados em contribuir com o estudo devem entrar em contato com a pesquisadora pelo e-mail elyscosta@hotmail.com ou pelo telefone (84) 99916-0545. As avaliações acontecem às segundas e quintas-feiras, mediante agendamento.

Banner_Queijeira_1950x300

Comentários (0)