Banner

Local

Em meio a pandemia, oposição de Santa Cruz cria narrativa fictícia sobre instalação de leitos de UTI Covid no Hospital Aluízio Bezerra

Imprimir
PDF

hospitalaluiziobezerra

Em meio a uma terrível pandemia que tem prejudicado toda população mundial, a oposição de Santa Cruz se utiliza de uma narrativa fictícia sobre a abertura de leitos de UTI Covid no Hospital Municipal Aluízio Bezerra.

Desde o início da pandemia, a Prefeitura de Santa Cruz, através da secretaria municipal de Saúde, elaborou um Plano de Enfrentamento com ações que visam o combate ao Coronavírus e suas consequências.

Esse plano passa por ações de isolamento social e, principalmente, de melhorias das estruturas de saúde para atender a população em meio as dificuldades causadas pela pandemia.

A primeira ação relevante tomada pela Prefeitura de Santa Cruz foi a divisão do serviço de urgência do Hospital Municipal Aluízio Bezerra, onde todo atendimento de urgência que não fosse com sintomas respiratórios seriam atendidos no Centro de Saúde da Família (UPA), no bairro Paraíso, e a estrutura do Hospital Aluízio Bezerra, seria exclusiva para pacientes com sintomas respiratórios, suspeitos ou confirmados com a Covid-19.

Esse planejamento passou por discussões com as prefeituras da região Trairi, com compromisso de ajudar no financiamento para manutenção dos dois serviços de urgência.

Aconteceram também discussões com o Governo do Estado, que queria que o Hospital de Santa Cruz, atendesse também a região Potengi, por sua melhor estrutura que o Hospital de São Paulo do Potengi, situação que não foi aceita, pois a Prefeitura de Santa Cruz entendia que não conseguiria dar um serviço satisfatório para as duas regiões, e após as discussões ficou definido que é de responsabilidade do Hospital Aluízio Bezerra atender os pacientes da região Trairi.

Todo esse planejamento foi efetivado no dia 5 de maio, quando a urgência do Centro de Saúde da Família foi aberta e o fluxo planejado começou a ser executado, com dois pronto-socorro ativos e custeados pela Prefeitura de Santa Cruz, sem qualquer ajuda do Governo do Estado para isso, mesmo tendo caráter regional.

A partir daí, a Prefeitura de Santa Cruz começou a segunda etapa do Plano de Enfrentamento ao Coronavírus, que foi a estruturação do Hospital Municipal Aluízio Bezerra.

Em parceria com a Facisa, o respirador da unidade de saúde foi emprestado e o Hospital Aluízio Bezerra passou a ter três respiradores para atender a população, quantidade melhor, mas ainda não suficiente, pois a situação começava a se agravar.

Com esse quadro, a Prefeitura de Santa Cruz começou a planejar a abertura de leitos de UTI Covid para o Hospital Aluízio Bezerra, para dar um melhor suporte em atendimento à população, especialmente quando a situação ficasse mais grave.

Ainda em maio, técnicos da Secretaria Estadual de Saúde Pública visitaram o Hospital Aluízio Bezerra e se comprometeram a ajudar o município na estruturação do Hospital, pois a Prefeitura não conseguia comprar respiradores, mesmo tendo recursos, pois todas as empresas brasileiras estavam impedidas de vender os equipamentos para prefeituras ou estados, tendo em vista que o Governo Federal concentrou essas compras e distribuição dos equipamentos.

Após a visita, o Estado enviou dois respiradores usados para Santa Cruz, equipamentos estes que foram descartado, pois não estavam adequados e seria de difícil concerto, pois eram equipamentos analógicos, velhos e sem condições de funcionar neste período crucial contra a Covid-19.

Após o "mico", o Estado resolveu enviar a Santa Cruz, de forma emprestada, cinco aparelhos respiradores novos, que foram doados pelo Governo Federal ao Governo do Estado, e é a partir daí que a narrativa fake criada pela oposição santa-cruzense se inicia.

Alguns veículos de imprensa ligados a oposição e, inclusive, algumas autoridades divulgaram de forma irresponsável e erronia, que o Governo do Estado teria enviado leitos de UTI Covid para Santa Cruz, o que se fato não aconteceu.

O respirador é apenas um dos diversos equipamentos necessários para abertura de um leito de UTI, necessitando de diversos outros equipamentos como monitores de sinais vitais, bombas de infusão, equipamentos de oximetria, e outros que são essenciais para o bom funcionamento de um leito de UTI Covid.

Com isso, a Prefeitura de Santa Cruz começou o planejamento para compra dos demais equipamentos para abertura dos leitos o mais rápido possível.

Em uma parceria com o Hospital Universitário Ana Bezerra, a unidade de saúde emprestou 4 monitores cardíacos enquanto o município finaliza a licitação dos equipamentos.

Além disso, técnicos do Hospital vistoriaram o Hospital Municipal Aluízio Bezerra para saber como está a estrutura e o que é necessário para que os leitos funcionem normalmente.

Após a vistoria, se constatou a necessidade do aumento da rede de gases do Hospital Aluízio Bezerra, que hoje é o maior entrave para abertura dos leitos.

O município trabalha agora para aumentar essa rede de gases para que a estrutura suporte os novos respiradores e para que os leitos de UTI Covid ajude de fato na recuperação dos pacientes.

Tudo isso citado nessa postagem só mostra o quão desafiador é a abertura de leitos de UTI Covid, não simplesmente entregar respiradores e pensar que eles funcionarão num passe de mágicas.

São várias situações que estão sendo superadas para que, no mais breve possível, o Hospital Municipal Aluízio Bezerra, possa ter seus leitos de UTI para atender a pacientes de Santa Cruz e região.

Em meio a tudo isso, infelizmente temos um ano eleitoral para escolha de novos representantes locais, situação que faz com que alguns queiram se aproveitar desses desafios para criar roteiros políticos partidários que só prejudicam um debate tão importante para a saúde das pessoas.

Que tudo isso seja superado o mais rápido possível e que as ações continuem para minimizar a incidência do Coronavírus em Santa Cruz e região Trairi.

EdipoNatan_1950x300px

Comentários (0)

Deputado Tomba Farias deixa de “saia justa” Cipriano Maia, que admite que Fátima Bezerra não implantou em Santa Cruz os leitos de UTI´s que anunciou

Imprimir
PDF

 tombaremoto

O deputado estadual Tomba Farias (PSDB) deixou de 'saia justa' o secretário de Saúde do Rio Grande do Norte, Cipriano Maia, durante sessão especial realizada na tarde desta quinta-feira, 02, na Assembleia Legislativa do RN. Maia terminou por contradizer o discurso da governadora Fátima Bezerra, ao ser questionado pelo parlamentar se o governo estadual havia de fato implantado UTI´s em Santa Cruz. Segundo o parlamentar, o município não recebeu da administração estadual um único leito de Terapia Intensiva, mas apenas respiradores enviados pelo governo federal.

"O que não aceito são mentiras. A governadora Fátima Bezerra ocupou a Intertv Cabugi para dizer que abriu cinco leitos de UTI´s na cidade de Santa Cruz. Não é verdade. O que chegou lá foram cinco respiradores do governo federal," revelou o parlamentar.

Diante dos questionamentos do deputado, Cipriano Maia ficou em uma 'sinuca de bico' e desfez o discurso da governadora, ao confirmar que o governo apenas "apoiou com equipamentos e recursos" a implantação de leitos naquele município. "O que fizemos foi uma negociação com Guamaré, Parnamirim, São Gonçalo e Santa Cruz para apoiar a implantação desses leitos, que são leitos do SUS, não são do município, nem do estado, são do povo brasileiro. Não estamos interessados em fazer disso um 'quem é quem'. O que se tem divulgado é a implantação de leitos do SUS no Estado", disse Maia, insinuando que o deputado estava querendo 'politizar' a discussão.

Tomba, no entanto, voltou a enquadrar o secretário, ao dizer que não estava participando de campanha eleitoral. "É estranho um auxiliar de governo falar isso. Quero dizer ao secretário Cipriano que o nosso hospital é um hospital municipal, que está garantindo a saúde de todo o povo da região do Trairi. O prefeito Ivanildo tem feito um trabalho a altura e eu faço oposição séria, mas o que não aceito são mentiras", ressaltou o deputado.

FONTE: Assessoria de imprensa do deputado Tomba Farias

EdipoNatan_1950x300px

Comentários (0)

Prefeitura de Santa Cruz recebe novo ônibus escolar

Imprimir
PDF

ivanildinhoonibus1

O prefeito Ivanildinho entregou mais um ônibus escolar para a frota do município.

O veículo tem capacidade para transportar até 32 estudantes, já é traçado, pronto para andar na zona rural, além de ter acessibilidade para cadeirantes.

O veículo foi viabilizado através do ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, que encaminhou os recursos para a Prefeitura de Santa Cruz.

ivanildinhoonibus2

EdipoNatan_1950x300px

Comentários (0)

Câmara de Vereadores suspende recesso legislativo para contribuir com o município no combate ao Coronavírus

Imprimir
PDF

fabioremota

A Câmara de Vereadores suspendeu o recesso legislativo do meio do ano em virtude da pandemia de Coronavírus.

O recesso suspenso compreende o período de 1º a 30 de julho e visa garantir a continuidade aos trabalhos na Câmara de Vereadores, discutindo e requerendo ações em prol da população santa-cruzense.

Segundo o presidente da Casa, vereador Fábio Dias, com a suspensão do recesso, a Câmara de Vereadores mostra o compromisso com a população santa-cruzense em meio a um dos momentos mais difíceis vividos pela população, além de buscar contribuir para melhoria do quadro no enfrentamento ao Coronavírus em Santa Cruz.

EdipoNatan_1950x300px

Comentários (0)

Prefeitura de Santa Cruz paga salário do servidores nestas terça e quarta-feira

Imprimir
PDF

FOTO-PREFEITURA

A Prefeitura de Santa Cruz iniciou nesta terça-feira (30) o pagamento de seus funcionários referente ao mês de junho trabalhado.

Neste primeiro dia receberam todos os servidores da administração municipal, com exceção dos servidores ligados a secretaria municipal de Educação.

O pagamento será concluído nesta quarta-feira (01) com todos os servidores da educação, incluindo os professores da rede municipal de ensino.

EdipoNatan_1950x300px

Comentários (0)