19
Set

Divulgao_-_Coral_Harmus

A Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte – OSRN apresenta concerto nesta sexta-feira (20), no I Festival de Música Sacra do RN, na Paróquia do Santuário dos Santos Mártires de Cunhaú e Uruaçu, localizada na Avenida Miguel Castro, no bairro Nossa Senhora de Nazaré, a partir das 19h. A entrada é livre!

No dia 24, o mesmo concerto será apresentado na Catedral Metropolitana de Natal, seguindo o cronograma do Terças Clássicas. Em ambas as apresentações, o diretor artístico e maestro da OSRN, Linus Lerner, prepara um programa especial com base em obras memoráveis, entre elas, a peça "Abertura da Páscoa Russa" do compositor russo Nikolai Rimsky-Korsakov que inclui cantos de igrejas de várias nacionalidades: gregos, búlgaros, ucranianos e russos.

Tanto no concerto desta sexta-feira (20) quanto o do dia 24, a Orquestra convida a solista soprano lírico do Rio de Janeiro, Paolla Soneghetti, profissional premiada, com participações importantes em festivais, óperas e musicais, dentro e fora do país. Paolla se apresenta nas obras Domine Deus do Gloria, de Antonio Vivaldi, Canção à Lua da Ópera Rusalka, de Antonín Dvorak e Um Bel di Vedremo da ópera Madame Butterfly, de Gioacomo Puccini.

Também será solista, o spalla da OSRN, André Kolodiuk – natalense detentor de uma bagagem musical, com experiências nacionais e internacionais, que irá apresentar ao público, um emocionante solo de violino na obra Meditação da Ópera Thaís, do compositor francês Jules Massenet. Outra obra que promete envolver e impressionar o público é a "Missa da Coroação", a 15ª missa composta Wolfgang Mozart no século XVIII, umas das mais populares entre as suas missas. Para esta, a Orquestra Sinfônica do RN convida os solistas Leciana Oliveira (soprano), Franz Ribeiro (Contratenor), César Leonardo (Tenor), José Fernandez (Barítono) e, também, a participação especial do Coral Canto do Povo e do Coral Harmus.

O programa das noites também inclui a execução da peça Intermezzo da ópera Cavaleria Rusticana, de Pietro Mascagni e "Adágio para cordas" do norte-americano Samuel Barber. Escrita em 1936, Adagio é uma peça bastante comovente que tem feito parte da trilha sonora de vários filmes e séries, como no filme Platoon, de Oliver Stone, ganhador de quatro óscares em 1987 que a utilizou como tema.

Banner_Queijeira_1950x300

Comentários (0)