Banner
25
Out

a9835f79-7004-48da-bac5-ca75ecb0ab69-750x515

O município de Ceará-Mirim, localizado na Região da Grande Natal, está acionando a Polícia Federal para abrir inquérito de investigação, no sentido de apurar as causas dos incêndios florestais que estão ocorrendo com frequência.

No final da tarde da quinta-feira, 24, Ceará-Mirim registrou mais um incêndio, o terceiro em menos de quinze dias, desta vez, às margens da BR-406, próximo ao Bairro Barretão, no sentido Natal/Taipu.

As chamas foram combatidas na sua totalidade por volta das 21h30, com a união dos agentes das Secretarias Municipais de Meio Ambiente e Defesa Social (Defesa Civil), Guarda Municipal, Bombeiros Civis (Thiago Alves, Júnior Alves, Júnior Rufino, Aurélio Leão, Thiago Leandro, César Vilela, Dailton Fonseca e Miezia Amorim), e Bombeiros Militar, além de voluntários e carro-pipa cedido pela Prefeitura.

A medida foi tomada no início da semana pelo prefeito interino Ronaldo Venâncio, através dos órgãos ambientais do município, como forma de prevenção, e também para responsabilizar os responsáveis, no caso de crime ambiental.

De acordo com o secretário municipal de Meio Ambiente, Rivaldo Fernandes, a decisão do prefeito Ronaldo Venâncio deve-se ao aumento do número de incêndios florestais no município, que tem gerado danos à fauna e à flora, além de outros impactos.

"Este período do ano é mais propício ao surgimento de focos de incêndio, por causa da baixa umidade relativa do ar e aumento da intensidade dos ventos, mas não podemos descartar as causas criminosas", pontua o secretário.

Com informações do Agora RN

Banner_Queijeira_1950x300

Comentários (0)
25
Out

IVANILDINHO-ASSINATURA-001

O nome do prefeito de Santa Cruz, Ivanildinho Ferreira está sendo utilizado por uma quadrilha na tentativa de aplicar golpes em empresários da cidade.

Segundo relatos levados ao conhecimento do prefeito por diversos empresários, uma pessoa entrou em contato pelo WhatsApp com um perfil fake se passando por Ivanildinho, afirmando que estava precisando de uma ajuda financeira para determinada situação e que esse dinheiro precisa ser depositado urgentemente.

Em contato com o Blog, o gestor municipal de Santa Cruz alerta a todos que não caiam do golpe. Ela informa ainda que é importante todos ficarem atentos, pois está cada vez mais comum este tipo de golpe na praça, com diversas autoridades do estado sendo vítimas de prática similar.

O prefeito Ivanildinho informa ainda que os procedimentos jurídicos cabíveis serão tomados para que a situação seja investigada.

A seguir veja prints de conversas:

jocaprint

jocaprint1

Número utilizado no golpe é falso e não pertence ao prefeito Ivanildinho

Banner_Queijeira_1950x300

Comentários (0)
24
Out

convite-sant

A Prefeitura de Santa Cruz, a Paróquia de Santa Rita de Cássia e o escritório regional do Sebrae, realizam nesta quinta-feira (24) a inauguração do Complexo Cultural Santá.

Fruto de uma consultoria para melhorar o trabalho dos artesãos do município, o complexo cultural nasce para suprir uma carência por espaços culturais da cidade, além de sediar a primeira loja conceitual de artesanato do Rio Grande do Norte, com artesãos santa-cruzenses.

A inauguração acontece a partir das 4h da tarde e aberta a população, que poderá conhecer o espaço que foi cuidadosamente preparado para acolher o complexo cultural.

O complexo surgiu através do projeto Lugares de Charme, desenvolvido pela design Cris Ribeiro, que foi contratada pela Prefeitura e Sebrae para desenvolver uma ação junto aos artesãos de Santa Cruz.

O projeto foi crescendo e a Paróquia cedeu o prédio onde funcionou a creche Pinguinho de Gente, em frente a Prefeitura de Santa Cruz, para sediar o complexo, que será mais um atrativo turístico para a cidade.

O Complexo Cultural Santá será mais um importante espaço para visitação de turistas, pois além da loja de artesanato a ideia é usar o espaço para realização de atividades culturais.

Está é a primeira etapa da inauguração do Complexo. Prefeitura de Santa Cruz e Paróquia de Santa Rita de Cássia preparam dois memoriais, um para contar a história da construção do Santuário e outro a vida de Monsenhor Raimundo Gomes Barbosa, que estão em fase de montagem para em breve ficar a disposição dos visitantes do Complexo Cultural.

Banner_Queijeira_1950x300

Comentários (0)
24
Out

bc58687f15394d8ede666439fbc8421d

A Assembleia Legislativa recebeu nesta quinta-feira (24) a imagem da padroeira de Natal, Nossa Senhora da Apresentação, como parte da programação da festa da padroeira da capital. A santa foi conduzida por servidores até o auditório Cortez Pereira, onde uma missa foi celebrada pelo padre Paulo Henrique, vigário Geral da Arquidiocese de Natal.

"Recebemos a imagem peregrina de Nossa Senhora da Apresentação com amor e devoção dentro da programação da Arquidiocese de Natal e convidamos a todos para que participem das celebrações que tem como temática a mensagem da misericórdia", exaltou o deputado estadual, Ubaldo Fernandes (PL), na ocasião representando todos os deputados.

A passagem da imagem de Nossa Senhora da Apresentação pela sede do Legislativo faz parte da tradicional peregrinação que antecede os festejos em torno da padroeira, oportunidade em que a imagem da santa percorre lares e instituições governamentais e não governamentais na capital potiguar.

A integrante da Comissão de Peregrinação da Arquidiocese, Gorete Holanda, explica que a visita da imagem é um momento preparatório para a festa da Padroeira. "A passagem da santa por esses locais tem a intenção de fazer o convite para a festa e transmitir a mensagem tema do evento, que esse ano é a misericórdia", afirma.

Participaram da missa os deputados estaduais Ubaldo Fernandes, Cristiane Dantas (SDD), Vivaldo Costa (PSD), José Dias (PSDB) e Francisco do PT, além de servidores da Assembleia Legislativa.

Os festejos para a festa de Nossa Senhora da Apresentação são realizados de 11 a 21 de novembro, com vasta programação religiosa e social na cidade. A festa da padroeira é promovida pela Arquidiocese de Natal e este ano tem como tema "Com Maria, iluminados na palavra e enviados em missão".

Banner_Queijeira_1950x300

Comentários (0)
24
Out

ufrn_logo

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e o Instituto de Defesa do Meio Ambiente (Idema) articulam ações conjuntas para solucionar os problemas decorrentes do aparecimento de óleo nas praias do litoral potiguar. As possibilidades de parcerias foram discutidas entre o pró-reitor de Extensão da UFRN, Aldo Aloisio Dantas da Silva, e o diretor do Idema, Leonlene Aguiar, em reunião na última quarta-feira, 23, na sede do Idema.

Além de avaliar o fornecimento de equipamentos necessários para manejo do óleo, a UFRN convidará professores interessados em auxiliar na capacitação de aproximadamente mil voluntários cadastrados pelo Idema. O Instituto também solicitou a realização de laudos geológicos, geofísicos, químicos e de outras áreas do conhecimento que viabilizem ao máximo o conhecimento das informações sobre a composição do óleo e os seus impactos na fauna marinha.

Esse trabalho já foi iniciado no Núcleo de Processamento Primário e Reuso de Água Produzida e Resíduos (NUPPRAR/UFRN), que tem elaborado laudos de balneabilidade e análises do solo em alguns pontos definidos pelo Idema. "Como existe o consenso entre especialistas de que a contaminação vai continuar durante um bom período, o monitoramento será mantido pela equipe", afirma Aldo Dantas, ao acrescentar que o Laboratório de Geotecnologias Aplicadas e Modelagem Costeira e Oceânica (GNOMO/UFRN) também realiza trabalho em parceria com o Idema.

De acordo com o pró-reitor, as atividades favorecem o cumprimento do compromisso social da UFRN. "Uma das nossas atribuições é contribuir para a resolução dos problemas da sociedade de um modo geral, o que também inclui questões ambientais. A UFRN tem o dever de fazer o possível para mitigar e resolver as situações diversas que envolvem a população", esclarece.

Banner_Queijeira_1950x300

Comentários (0)
24
Out

proacsp-750x430

Dados pessoais de cerca de 28 mil candidatos que buscaram o apoio financeiro do Programa de Incentivo à Cultura do Estado de São Paulo (ProAC), da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, estão abertos na internet, expondo fotocópias de documentos como carteira de identidade e CPF, comprovante de endereço e telefone, além das propostas apresentadas desde 2015.

O ProAC é considerado um dos melhores mecanismos de incentivo à cultura no Brasil, implementa políticas públicas para ampliar o acesso aos bens culturais e promove o acesso a produções de pequeno porte. Residentes no estado de São Paulo há pelo menos dois anos que comprovem atuação na área cultural no mínimo pelo mesmo período podem se inscrever no site do programa para concorrer a verbas da Secretaria de Cultura, no ProAC Editais ou no ProAC ICMS, para captar fundos junto a empresas por meio de incentivo fiscal.

Os proponentes devem enviar os documentos e os projetos ao sistema, que salva os arquivos com um número identificador. Reside aí a falha. Cada candidato tem dois identificadores, nesse caso, uma ordem sequencial e previsível, que permite que o link de download seja reconhecido e os arquivos baixados da plataforma. Ou seja, mudando a sequência, é possível acessar os dados dos quase 30 mil inscritos. Embora tenha descoberto a falha no ProAC, o Congresso em Foco decidiu não publicar o link para evitar a exposição das informações privadas. Ao todo, são mais de 56 mil links ativos. Neles estão documentos pessoais e as íntegras das propostas.

Banner_Queijeira_1950x300

Comentários (0)
23
Out

2dcb1042-6972-4971-b7f6-06506e371bed

O deputado Tomba Farias participou nesta terça-feira de audiência em Brasília com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM).

O encontro contou com a presença do ex-senador José Agripino, presidente do Democratas no Rio Grande do Norte, do prefeito de Natal, Álvaro Dias (MDB), além do prefeito de Santa Cruz, Ivanildinho.

Para Santa Cruz, foi pleiteado a ajuda do presidente do Senado para liberação de emendas de José Agripino para obras estruturantes do município, que ajudarão no desenvolvimento da cidade.

Banner_Queijeira_1950x300

Comentários (0)
23
Out
23
Out

be3f29443e4e707404486c29faec6661

Um dos principais assuntos debatidos durante a sessão ordinária desta quarta-feira (23) na Assembleia Legislativa foram os prejuízos causados pelas manchas de óleo encontradas nas praias do Nordeste, em especial no Rio Grande do Norte.

O deputado estadual Vivaldo Costa (PSD) se mostrou bastante preocupado com a situação econômica e de saúde pública em função do derramamento de óleo nas praias do Rio Grande do Norte, e considerou de interesse público, em virtude do grande número de pessoas atingidas pelo crime ambiental.

Segundo Vivaldo, vários setores e comunidades como turismo, saúde, ambulantes, nativos e pescadores, entre outros, já contabilizam prejuízos grandiosos. "Depois desse problema, não tem quem queira viajar para as praias do Nordeste. Não tem quem queira comer o peixe pescado nessas praias. Os ambulantes que vendem nas praias não estão tendo a quem vender. São mais de 150 mil pessoas, em dezenas de cidades, que estão sendo prejudicadas diretamente com esse problema, que não é só deles e sim de todo o povo brasileiro", discursou Vivaldo Costa.

Vivaldo Costa destacou que o problema, apesar de acontecer no Nordeste, é nacional e precisa da junção de forças de todos os governos e da sociedade civil organizada. "Precisa ser um trabalho articulado do governo do Estado, do governo Federal, Ministério Público, e de todos, porque o que estamos vendo é um trabalho feito por poucos e ainda ineficiente", criticou.

Ainda em seu discurso informando que, de acordo com a coluna da Tribuna do Norte, do jornalista Cassiano Arruda, o presidente da República em exercício, Hamilton Mourão, destacou cinco mil homens do exército para o trabalho de contenção e limpeza das manchas de óleo nas praias do Nordeste.

Finalizando seu discurso, Vivaldo Costa, mudou de assunto para destacar a necessidade de se combater também o mosquito Aedes Aegypti, que tem vitimado milhares de pessoas com a doença chikungunya.

Por sua vez, o deputado Sandro Pimentel (Psol) criticou o governo Federal pela falta de celeridade em combater as manchas de óleo que estão avançando nas praias do Nordeste. O parlamentar disse que o governo Jair Bolsonaro passou mais de 50 dias para tomar "uma única providência".

"O Nordeste historicamente tem sido discriminado, por todos os governos, independentemente da bandeira. É visto com um olhar diferenciado, não o olhar que o povo nordestino merece e precisa e o atual presidente já começou o mandato fazendo piada com o nordestino, me parece que não conhece a história de bravura do povo nordestino", criticou o parlamentar.

Sandro afirmou que o plano anunciado pelo vice-presidente Hamilton Mourão, do Exército contribuir com a limpeza das praias, auxiliando a retirar o óleo, surgiu mais de 50 dias depois do problema ter emergido e não irá resolver. "É muito pouco, isso não é quase nada para o governo Federal", lamentou Sandro.

O parlamentar afirmou que presta solidariedade a todas as ONGs e pessoas das próprias comunidades que vem atuando voluntariamente, deixando suas casas para fazer um trabalho que não é de sua responsabilidade. "Se fosse um problema no Sudeste não sabemos se seria nesse mesmo ritmo a ajuda do governo, espero que seja célere e comece a fazer urgentemente o seu papel", disse Sandro, que questionou também em qual tempo haverá o ressarcimento às prefeituras pelos custos que estão tendo na ação de remoção do óleo.

Por último a deputada Isolda Dantas (PT) também criticou a lentidão nas ações do governo federal para conter o derramamento de óleo. Isolda disse que não há confirmação de que seja oriundo da Venezuela e ainda que fosse "isso não exime o governo".

A deputada disse que o que é preciso fazer, é primeiro compreender o problema e construir ações para salvar o litoral nordestino. "Aqui temos mais de 40 praias atingidas pela mancha de óleo e antes do governo querer culpar a Venezuela, deveria ter uma ação imediata de proteção às nossas praias", disse.

Banner_Queijeira_1950x300

Comentários (0)
23
Out

Entrevista-1024x576

Reforçando seu compromisso com a transparência e a promoção da participação social, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) realiza o UFRN Aberta, a partir das 9h do dia 7 de novembro, na Superintendência de Comunicação (Comunica), localizada no Campus Central. O evento tem o objetivo de receber os jornalistas do estado para mostrar as principais ações da instituição de ensino e o planejamento para os próximos anos.

A programação do UFRN Aberta terá início com uma visita ao Departamento de Comunicação (Decom-UFRN) e à Superintendência de Comunicação, onde os jornalistas terão um panorama sobre a comunicação da instituição de ensino. Em seguida, o reitor José Daniel Diniz Melo vai receber os visitantes para apresentar os pontos de destaque da universidade, fazer um balanço dos 100 primeiros dias de gestão, além de mostrar as ações planejadas para os próximos anos.

De acordo com o superintendente de Comunicação da UFRN, Sebastião Faustino, a intenção é mostrar um pouco do que a UFRN faz nas diversas áreas de atuação, além de se aproximar mais da imprensa e estreitar os laços com a sociedade. Nessa perspectiva, como instituição pública de ensino superior, a UFRN tem como compromisso a promoção de ações democráticas que visam a transparência na gestão e a participação da população.

Os profissionais da comunicação interessados em participar do encontro devem confirmar presença, até 1º de novembro, enviando nome completo do profissional e do veículo de comunicação, além do contato telefônico, para o e-mail confirme@reitoria.ufrn.br .

Banner_Queijeira_1950x300

Comentários (0)