28
Mar

Pedras no Paraíso: Justiça prorroga prisão dos acusados

Imprimir

A Justiça prorrogou a prisão temporária de todos os envolvidos na Operação Pedras no Paraíso, que foi desenvolvida em 24 de fevereiro deste ano. Inicialmente, os acusados ficariam detidos por 30 dias, mas a prorrogação foi feita por igual período.

De acordo com o Delegado da Polícia Civil de Santa Cruz. Dr. Petrus Antonius, a prorrogação ocorreu a pedido do delegado à justiça, pois nem todos os acusados foram ouvidos pela polícia e o inquérito ainda não foi concluído.

Ao todo, 20 pessoas encontram-se detidas, em sua maioria no Centro de Detenção Provisória de Santa Cruz, e alguns na Delegacia de Polícia de Tangará.

Ainda segundo Dr. Petrus, A conclusão do inquérito deve acontecer até a próxima sexta-feira. Após isso, o inquérito será enviado ao Poder Judiciário pedindo a prisão preventiva de alguns dos acusados no caso. Os demais devem ser liberados por não ter envolvimento tão direto no tráfico de drogas.

EdipoNatan_1950x300px

Comentários (0)