17
Mai

Jardineiro confessa ter matado mulheres em Nova Parnamirim por raiva

Imprimir

Os suspeitos de envolvimento em um duplo homicídio de mãe e filha em Nova Parnamirim, na segunda-feira, 7, foram presos na manhã desta quarta-feira, 16, por volta das 9h, em São Gonçalo do Amarante. João Batista Caetano Alves, 27, Marlene Eugênia Gomes, 28 foram presos e um adolescente de 16 anos foi apreendido por policiais da Delegacia Especializada na Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (Deprov).

João Batista, que trabalha há cerca de cinco anos como jardineiro na casa das vítimas, confirma a autoria do crime, e diz ter feito tudo sozinho. Segundo o acusado, Olga teria discutido com ele no dia do crime, e após a filha dela chegar, ele teria matado as duas. João também afirma não ter agredido a criança.

Marlene Gomes, mulher de João, diz ter chegado após o crime e que pediu ao jardineiro para não matar a criança. Na casa onde os acusados moram, foram encontrados vários objetos roubados da casa das vítimas.

Com informações do DNOnline

EdipoNatan_1950x300px

Comentários (0)