Banner
10
Out

coletiva_Cremern

O Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Norte – CREMERN reuniu a imprensa na manhã desta quinta-feira (10) para uma coletiva sobre a assistência ao paciente pé diabético no Estado e também para comentar sua posição diante da possibilidade do fechamento do Hospital Ruy Pereira, única unidade de atendimento aos pacientes vasculares do RN.

O presidente do CREMERN, Marcos Lima de Freitas, deu início à coletiva fazendo uma explanação do relatório, elaborado pela Câmara Técnica de Cirurgia Vascular do CRM, que mostra o quanto os pacientes vasculares precisam de atenção. Estima-se que o RN possua 350 mil diabéticos, sendo que 280 mil dependem da rede pública. Em 2018, o Hospital Ruy Pereira realizou 1.363 cirurgias, sendo desse total 242 amputações 'maiores' (ao nível da coxa e perna), refletindo uma média de 4,6 amputações por semana. Só este ano já foram realizadas 1.737 cirurgias até setembro, e estima-se que até o final do ano serão realizadas mais de 400 amputações maiores com uma média de 8,5 amputações por semana. Também só em 2019, dados revelam um aumento de 121% no número de atendimentos ambulatoriais pela Cirurgia Vascular no Hospital Rui Pereira.

O fluxo de regulação de pacientes com pé diabético e isquemia crítica, feito pela Central Estadual de Leitos está inefetivo, pois os ambulatórios do Hospital Ruy Pereira não funcionam 24 horas por dia, além do hospital não possuir pronto-socorro 24 horas. Assim casos que precisam de uma avaliação mais imediata acabam tendo que esperar para o dia seguinte, ou no caso de final de semana, a espera pode ser de até 48 horas", afirma Dr. Marcos Lima de Freitas.

De acordo com a Câmara Técnica, para tornar o tratamento adequado e digno à população, será necessária a criação de uma unidade hospitalar para atender os pacientes com isquemia crítica, sendo a mesma responsável pela realização de exames diagnósticos invasivos e pela revascularização dos membros, visando assim diminuir a grande quantidade de pacientes amputados no Estado.

"Para conseguir atender o grande número de pacientes que se apresentam atualmente com esta condição, tal unidade deveria ser responsável por: 15 arteriografias por semana; 10 angioplastias por semana; 05 cirurgias de revascularização (by-pass) por semana e contar com 30 leitos de internação, além de possuir retaguarda de 12 leitos de UTI", argumenta Dr. Davi Valério Damasceno, membro da Câmara e da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular – SBACV – RN.

Um dado que foi revelado e que chamou atenção durante a coletiva é que, através de um levantamento feito pelo CREMERN, no setor de cadastro das pessoas jurídicas da instituição, diversos hospitais públicos na capital e no interior do Estado não têm alvarás do Corpo de Bombeiros e Vigilância Sanitária. "Fechar o Hospital Rui Pereira e pulverizar esses pacientes sem uma estrutura que cumpra as recomendações desse relatório, apenas agravará a assistência", revela a diretoria do Cremern.

De acordo com o CREMERN, todas as medidas cabíveis e necessárias serão tomadas para estruturar a assistência ao paciente com pé diabético e em situação de isquemia crítica, em benefício da população e da boa prática da medicina.

banersaomiguel

Comentários (0)
08
Out

INAUGURAES-COLETA-001

Com uma intensa programação, a Prefeitura de Santa Cruz encerrou nesta segunda-feira (07) as atividades do lixão a céu aberto da capital do Trairi.

Em eventos bastante prestigiados, a gestão municipal ainda inaugurou o aterro controlado, que armazenará o lixo não reciclável da cidade, e o galpão de triagem, local para o trabalho dos catadores de resíduos recicláveis, com o lixo da coleta seletiva de Santa Cruz.

Agora, Santa Cruz inicia uma nova era, com a coleta seletiva do lixo e o fim do lixão a céu aberto, que tanto prejudicava a população.

O prefeito de Santa Cruz, Ivanildinho Ferreira, afirmou que a data é histórica para Santa Cruz. "O momento é de união de esforços. Todo planejamento desde a gestão de Dra. Fernanda começa a ser posto em prática e precisamos da ajuda da população, selecionando seu lixo e nos ajudando a dar um novo rumo para a cidade, se tornando um modelo de cuidados com os resíduos sólidos e preocupada também com o social, já que estamos dando dignidade aos nossos catadores, que trabalharão com segurança no galpão de triagem da coleta seletiva", enfatizou o prefeito de Santa Cruz.

O trabalho para fechamento do lixão começou ainda em 2013, quando Dra. Fernanda Costa era prefeita e se iniciou uma batalha para que todas as etapas fossem superadas, viabilizando o projeto.

Para que o projeto se tornasse realidade, foram investidos mais de R$ 2 milhões, frutos de emendas do ex-senador José Agripino e do deputado Tomba Farias.

Em 2015, Santa Cruz assinou um Termo junto ao ministério público, para seguir um cronograma para cumprir as etapas de planejamento para que o trabalho fosse concretizado.

Com o lixão fechado, a responsabilidade de todos aumenta, pois a coleta seletiva precisa se tornar uma realidade do cotidiano da população santa-cruzense.

INAUGURAES-COLETA-002

INAUGURAES-COLETA-003

INAUGURAES-COLETA-004

INAUGURAES-COLETA-005

INAUGURAES-COLETA-007

carto_bem_estar

Comentários (0)
08
Out

bcec386b-741a-47d5-adb2-5d865b1a4fbd

O IFRN Santa Cruz realiza nesta quarta (09), em parceria com a FUNCERN, o "Workshop 2019: Projetos e Parcerias para Desenvolvimento Sustentável do RN".

Na ocasião será feita uma apresentação das potencialidades do Campus Santa Cruz e a FUNCERN explanará acerca das possibilidades de realização de projetos e parcerias que estejam em sintonia com as demandas sociais e econômicas da região, visando sempre o desenvolvimento sustentável do meio em que estamos inseridos.

A ideia das instituições é realizar parcerias com outras entidades da cidade para desenvolvimento de projetos de interesse da população.

banner_carloschagas

Comentários (0)
08
Out

Jair-e-Sergio-Carolina-Antunes-PR-680x430

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, saiu em defesa do presidente Jair Bolsonaro no caso das candidaturas laranjas do PSL. Ele disse que, ao contrário do que diz a Folha de São Paulo, não há provas contra Bolsonaro no inquérito da Polícia Federal (PF) que apura o desvio de recursos públicos na campanha eleitoral do ano passado em Minas Gerais.

"Nem o delegado, nem o Ministério Público, que atuam com independência, viram algo contra o presidente neste inquérito de Minas. Estes são os fatos", escreveu o ministro Sergio Moro no Twitter neste domingo (6), poucas horas depois da publicação da nova denúncia sobre as candidaturas laranjas na Folha de São Paulo. Para Moro, a notícia não reflete a realidade, porque Bolsonaro "fez a campanha presidencial mais barata da história".

A Folha de São Paulo disse que teve acesso ao depoimento do coordenador da campanha do ministro do Turismo, Álvaro Antonio, e a uma planilha que está em posse da Polícia Federal. Segundo o jornal, tanto o depoimento quanto a planilha indicam que parte dos recursos desviados pelas candidatas laranjas do PSL foi usada para confeccionar materiais publicitários para a campanha de Bolsonaro em Minas Gerais.

O presidente ainda não comentou o assunto. Já o ministro do Turismo, que foi indiciado pela PF e denunciado pelo Ministério Público por conta das candidaturas laranjas, tem dito que as denúncias não são verdadeiras. Ele alega estar sendo responsabilizado apenas porque era o presidente estadual do PSL na época da campanha.

autoescolar3a1banner

Comentários (0)
08
Out

imagem-release-1606618

O Shopping Cidade Jardim vai receber a unidade móvel do Hemonorte, nesta quarta-feira (09), para mais um dia de doação de sangue. Como nas edições anteriores da campanha, o veículo ficará no estacionamento frontal do shopping durante toda a manhã e tarde, facilitando o processo de doação para os moradores da zona sul de Natal.

De acordo com a chefe da Divisão de Serviço Social do Hemonorte, Miriam Mafra, quase 300 pessoas procuraram fazer a doação no Cidade Jardim entre os meses de janeiro e agosto de 2019 e, entre elas, mais de 80 estavam aptas para a coleta de sangue. "O mais importante é que está se desenvolvendo uma cultura de doação no Cidade Jardim, uma fidelização destes doadores", explicou Miriam. Isso significa que os frequentadores incluíram o ato solidário na rotina e se tornaram doadores regulares, graças à facilidade fornecida pela ação no shopping.

Para ser apto à doação, é preciso estar em boas condições de saúde; ter entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos (menores de 18 anos precisam apresentar documentos e formulário de autorização); pesar no mínimo 50kg; ter dormido pelo menos 6 horas; estar alimentado e apresentar documento original com foto recente, que permita a identificação do candidato, emitido por órgão oficial.

Exames gratuitos no Médico do Shopping

Durante todo o dia, a clínica Médico do Shopping estará no hall de eventos do shopping aproveitando a ação para oferecer atendimentos e exames gratuitos aos doadores e também aos frequentadores do mall. Em média 100 pessoas aproveitam a oportunidade oferecida pela clínica nos dias da ação, especialmente os clientes mais assíduos do Cidade Jardim. Teste de índice glicêmico e aferição de pressão arterial serão alguns dos procedimentos realizados.

bannerfestajapi

Comentários (0)
08
Out

 whatsapp-image-2019-10-08-at-09.58.15

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta terça-feira (8) que as taxas de juros de suas linhas de crédito imobiliário, com recursos da poupança, terão uma redução de até um ponto percentual. A redução se aplica a créditos com saldo devedor atualizado pela taxa referencial (TR) no âmbito do Sistema Financeiro de Habitação (SFH) e, também, do Sistema Financeiro Imobiliário (SFI).

De acordo com o banco, a taxa efetiva mínima para imóveis residenciais será de 7,5% ao ano e a máxima será de 9,5% ao ano, mais a taxa referencial. As taxas anteriores variavam de 8,5% a 9,75% ao ano, mais TR.

Na linha com correção da inflação, a taxa continua entre 2,95% e 4,95% ao ano, mais a variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Esses valores não foram alterados nesta semana.

"A Caixa, como o banco da habitação e banco de todos brasileiros, procura dar melhores condições e alternativas para os clientes realizarem o sonho da casa própria", afirmou o presidente da instituição, Pedro Guimarães.

De acordo com ele, a redução das taxas de juros constitui "importante multiplicador econômico para todo o setor da construção civil, pelos seus efeitos geradores de emprego e renda".

"Se o BC continuar reduzindo os juros, seguiremos essa redução de maneira consistente", acrescentou Pedro Guimarães. No mês passado, a taxa básica de juros da economia brasileira, fixada pelo BC, recuou para a mínima histórica de 5,5% ao ano.

Com informações do G1

banersaomiguel

Comentários (0)
08
Out

Imposto

A Secretaria da Receita Federal abriu nesta terça-feira (8) as consultas ao quinto lote de restituição do Imposto de Renda de Pessoas Físicas (IRPF) de 2019, e a lotes residuais de anos anteriores.

Segundo o Fisco, serão contemplados 2.703.715 contribuintes no quinto lote. Os valores das restituições totalizarão R$ 3,5 bilhões, sendo R$ 3,35 bilhões somente para o IR 2019 — ano-base 2018. Os depósitos serão feitos em 15 de outubro.

As consultas podem ser feitas pelo site da Receita Federal na internet. Também é possível consultar pelo aplicativo para tablets e smartphones ou pelo Receitafone 146.

Entre aqueles que receberão a restituição do terceiro lote estão:

contribuintes idosos: 4.848 pessoas acima de 80 anos e 36.634 contribuintes entre 60 e 79 anos;

4.281 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave;

17.056 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério — com prioridade no recebimento dos valores.

Neste ano, a Receita Federal recebeu 30.677.080 declarações até 30 de abril, prazo final para a entrega do documento sem multa. O órgão esperava receber 30,5 milhões de declarações.

Com informações do G1

BANNER}

Comentários (0)
04
Out

Fachada-da-FACISA_08jun17_Anastacia-Vaz_09-768x512

A paralisia cerebral é causada pelo desenvolvimento anormal ou por lesões nas partes do cérebro que controlam o movimento, equilíbrio e postura. Normalmente detectada no início da infância, os sintomas mais comuns são má coordenação motora, rigidez muscular, fraqueza muscular e tremores. Além disso, pode haver também dificuldades de visão, audição, deglutição e fala. E é como forma de conscientização da paralisia cerebral que a Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi (Facisa/UFRN) promove atividades para a inclusão de crianças com a deficiência no dia 6 de outubro, das 16h às 18h, no Alto da Santa Rita de Cássia, em Santa Cruz.

O dia 6 de outubro é mundialmente conhecido pelo movimento de conscientização sobre a paralisia cerebral, que afeta mais de 17 milhões de pessoas no mundo. Neste ano, mais de 64 países estarão unidos em torno do Dia Mundial da Paralisia Cerebral, data que foi instituída por pessoas com essa condição, familiares e organizações que lhes oferecem suporte em todo o mundo.

Através do slogan Estamos Aqui, os países buscam dar visibilidade às pessoas com paralisia cerebral, lutando pelos seus direitos e pela conquista de espaço na sociedade. No Brasil, o movimento é coordenado por diversas ONGs, como a Nossa Casa, primeira plataforma nacional destinada a traduzir o conhecimento científico sobre a paralisia cerebral e o AVC infantil, ofertando informação de qualidade e acessível a todos.

Por sua vez, a Faculdade de Ciências da Saúde da UFRN, para dar mais adesão e apoio à causa, organiza as oficinas de brincadeira neste ano. O intuito é promover a inclusão de crianças com deficiência com apoio e participação de crianças sem a paralisia. Além das atividades lúdicas, vai ocorrer a exposição do pôster educativo Minhas Palavras Favoritas (F-Words) para os familiares e crianças, com o objetivo de difundir de uma maneira fácil e divertida o modelo da Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (CIF) da OMS.

Docentes e discentes da graduação da Facisa vão participar do evento como voluntários, assim como a classe acadêmica dos programas de residência do Hospital Ana Bezerra e dos mestrados em Saúde Coletiva e Ciências da Reabilitação. A iniciativa busca sensibilizar a comunidade em relação à principal causa de deficiência na infância e oferecer à comunidade um espaço lúdico no qual crianças com e sem deficiência possam participar das mesmas atividades.

A professora coordenadora da iniciativa, Egmar Longo, explica que é o primeiro ano das atividades e que a ideia surgiu por meio de um recente Congresso sobre Paralisia Cerebral, do qual participou na Califórnia (EUA), em que foram discutidas estratégias do que pode ser feito para a contribuição do desenvolvimento de pessoas com a paralisia.

Segundo Egmar, o objetivo é "colocar a criança fora do contexto clínico, oferecendo um ambiente de lazer em ambientes não segregados". Ao dar visibilidade à deficiência infantil, a comunidade acadêmica e a local passam a trabalhar em conjunto para a inclusão de uma população vulnerável.

Para participar, não é necessário inscrição. E para as famílias com crianças com paralisia cerebral de Santa Cruz que precisem de transporte para o Alto da Santa Rita de Cássia, a Prefeitura de Santa Cruz vai estar disponibilizando um veículo adaptado para cadeira de rodas, às 15h, no Centro Especializado em Reabilitação (CER) da cidade. O transporte vai ficar responsável por levar e trazer de volta as crianças e seus responsáveis.

PROGRAMAÇÃO

16h – Acolhida do público no Alto da Santa Rita de Cássia;

16h10 – Início das Oficinas de Brincadeiras, que será facilitado por monitores e pela mestranda Ianka Maria – Estimula Kids, em que vão participar crianças com e sem deficiência;

16h30 às 17h30 – Exposição das Minhas Palavras Favoritas (F-Words);

17h30 – Iluminação da Santa Rita na cor verde;

17h30 – 18h – Socialização entre os participantes;

18h – Encerramento.

brenobannernovo

Comentários (0)
04
Out
71548121_1445579345594093_3678891324431400960_n

No próximo domingo (06), das 8h às 17h, acontece a eleição para o Conselho Tutelar de Santa Cruz. Todas as sessões eleitores estarão concentradas em 06 urnas eletrônicas no Instituto Cônego Monte.

Banner_Queijeira_1950x300

 

Comentários (0)
04
Out

ufrn_logo

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) sedia, neste sábado (5), a segunda etapa da I Olimpíada Brasileira de Educação Financeira (OBEF). As provas devem acontecer no Setor de Aulas Teóricas V, no horário das 9h às 12h, de acordo com as informações disponíveis neste link.

359 alunos participarão dessa etapa divididos em cinco grupos entre o 2º ano do Fundamental I ao 3º ano do Ensino Médio de 11 escolas da grande Natal, sendo sete particulares e quatro públicas. A lista completa dos alunos aprovados para essa etapa pode ser acessada por meio deste link.

A ação é realizada pelo Departamento de Ciências Contábeis (DCC), do Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA) da UFRN, em parceria com a Universidade Federal da Paraíba (UFPB), e visa a estimular o interesse de crianças e adolescentes no aprendizado da educação financeira com objetivo de que esse conhecimento possa tanto auxiliar sua vida pessoal como despertar para a área das ciências econômicas e melhorar o conhecimento do tema em cada estado da federação brasileira. Os campeões de cada nível receberão medalhas de ouro, prata e bronze.

Essa etapa tem o apoio da Fundação Norte-Rio-Grandense de Pesquisa e Cultura (Funpec) e do Núcleo Permanente de Concursos da UFRN (Comperve). Todas as informações sobre a OBEF, incluindo simulados e gabaritos, podem ser consultadas no www.ccsa.ufrn.br/obef ou por meio do e-mail educacaofinanceira@obef.ufrn.br.

Cronograma das próximas etapas da Olimpíada:

Dia Evento

05/10 Fase 2 da I OBEF

21/10 Divulgação dos Medalhistas Regionais

30/10 Entrega das Medalhas Regionais

09/11 Fase 3 da I OBEF

22/11 Entrega das Medalhas Nacionais

banner_carloschagas

Comentários (0)