Banner
28
Nov

Parlamento Jovem discute medidas para Segurança e Educação

Imprimir
PDF

JOVEM

O Parlamento Jovem da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte realizou a última sessão ordinária de 2016 nesta segunda-feira (28). Dez deputados jovens estiveram presentes na sessão, onde foram discutidos assuntos de interesse da sociedade, relacionados, principalmente, à segurança e educação.

"Essa edição foi bem participativa, com um presidente bem jovem e uma boa representação feminina na bancada. Vemos depoimentos de vários jovens destacando a importância da experiência e debatendo temas importantes, trazidos da suas realidades, como a falta de professores nas escolas estaduais e a falta de apoio do Estado aos programas sociais, como o Bombeiro Mirim", destacou a deputada estadual Márcia Maia (PSDB), autora do projeto que criou o Parlamento Jovem.

O presidente da 5ª edição do Parlamento Jovem da Assembleia Legislativa, João Ramalho, da Escola Estadual Floriano Cavalcante, em Natal, chamou atenção para a falta de atenção do Governo do Estado com o programa Bombeiro Mirim. "É um programa muito importante, que auxilia no salvamento de vidas e está praticamente acabado, sem apoio", disse.

A deputada Márcia Maia, presente na sessão, garantiu a destinação de uma emenda para que o programa social se fortaleça financeiramente. "A assinatura já foi encaminhada e os recursos, na ordem de R$ 50 mil, podem ajudar na manutenção do projeto", disse.

No dia 12 de dezembro próximo, os deputados jovens se reúnem para a sessão oficial de encerramento da 5ª edição do Parlamento Jovem da Assembleia Legislativa.

Parlamento Jovem

O Parlamento Jovem é um projeto educacional, que está em sua 4ª edição, e surgiu como oportunidade de promover junto à classe estudantil e os jovens em geral, por meio da interação com a sociedade e o Poder Legislativo Estadual. Seu objetivo geral é promover a consciência política e a liderança entre jovens e adolescentes Norte-rio-grandenses. É composto por 24 deputados (as) estudantes eleitos em escolas públicas estaduais e privadas de Ensino Médio.

Comentários (0)