Banner
06
Dec

SAAE cobra a CAERN envio regular de água para Santa Cruz; em novembro foram menos 20 milhões de litros de água enviados a cidade

Imprimir
PDF

adutora_monsenhor_expeditoOs problemas no abastecimento de água em Santa Cruz continuam. A informação foi confirmada pela direção técnica do Serviço Autônomo de Águas e Esgotos (SAAE) do município.

De acordo com a autarquia municipal, dois graves motivos tem feito o abastecimento acontecer de forma mais demorada em cada setor da cidade: constantes paradas ao longo da Adutora Monsenhor Expedito e menor quantidade de água enviada pela CAERN nos últimos meses.

Nas últimas semanas, o SAAE tem notado que, praticamente, todos os dias têm acontecido interrupções no fornecimento de água para Santa Cruz. Sem a água chegar de forma satisfatória, o abastecimento tem sofrido interrupções, demorando a abastecer cada setor.

De acordo com o diretor técnico do SAAE, Irimar Vasco, as constantes paradas tem prejudicado Santa Cruz. "Quase todos os dias, a adutora tem parado de bombear água para Santa Cruz por cerca de duas a três horas. Isso faz com que se demore mais para abastecer cada setor, pois quando estamos em um bairro abastecendo e para de chegar água, as casas abastecidas começam a secar mais rapidamente e quando a água volta, começa do início do setor o abastecimento, fazendo com que as partes altas tenham demoras de até 20 dias serem abastecidas", ressaltou o diretor técnico.

Ainda segundo Irimar Vasco, outro grave problema tem sido a diminuição na quantidade de água enviada para Santa Cruz. "Estamos no período mais quente do ano, quando as pessoas consomem mais. E exatamente neste período, a CAERN tem enviado menos água para Santa Cruz. Se compararmos novembro a outubro, foram menos 20 milhões de litros de água enviados, dificultando nossas manobras de abastecimento", destacou Irimar Vasco.

Para tentar minimizar estes problemas, o gestor do SAAE Santa Cruz, Ângelo Giuseppe, esteve em audiência nesta segunda-feira (05) com o deputado estadual Tomba Farias, mostrando a realidade do abastecimento de água da cidade. O legislador se comprometeu em ir a CAERN para cobrar que a água seja enviada regularmente para Santa Cruz, minimizando os problemas enfrentados pela população.

banner_carloschagas

Comentários (0)