Banner
20
Dec

Santa Cruz recebe Selo Unicef em solenidade local no Teatro Candinha Bezerra

Imprimir
PDF

ENTREGA-SELOUNICEF-01Esta segunda-feira (19 de dezembro) foi um dia especial. A Prefeitura de Santa Cruz realizou a solenidade local de entrega do "Selo Unicef – Município Aprovado". O evento aconteceu no Teatro Municipal Candinha Bezerra e contou com as presenças da Prefeita Fernanda Costa e de outras autoridades, além de gestores, técnicos e adolescentes envolvidos nas ações que fizeram Santa Cruz receber a certificação.

Santa Cruz é um dos 49 municípios potiguares que receberam no último dia 02 de dezembro o "Selo Unicef" edição 2013-2016. Trata-se de um reconhecimento pelos esforços e melhoria dos índices de desenvolvimento de políticas voltadas para a garantia dos direitos de crianças e adolescentes do município.

A Prefeita Fernanda Costa comentou sobre a certificação. "É um dia de muita alegria. Fizemos questão de fazer esta cerimônia aqui no município para que pudéssemos prestigiar a todos os que estiveram envolvidos durante esses quatro anos, para que pudéssemos dar ciência à população, à sociedade santa-cruzense, do que representa este "Selo", que metodologia ele usa e quais avanços ele traz para o nosso município. Realmente é um dia de muita alegria, foram quatro anos de trabalho intenso e que tivemos o envolvimento de diversas secretarias, de diversos técnicos, de adolescentes, de crianças, de gestantes participando e, a gente fica feliz, de poder terminar o ano recebendo esse reconhecimento", disse.

Para receber a certificação, a Prefeitura de Santa Cruz criou uma equipe multidisciplinar com técnicos de várias áreas da administração pública (assistência social, saúde, educação, esportes e lazer) para colocar em prática as ações estratégicas e, consequentemente, atingir os indicadores de impacto social preconizados pelo Unicef para que o município pudesse receber a certificação. As ações foram desenvolvidas com o objetivo de garantir sete direitos: de sobreviver e se desenvolver; de aprender; de proteger-se e ser protegido do HIV/AIDS; de crescer sem violência; de ser adolescente; de ser prioridade nas políticas públicas; e de brincar, praticar esportes e se divertir.

Comentários (0)