Banner
13
Feb

Natal tem segunda cesta básica mais barata do Nordeste

Imprimir
PDF

O custo da cesta básica em Natal é o segundo menor da Região Nordeste. Para adquirir os 13 itens que compõem a cesta básica de alimentos, o consumidor da capital do Rio Grande do Norte dispôs de R$ 348,61 em janeiro deste ano - Recife registrou R$ 346,44. O valor representa decréscimo de -0,7% para o consumidor potiguar em relação a dezembro de 2016. Nos últimos 12 meses, a variação foi de +17,2%. Fortaleza é a capital nordestina que detém a cesta de maior custo: R$ 412,48.

As informações estão no Boletim Diário Econômico, publicação do Escritório técnico de Estudos Econômicos do Nordeste (Etene), órgão vinculado ao Banco do Nordeste, que analisa dados disponibilizados pelo Dieese.

A cesta básica do Nordeste encerrou o mês de janeiro custando R$ 372,35, sendo a de menor valor monetário entre as regiões do País. Mas foi também a única que registrou aumento, 1,4%, ao passo que houve um declínio na média nacional de -0,5%.

O aumento da cesta básica no Nordeste em 12 meses (+18,8%), deveu-se principalmente ao crescimento nos preços do feijão (+88,6%), açúcar (+55,3%), manteiga (+47,9%), farinha (+35,1%), leite (+33,6%) e banana (+22,3%). Estes seis itens representaram 40,4% do total do custo da cesta básica regional no período em análise.

banner_odontopremium

Comentários (0)