Banner
02
Out

Banco do Nordeste participa do lançamento do Plano AgroNordeste em Brasília

Imprimir
PDF

banco-do-nordeste_logo

O presidente do Banco do Nordeste, Romildo Rolim, participou nesta terça-feira, 1º, do lançamento do Plano AgroNordeste, no Palácio do Planalto, em Brasília (DF). A apresentação do pacote de ações contou com a presença do presidente da República, Jair Bolsonaro, dos ministros Tereza Cristina Dias (Agricultura, Pecuária e Abastecimento), Paulo Guedes (Economia), Gustavo Canuto (Desenvolvimento Regional), Onyx Lorenzonui (Casa Civil) e Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo). O programa foi apresentado pelo diretor-geral do AgroNordeste, Danilo Forte.

O AgroNordeste tem o objetivo de apoiar a organização das cadeias agropecuárias de relevância atual ou potencial na Região e ampliar e diversificar os canais de comercialização, com pertinência social, ambiental e econômica, buscando aumentar a eficiência produtiva e os benefícios sociais.

O Plano prevê, entre outros resultados, aumentar a cobertura de assistência técnica e extensão rural, promover a organização dos produtores em associações e cooperativas e criar oportunidades à juventude rural empreendedora.

O Banco do Nordeste participa, principalmente, com financiamentos para agricultores familiares, produtores rurais e agroindústrias, com a oferta de crédito para comercialização e também com a implementação de estratégias para fortalecer cadeias produtivas.

Na edição 2019/2020 do AgroNordeste serão priorizadas ações em cada Estado do Nordeste e no norte de Minas Gerais, que também integra a área de atuação do BNB. Serão desenvolvidas atividades no Sertão Crateús (CE), Vale do Jaguaribe (CE), Médio Mearim (MA), Alto Médio Canindé (PI), Vale do Açu (RN), Cariri da Paraíba (PB) e Moxotó (PE), Araripina (PE), Batalha (AL), Sergipana do Sertão de São Francisco (SE), Irecê (BA), Januária (MG) e Salinas (MG).

O AgroNordeste pretende impulsionar as atividades da avicultura, cultivos alimentares, olericultura, aquicultura, ovinocaprinocultura, apicultura, bovinocultura, extrativismo sustentável e fruticultura.

banersaomiguel

Comentários (0)