Banner
09
Jul

Poesias Santa-cruzenses

Imprimir
PDF

FLORES (Cássia Farias de Medeiros)

No meu jardim plantaram várias flores
regaram com dedicação e amor
mas algumas sementes não florescerão
outras não floresceram
outras nasceram entre pedras e sufocadas
não puderam crescer
outras murcharam mas poucas regaram
igual ao meu amor plantaram
com dedicação
paixão, humildade
mas não aceitaram meu amor
outras morreram, me traíram,
me sufocaram

UM OLHAR (João Estevam Fernandes)

Na tangente dos olhos que se encontram
notamos o ardor do amor
que há nos campos, nos montes e nos horizontes
de meio metro.
Comentários (0)