Banner

Estadual

Pelo terceiro mês consecutivo, cresce geração de empregos no Nordeste

Imprimir
PDF

Em julho, o Nordeste gerou 6.641 novos postos de trabalho com carteira assinada. A maior parte deles encontra-se na indústria de transformação, mais especificamente na indústria de alimentos e bebidas. Este foi o terceiro mês consecutivo com saldo positivo na Região. No entanto, no acumulado de janeiro a julho, o déficit ainda é de 89.689 postos.

"Desde maio, a Região vem apresentando saldo positivo na movimentação de empregos formais. Isso configura uma tendência favorável ao mercado de trabalho regional, ainda que modesta", explica Hellen Leão, autora de pesquisa do Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste (Etene), que analisa dados do Ministério do Trabalho.

Segundo a economista, o bom resultado no mês de julho foi impulsionado por cinco dos oito setores de atividade econômica: Indústria de Transformação (+2.883 postos), Agropecuária (+2.878 postos), Serviços (+2.637 postos), Administração Pública (+260 postos) e Extrativa Mineral (+32 postos). Os setores deficitários foram Comércio (-1.879 postos), Serviços Industriais de Utilidade Pública (-117 postos) e Construção Civil (-53 postos).

A íntegra da pesquisa está disponível no endereço www.bnb.gov.br/diario-economico-2017. O Etene é o órgão de estudos econômicos do Banco do Nordeste.

arraiaradiobanner2017

Comentários (0)

UFRN: Departamento de Geografia realiza evento sobre globalização

Imprimir
PDF

O Departamento de Geografia (DGE) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) promove, nos dias 21 e 23 de agosto, o seminário Globalização, cidadania, finanças éticas e economias alternativas: estratégias para uma cidadania global. O evento será realizado das 13h30 às 16h30, no auditório do DGE, no Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA).

O objetivo é problematizar questões ligadas ao processo de globalização, mundo do trabalho, cidadania, finanças éticas, economias sociais, solidárias e alternativas e financiamentos de projetos sociais, pensando estratégias para uma cidadania global.

O professor Fransualdo Azevedo coordena o evento, que será ministrado por Marti Boneta I Carrera, professor do Consejería de Educación de la Generalitat de Catalunya e presidente do banco popular Oikocredit. As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas no local.

O seminário é destinado a estudantes e docentes dos cursos de graduação em Geografia e Turismo, bem como estudantes e docentes do Programa de Pós-Graduação em Geografia (PPGE) e do Programa de Pós-Graduação em Turismo (PPGTur), além dos demais interessados no tema. Os inscritos receberão certificado de 8h por participação.

Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail ffazevedo@gmail.com.

Comentários (0)

UFRN: Escola de Música promove intercâmbio de alunos para Itália

Imprimir
PDF

A Escola de Música da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (EMUFRN) foi contemplada recentemente pelo Programa Erasmus KA 107, com financiamento de dois anos pela União Européia por meio do Conservatório Licinio Refice, da Itália. O intercâmbio promoveu a ida de dois alunos, dois professores e três servidores para o país europeu, e a vinda de dois professores e três administradores para a UFRN.

A parceria surgiu durante o evento Glomus realizado na UFRN, em janeiro. De acordo com o professor Fábio Presgrave, coordenador de Relações Internacionais da EMUFRN, o intercâmbio com a Itália significa uma nova dimensão para a produção artística e intelectual da escola.

"Temos atualmente acordos em andamento com Finlândia, Dinamarca e Alemanha que têm servido para alavancar o crescimento da EMUFRN, e a Itália por ser um pólo cultural importantíssimo trará à nossa escola importantes desenvolvimentos", considera o professor.

O Conservatório Licinio Refice, da cidade de Frosinone, na Itália, foi fundado em 1972 e se estabeleceu como um dos mais importantes cursos superiores de música. Atualmente conta com 1200 alunos e 130 professores, que atuam nas áreas de pesquisa, performance em música clássica e popular.

autoescolar3a1banner

Comentários (0)

Safra recorde de soja impulsiona exportações nordestinas

Imprimir
PDF

Nos primeiros sete meses do ano, as exportações do Nordeste totalizaram US$ 9,3 bilhões, incremento de 33,3% em relação ao mesmo período de 2016. O resultado foi impulsionado, principalmente, pela safra recorde de soja que motivou aumento de 97,2% no volume de vendas externas e 91,2% na quantidade embarcada.

Principal item da pauta, a soja responde por 13,9% das exportações nordestinas. Os principais exportadores são a Bahia (46,1%), o Maranhão (38,3%) e o Piauí (14,8%).

A decomposição das exportações nordestinas por fator agregado mostra que, no período em análise, as vendas dos produtos básicos (22,8% da pauta) aumentaram 35% frente ao período de janeiro a julho de 2016. As exportações de semimanufaturados (30,4%) e manufaturados (44,2%) cresceram 24,7% e 38,7%, respectivamente.

Quanto aos países de destino das exportações nordestinas, China (20,6%), Estados Unidos (15,5%) e Argentina (11,6%) foram responsáveis por 47,7% do total exportado e registraram crescimento de 52%, 29,6% e 39%, respectivamente, nos primeiros setes meses do ano.

banner_carloschagas

Comentários (0)

Iniciativas para segurança pública são discutidas na UFRN

Imprimir
PDF

Iniciativas voltadas à segurança pública foram discutidas em reunião nesta terça-feira, 15, entre o reitor em exercício da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), José Daniel Diniz Melo, a secretária Sheila Freitas, da Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (SESED) e os superintendentes das polícias Federal e Rodoviária Federal, Wellington Clay Porcino e Marcelo Montenegro. Os gestores encaminharam a elaboração de uma proposta de pós-graduação em Segurança Pública e se encontrarão novamente em setembro para contribuir com o detalhamento do projeto, como forma de atender às necessidades do sistema.

Também ficou acertada a realização de um workshop sobre o tema ainda neste ano, com o intuito de qualificar e reunir pesquisadores da área. Atualmente, exitem 86 projetos de pesquisa e 112 de extensão na UFRN que abordam aspectos da segurança pública. Diante desses números, o superintendente da Polícia Federal sugeriu a criação de um grupo que aproxime todas as pessoas envolvidas nesses trabalhos, o que pode ser concretizado a partir do workshop idealizado pelo pró-reitor de Pesquisa da UFRN, Jorge Tarcísio Falcão.

"Conseguimos dar grandes passos nesse encontro, agora vamos realizar novos debates. A melhoria da segurança pública, também, é uma causa nossa, queremos nos engajar ativamente nesse processo", afirmou José Daniel Diniz Melo. Também participaram da reunião os pró-reitores de Pós-graduação, Rubens Maribondo do Nascimento, e de Assuntos Estudantis, Edmilson Lopes Júnior, além dos professores do Departamento de Políticas Públicas, Cláudio Roberto de Jesus, e do Instituto Metrópole Digital, Frederico Lopes.

Comentários (0)