Banner

Estadual

UFRN promove evento de psicologia e fenomenologia

Imprimir
PDF

O Grupo de Estudos Subjetividade e Desenvolvimento Humano, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), promove entre os dias 20 e 22 de setembro, no Praiamar Hotel Natal & Convention, o III Congresso Brasileiro de Psicologia Fenomenologia e o I Congresso Internacional de Fenomenologia Existencial, com o tema O Desassossego Humano na Contemporaneidade. As inscrições estão abertas pelo site.

Palestram professores e pesquisadores de universidades do país como a Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas), Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Universidade Federal Santa Catarina (UFSC), Universidade de São Paulo (USP), Universidade de Fortaleza (Unifor), Universidade Católica de Pernambuco (Unicap), Universidade Federal Fluminense (UFF-RJ) e pesquisadores internacionais da Universidade Católica Portuguesa (UCL), do Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida (ISPA/Lisboa/Portugal), entre outros convidados.

Os eventos tem como objetivo provocar reflexões sobre sofrimentos existenciais que se expressam nas situações de mal-estar vivenciadas pelo ser humano nos dias atuais e são promovidos pelo Programa de Pós-Graduação em Psicologia (PPgPSI) e do Grupo de Trabalho Psicologia & Fenomenologia (Anpepp).

Comentários (0)

Reportagem potiguar vence Grande Prêmio de Inovação do Prêmio BNB de Jornalismo

Imprimir
PDF

bnb_premiojovem

A reportagem "Os frutos da terra seca" (www.osfrutosdaterraseca.com), publicada no portal da Tribuna do Norte, é a vencedora do Grande Prêmio Nacional de Inovação no Nordeste do Prêmio Banco do Nordeste de Jornalismo em Desenvolvimento Regional. Os nomes foram conhecidos cerimônia realizada na sede do BNB, em Fortaleza, nesta quarta-feira, 19.

O evento foi prestigiado pelos principais gestores e funcionários do Banco do Nordeste e pelo diretor de Controle e Risco da instituição, Nicola Miccione, que representou o presidente Marcos Holanda, e lançou oficialmente a edição 2018 do projeto.

A matéria premiada no Grande Prêmio Nacional de Inovação é da jornalista potiguar Renata Moura e mostra o êxito da fruticultura em municípios do Rio Grande do Norte, apesar da estiagem. Ao todo, foram reconhecidos dez trabalhos jornalísticos, em nove premiações (em uma delas, houve empate entre dois trabalhos).

Nesta edição, o Prêmio Banco do Nordeste de Jornalismo recebeu 192 inscrições, que concorreram a R$ 183 mil, em nove premiações: Grande Prêmio Nacional de Inovação no Nordeste; cinco prêmios nacionais por mídia (texto em mídia impressa, iconografia, TV, rádio e internet); dois prêmios regionais e um extrarregional. As categorias prestam reconhecimento a trabalhos jornalísticos nacionais que retratem iniciativas exemplares de vertentes diversas do tema desenvolvimento regional.

Após o anúncio dos vencedores, os profissionais de imprensa participaram de coquetel e visita à exposição intitulada "Banco do Nordeste 65 anos – Fazendo a diferença na vida das pessoas".

Comentários (0)

UFRN: Extensionistas do Trilhas Potiguares seguem para 25 municípios do RN

Imprimir
PDF

Alunos da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) desembarcam a partir do dia 31 de julho em 25 municípios do Rio Grande do Norte, onde vão desenvolver atividades de extensão do Programa Trilhas Potiguares 2017.

Durante uma semana, 450 estudantes e 50 coordenadores serão divididos em equipes e irão cumprir um cronograma de trabalho conforme a demanda apresentada pela administração de cada cidade parceira do programa.

Sob a coordenação geral do pró-reitor de Extensão, Breno Cabral, os extensionistas graduandos e pós-graduandos de 40 cursos de todas as áreas de conhecimento vão conviver, repassar conhecimentos e aprender com as comunidades do interior do Estado. O retorno dos estudantes do Trilhas Potiguares para a capital está programado para o dia 5 de agosto.

autoescolar3a1banner

Comentários (0)

Jogos gerais da UFRN inscreve competidores de FIFA 2017

Imprimir
PDF

O Complexo de Esportes e Eventos da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) está com inscrições abertas, até o dia 28 de julho, para competidores na modalidade eletrônica FIFA 2017 – PS4, para os Jogos Gerais da UFRN.

As inscrições devem ser feitas pelo responsável de cada Centro ou Unidade Acadêmica entregando a ficha de inscrição disponível neste link na Secretaria do Complexo, localizada dentro do Ginásio 1 do Campus Central da Universidade.

Outras informações, no regulamento dos Jogos Gerais e pelo telefone (84) 3342-2397.

autoescolar3a1banner

Comentários (0)

Universidades e ITEP firmam parceria para doação de cadáveres

Imprimir
PDF

O Departamento de Morfologia (DMOR), do Centro de Biociências (CB), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), e o Instituto Técnico e Científico de Perícia (ITEP-RN) firmam parceria para doação de cadáveres não reclamados oriundos de mortes não criminosas ou violentas. A portaria de número 080/2017 do ITEP-RN dispõe de um protocolo referente a essas doações às instituições de ensino.

De acordo com a portaria, o fato decorre da necessidade da utilização de cadáveres nos cursos vinculados à área da saúde, especificamente nas escolas de medicina das instituições de ensino superior, com fins de estudo ou pesquisa científica. Atualmente, apenas a UFRN e a Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN) encontram-se em acordo com a Lei federal 8.501/92, que trata do assunto.

Em reunião realizada no último dia 22 de junho, a UFRN, a UERN e o ITEP firmaram termos de compromisso para o encaminhamento dos corpos e a viabilização de melhorias significativas para o ensino na área médica.

Segundo o professor Expedito Nascimento, do Departamento de Morfologia da UFRN, a cada 50 cadáveres que chegam ao ITEP, um pode ser enquadrado com as características de ensino. "Os corpos irão suprir a demanda do curso médico na nossa instituição, não apenas na graduação nos campi de Natal e Caicó, como também para os cursos voltados para o treinamento de cirurgiões de toda a região Nordeste", destaca o professor.

O diretor-geral do ITEP, Marcos Brandão, ressalta que essa é uma forma de desafogar os espaços que esses corpos não reconhecidos ocupam, assim como contribuir para a sociedade com a doação deles para o ensino. "No ITEP temos corpos não reclamados em grande volume, um inclusive que está aqui desde 2015, o que gera certo problema para receber e analisar outros. Essa portaria que estabelecemos é crucial para a formação de futuros profissionais da saúde que hoje são estudantes das universidades com as quais estamos contribuindo", ressalta o diretor.

Para o professor Fausto Guzen, diretor da Faculdade de Ciências da Saúde da UERN, a parceria proporciona uma melhor qualificação dos alunos. "Enfrentamos problemas todo o semestre com a falta de corpos para o ensino. No semestre passado, tínhamos apenas um corpo para as aulas, o que prejudicou bastante as disciplinas que necessitam do conhecimento anatômico. O aprendizado da anatomia do corpo humano é crucial para a qualidade da formação do aluno e também para melhoria do ensino", diz o professor.

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte possui um Programa de Doação Voluntária de Corpos. Para conhecer o programa clique aqui.

autoescolar3a1banner

Comentários (0)