Banner

Estadual

UFRN volta a discutir o Future-se

Imprimir
PDF

unnamed

A UFRN retoma nesta sexta-feira, 13, o debate sobre o Future-se. A discussão acontece às 18h, no Centro de Educação (CE), que já tratou sobre o tema em três outras ocasiões. Os convidados são a pró-reitora de Gestão de Pessoas, Mirian Dantas, a professoras Erica Gusmão, do CE, Jacielle Valentim, do Centro Acadêmico de Pedagogia Paulo Freire (CAPed), e representante do Diretório Central dos Estudantes (DCE).

No dia 18, também já está pré-agendada nova rodada de conversa com o mesmo foco na Escola de Saúde da UFRN (ESUFRN). A discussão acontece às 18h30, na Sala 32 (térreo), mediada também pela pró-reitora de Gestão de Pessoas, Mirian Dantas, pelo pró-reitor de Planejamento da UFRN, Josué Vitor de Medeiros Júnior, e pelo professor da ESUFRN, Roberval Edson Pinheiro de Lima.

Estes debates seguem orientação da Reitoria, que busca estimular o diálogo envolvendo os vários segmentos da comunidade universitária, com objetivo de conhecer diferentes opiniões antes de assumir um posicionamento. A primeira discussão oficial sobre o Future-se aconteceu no dia 26 de julho na Associação dos Docentes da UFRN (Adurn). No dia 2 de agosto, foi convocada uma reunião extraordinária do Conselho Universitário, aberta a todos os públicos, para tratar exclusivamente deste tema. A partir de então, a UFRN vem realizando debates em todos as suas unidades, na capital e interior.

DEBATES JÁ REALIZADOS:

Data: 26/07 – Local: ADURN Sindicato

Data: 29/07 – Local: Grandes Temas, TV Universitária

Data: 02/08 – Local: Conselho Universitário

Data: 12/08 – Local: Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi

Data: 22/08 – Local: Escola de Saúde

Data: 22/08 – Local: Escola de Ciência e Tecnologia

Data: 22/08 – Local: Fórum Nacional de Pró-Reitores de Gestão de Pessoas das Instituições Federais de Ensino Superior (Forgepe)

Data: 27/08 – Local: Fórum Nacional de Pró-Reitores de Planejamento e de Administração das Instituições Federais de Ensino Superior (Forplad)

Data: 28/08 – Local: Centro de Ciências da Saúde

Data: 30/08 – Audiência pública na Assembleia Legislativa do RN

Data: 30/08 – Local: Centro de Biociências

Data: 02/09, às 9h – Local: Auditório do Ceres Currais Novos

Data: 02/09, às 14h – Local: Auditório do Ceres Caicó

Data: 02/09, às 9h – Local: Auditório Ágora – Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA/UFRN)

Data: 03/09, 18h30 – Local: Escola de Música

Data: 04/09, às 9h30 – Local: Centro de Ciências Sociais Aplicadas

Data: 04/09, às 15h – Local: Centro de Ciências Exatas e da Terra

Data: 06/09, às 9h – Local: Auditório do CTEC – Centro de Tecnologia

Data: 06/09, 10h30 – Local: Auditório do Instituto do Cérebro

banner_odontopremium

Comentários (0)

ONG Atitude Cooperação realiza manhã cultural com leitura dramática de texto de Racine Santos

Imprimir
PDF

Alunos_do_Encena_em_sala_de_aula

Neste sábado (14) a partir das 10hs, na Ong Atitude Cooperação, estaremos realizando leitura dramática de texto do dramaturgo potiguar, Racine Santos. A ação faz parte do projeto Encena, coordenado por Bianca Dore e Diana Fontes. O projeto tem o patrocínio da UNIMED NATAL, através do Programa Djalma Maranhão/Prefeitura Municipal de Natal.

O projeto Encena tem como objetivo viabilizar novas alternativas socioeconômicas e culturais para comunidades de risco social em Natal, mais precisamente na Zona Oeste da cidade, através da promoção de oficinas de Artes Cênicas para crianças e jovens e oficinas de Corte e Costura, a partir dos 16 anos, aberto a comunidade, com a finalidade principalmente de absorver os familiares dos jovens. Atualmente 219 alunos fazem parte do projeto, sendo 142 da Oficina de Artes Cênicas e 77 da Oficina de Corte e Costura.

Anualmente os alunos do Encena estudam um autor potiguar e desenvolvem seminários e leituras dramáticas de textos. Este ano o tema de estudo é a obra de Racine Santos, que vem sendo trabalhada desde março. Ao final do ano, os alunos apresentam um espetáculo inspirado no texto do homenageado.

A apresentação contará com a presença de Racine Santos, além de companheiros de trabalho como Danilo Guanais e Nazaré Costa. A leitura é conduzida pelos monitores João Alexandre Lima e Leonardo Prata. Todo trabalho é orientado pelas coordenadoras do projeto, Bianca Dore e Diana Fontes.

Além da leitura dramática haverá bazar com peças a partir de R$ 5 reais, confeccionados pelos aprendizes, como também por peças recebidas em doação. O evento é aberto ao público e começa às 10hs na sede da ONG Atitude Cooperação, localizada na Av. Capitão-Mor Gouveia, 436 - Felipe Camarão, Natal.

Atitude Cooperação

A Atitude Cooperação foi criada em 12 de setembro de 2006, a partir da iniciativa da cooperativa médica Unimed Natal. A organização atua nos bairros Bom Pastor e Felipe Camarão, localizados na zona Oeste da capital potiguar, promovendo ações culturais e programas assistenciais que transformam a vida de centenas de crianças, jovens e suas respectivas famílias.

carto_bem_estar

Comentários (0)

Homicídios tiveram queda de 10% em 2018; taxa foi a menor dos últimos 7 anos

Imprimir
PDF

Pg.-8-Homicidio-na-Av-12-Quintas-10-750x497

O Brasil registrou 57.341 homicídios ao longo de 2018, o equivalente a 157 casos por dia, de acordo com dados divulgados nesta terça-feira, 10, pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública. O número representa uma queda de 10,4% em relação aos registros de 2017, ano em que a briga entre facções fez a violência no País bater recorde.

A quantidade de assassinatos do ano passado é a menor desde 2013 e a taxa de 27,5 por 100 mil habitantes, a menor desde 2011. A letalidade policial foi o índice a apresentar alta (20,1%) e chegou a 6.220 casos, o equivalente a 17 mortes por dia.

Os dados são compilados pelo Fórum a partir dos registros policiais de cada Estado e levam em consideração casos de homicídios dolosos (quando há intenção de matar), latrocínios (roubo seguido de morte), lesões corporais seguidas de morte e mortes decorrentes de intervenção policial. A redução é a primeira notada desde 2015.

De acordo com o relatório, a queda de homicídios ocorreu em 23 das 27 unidades da federação, em todas as regiões do País. A redução foi proporcionalmente mais acentuada no Acre (-25%), mas foi em Pernambuco (-23,4%) que a queda teve maior peso: entre 2017 e 2018, o Estado teve 1.257 homicídios a menos, quase 20% de toda a redução nacional. Também tiveram reduções significativas nas taxas os Estados de Minas (-21,4%), Rio Grande do Sul (-21%) e Alagoas (-19,8%). A menor taxa pertence a São Paulo, 9,5.

"A queda retoma o patamar anterior a 2014, que já era alto. A redução, então, não significa que conseguimos mudar a situação de forma significativa, mas que a crise vista em 2016 e 2017 foi em parte superada", disse o diretor-presidente do Fórum, o sociólogo Renato Sérgio de Lima. Na outra ponta, quatro Estados tiveram alta na violência, destoando do cenário nacional. Todos são da Região Norte (única região a aumentar sua taxa em 2018): Roraima, Tocantins, Amapá e Pará.

A taxa de assassinatos por 100 mil habitantes teve alta de 65% em Roraima, em meio a uma crise humanitária na vizinha Venezuela, e chegou a 66,6, a maior do País. O Rio Grande do Norte, que havia ficado na liderança desse ranking de violência no ano passado, reduziu sua taxa de 67,2 para 55,4 e passou para a terceira posição.

brenobannernovo

Comentários (0)

Comissão de Finanças aprova quatro matérias na reunião desta quarta-feira

Imprimir
PDF

0b746cc60360ba988269139d4f539080

A Comissão de Finanças e Fiscalização (CFF) discutiu, votou e aprovou quatro matérias em reunião realizada na manhã desta quarta-feira (11), que contou com a presença dos deputados Tomba Farias (PSDB), Galeno Torquato (PSD), Ubaldo Fernandes (PL), Cristiane Dantas (SDD) e Getúlio Rêgo (DEM). Entre as matérias deliberadas está o Projeto de Lei (PL) que dispõe sobre o direito do parto humanizado na rede pública de Saúde do Rio Grande do Norte.

"O parto humanizado é uma obrigação do governo federal e do governo estadual, que não estão vendo o sofrimento do povo. Então aprovamos esse projeto para garantir esse direito", disse o deputado Tomba Farias, acrescentando que a pauta da CFF ficou zerada.

O PL assegura que toda gestante tem o direito de receber assistência humanizada durante o parto na rede pública de Saúde. Em sua justificativa, o autor da matéria, deputado Kleber Rodrigues (Avante), registra que o Projeto procura estabelecer regras claras para o cumprimento e garantia dos direitos básicos de gestantes, do bebê e do pai, durante toda a gravidez e no pós-parto.

De acordo ainda com o propositor, o Projeto atende a uma demanda cada vez maior das mulheres: o respeito aos direitos na hora do parto.

Outra matéria aprovada foi o Projeto de Lei 219/2019, de autoria da deputada Cristiane Dantas, que dispõe sobre a inserção de placas informativas nas Unidades Públicas e Privadas de Saúde, órgãos do Judiciário, Defensoria Pública e Ministério Público, sobre a Entrega de nascituro - aquele que há de nascer - para Adoção.

banner_odontopremium

Comentários (0)

Fest Bossa & Jazz 2019 anuncia primeiras atrações para São Miguel do Gostoso

Imprimir
PDF

Oficina_O_que__este_tal_de_Jazz_com_Luciano_Prates_-_Foto_Luana_Tayze-25

Na esquina da América do Sul, onde o vento faz a curva e com extensa faixa de areia. Esse cenário é em São Miguel do Gostoso-RN, local para a segunda edição do Fest Bossa & Jazz 2019, que acontece de 10 a 13 de outubro. Realizado por Juçara Figueiredo Produções, o festival está no município pela terceira vez e é gratuito.

Após sucesso na praia de Pipa-RN, em agosto, o Fest agora se prepara para levar os sopros do jazz para o outro paraíso potiguar. Com formato alicerçado às características de São Miguel do Gostoso, a estrutura terá um grande palco na Praia da Xêpa, com shows noturnos, e polos diurnos em outras praias do município. A abertura do Festival acontece na quinta-feira (10.10), às 20h, no Polo Praia de Maceió. E, como não poderia ser diferente, também tem oficinas socioambientais e workshops musicais.

Já no primeiro dia (10.10), tem oficina para alunos da rede pública de 06 a 12 anos, sobre a "Construção de Instrumentos com Material Reciclado", ministrada pela artista plástica, Cristina Lunardi. Na sexta (11.10), o arte-educador, André Renan, trabalha questões ambientais com o "Tocando e Preservando", através de palestra e prática de percussão corporal. Também na sexta (11.10 – para alunos de 06 a 12 anos), o produtor Luciano Prates conversa sobre "O que é esse tal de Jazz". E, excepcionalmente em São Miguel do Gostoso, a oficina terá uma edição aberta ao público, adulto e infantil, no domingo (13.10). No sábado (12.10), workshop musical, com o compositor, cantor e guitarrista, Gabriel Yang, na oficina "Construção de Guitarras Artesanais 'Cigar Box'" para guitarristas e entusiastas (inscrições através do contato@festbossajazz.com.br). Todas essas atividades acontecem no Centro de Cultura de Gostoso.

No setor das atrações musicais, no line-up a Blues Beatles (SP) é presença confirmada. Recém-chegados de uma turnê nos Estados Unidos, a banda vem conquistando fãs no mundo todo pelo encontro da sonoridade vocal dos Beatles e com ritmo contagiante do blues, fazendo uma música poderosa e ao mesmo tempo agradável. Formada por Marcos Viana na voz principal, Flávio Naves no Hammond B3 e piano, Igor Prado na guitarra, Bruno Falcão no baixo e backing vocal, Fred Barley na bateria e backing vocal. O resultado é um show inovador. https://www.youtube.com/watch?v=xaDsbnhK2CQ

O baterista autodidata, Erickson Grillo (RN), também faz parte da programação. Em maio deste ano lançou seu primeiro trabalho solo "Trilhando", com composições próprias e parcerias no universo da música instrumental. No disco, participações de nomes, como: Jubileu Filho, André Neiva, Antônio de Pádua, Diego Brasil, Ricardo Bava e outros. https://www.youtube.com/watch?v=osxNP2jqMyM

O grupo Los Chaskys, formado pelos músicos peruanos, Ricardo Reyes Marin (voz e violão), Elman Reyes Marin (guitarra e vocais), Santiago Scandel e Gabriel Ceballos (percussão e vocais) são fixados na Praia da Pipa e levam todo o frescor e suingue de ritmos latinos como Salsa, Cumbia, Merengues e Boleros para São Miguel do Gostoso. https://www.youtube.com/watch?v=dOB-Cj35xmg

E a Filarmônica Monsenhor Honório, de Macau-RN, fundada em 1910 pelo Padre Joaquim Honório da Silveira, atualmente conta com 50 integrantes e está sob a regência de Damião Senna leva toda sua experiência ao Festival. https://www.youtube.com/watch?v=ji-4PWDL82s

O Fest Bossa & Jazz é realizado com o apoio do Governo do RN, por meio da Secretaria de Turismo do Rio Grande do Norte - SETUR, com recursos oriundos do projeto Governo Cidadão, e realização da Juçara Figueiredo Produções. Conta com o patrocínio da Prefeitura Municipal de São Miguel do Gostoso, e com o apoio da AE Gostoso – Associação dos Empreendedores de São Miguel do Gostoso e Região, e do Mantra Residence Gostoso.

bannerfestajapi

Comentários (0)