Banner

Estadual

Festival ANCORÁ 2016 tem início nesta quinta-feira

Imprimir
PDF

festivalancora2016-proQuer uma boa dica para viajar e ainda aproveitar um lindo festival de audiovisual? Prepare a pipoca e reserve o seu lugar. A terceira edição do Festival ANCORÁ – Curta Ambiental Nordeste Cerro Corá tem início a partir desta quinta-feira (08) e segue até o dia 10 de dezembro no município de Cerro Corá. Este ano, o Festival se inspirou na Campanha da Fraternidade 2017 e vai trabalhar sob a temática "Biomas Brasileiros". Todo o acesso ao evento é gratuito e será realizado no Cine Canário, com premiação na Praça Central.

Durante o Festival, o público acompanha duas mostras competitivas, sendo elas: a Mostra de Curtas Ambientais do Brasil, compostas de filmes produzidos em qualquer lugar do país; e a Mostra de Curtas Ambientais Estudantil de Cerro Corá, composta por filmes produzidos por estudantes cerro-coraenses. Os ganhadores das Mostras recebem a premiação em dinheiro.

O III ANCORÁ traz também debates entre organizadores, profissionais da área e espectadores, incluindo crianças, estudantes e adultos, além da Mostra Cine Rural que leva cinema e entretenimento à população. O Festival é um projeto da CASU Filmes e ONG Navima. Nesta edição conta com o patrocínio da Força Eólica do Brasil, que é uma Joint Venture da Neoenergia com a Iberdrola e com o apoio da Prefeitura Municipal de Cerro Corá, do Sebrae/RN, da Pousada Colina dos Flamboyants e da Água Mineral Santa Clara.

supercopia_ok

Comentários (0)

Governo criará Geoparque da região Seridó abrangendo seis municípios

Imprimir
PDF

O Governo do Estado vai implantar o Geoparque da região Seridó que abrange os municípios de Parelhas, Cerro Corá, Carnaúba dos Dantas, Currais Novos, Lagoa Nova e Acari. O parque terá a finalidade de preservar e valorizar o patrimônio geológico e proporcionar benefícios econômicos aos moradores locais através da criação de emprego, renda, serviços de valor agregado, produtos, suprimentos e conservação.

A região Seridó possui um dos mais importantes patrimônios geológicos do Nordeste, com rica geodiversidade, paisagens exuberantes, áreas de serras e vales, registros da presença do homem e de animais pré-históricos, além de valores culturais consolidados, o que assegura alto potencial turístico.

Para a implantação do Geoparque do Seridó, o governador Robinson Faria assinou decreto que está publicado na edição do Diário Oficial do Estado desta terça-feira (06). O decreto institui um Grupo de Trabalho composto por representantes da secretaria de Estado do Turismo, da Emprotur, do Idema, da PGE, da FJA, da Fapern e da Uern, por membros da Prefeituras e Câmaras municipais, do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), da UFRN, da Femurn, do Serviço Geológico do Brasil, da Agência de Desenvolvimento do Seridó (ADESE), entidades do terceiro setor e das comunidades.

supercopia_ok

Comentários (0)

III ANCORÁ tem início nesta quinta-feira em Cerro Corá-RN

Imprimir
PDF

festivalcerroCom inspiração na Campanha da Fraternidade de 2017, a terceira edição do Festival ANCORÁ - Curta Ambiental Nordeste Cerro Corá 2016 traz este ano a temática "Biomas Brasileiros", de 08 a 10 de dezembro, no município de Cerro Corá.

O Festival conta com duas mostras competitivas: Mostra de Curtas Ambientais  do Brasil, compostas de filmes produzidos em qualquer lugar do país; e a Mostra de Curtas Ambientais Estudantil de Cerro Corá, composta por filmes produzidos por estudantes cerro-coraenses. Além da realização de debates entre organizadores, profissionais da área e espectadores, incluindo crianças, estudantes e adultos; e da Mostra Cine Rural, que leva cinema e entretenimento à população e vai acontecer no dia 08 de dezembro, na quadra de esportes do Assentamento Santa Clara II, a partir das 17h30.

Os interessados em exibir seus audiovisuais, com no máximo 1 minuto, devem realizar a inscrição até amanhã (6), pelo e-mail contato@casufilmes.com seguido do link do vídeo postado no YouTube e, no assunto, conter o título do filme. O arquivo também pode ser encaminhado através de Wetransfer, Dropbox ou afins, contudo, não será aceito DVD's. A premiação é em dinheiro. Leia regulamento completo: https://drive.google.com/.../0B_vfid-b3oXeWEtTZWlXbGFJVzQ/view

O III ANCORÁ é um Projeto da CASU Filmes e ONG Navima. Nesta terceira edição conta com o patrocínio da Força Eólica do Brasil, que é uma Joint Venture da Neoenergia com a Iberdrola e com o apoio da Prefeitura Municipal de Cerro Corá, do Sebrae/RN, da Pousada Colina dos Flamboyants e da Água Mineral Santa Clara. Todo o acesso ao Festival é gratuito e será realizado no Cine Canário, com premiação na Praça Central.

supercopia_ok

Comentários (0)

Robinson afirma que Governo não vai recuar no combate ao crime organizado

Imprimir
PDF

Coletiva_Deicor_Demis_Roussos_6O governador Robinson Faria afirmou nesta segunda-feira (05) que as forças policiais do Estado vão continuar combatendo o crime e defendendo o cidadão. "Não vamos nos intimidar, estamos realizando operações exitosas em atuações conjuntas da Polícia Civil, da Polícia Militar e com o apoio da Força Nacional", declarou o chefe do executivo em entrevista coletiva concedida no auditório da Escola de Governo em Natal.

Acompanhado do secretário adjunto de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, Raimundo Florêncio, do delegado geral da Polícia Civil, Clayton Pinho, do delegado adjunto da Polícia Civil, Correia Júnior e do comandante da Força Nacional no RN, major Armando Vale, o governador reforçou a necessidade de massificar a divulgação do telefone 181 para que a população denuncie pessoas e instalações suspeitas de prática de crime. O número atende no horário das 06h às 0h e o cidadão não precisa se identificar e tem a garantia de sigilo absoluto.

"O nosso Governo não aceita intimidações. Vamos continuar realizando as operações policiais com o objetivo de proteger a população e o cidadão do nosso Estado", reforçou Robinson.

banner_carloschagas

Comentários (0)

TCE emite parecer prévio pela aprovação com ressalvas das contas do Executivo Estadual em 2015

Imprimir
PDF

Conselheiro_Gilberto_Jales_apresenta_voto_durante_sessoO Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN) decidiu emitir parecer prévio favorável à aprovação, com ressalvas, das contas do governador Robinson Faria relativas ao exercício financeiro de 2015. O parecer será enviado para a Assembleia Legislativa do RN, a quem cabe, com base na análise da Corte, julgar as contas do Governo.

O processo foi relatado pelo conselheiro Gilberto Jales, cujo voto foi aprovado por unanimidade. Segundo o voto do conselheiro, a aprovação com ressalvas se deu porque as constatações do relatório técnico "são de natureza formal, seja por descumprimento de exigências legais e regulamentares, seja por se tratarem de impropriedades técnicas, não comprometendo a aprovação das contas sob apreço".

O Tribunal de Contas irá abrir processos autônomos para apurar fatos constatados pela equipe técnica, entre eles o descumprimento das exigências legais para abertura de créditos suplementares. Além disso, a decisão estabeleceu a inclusão de quatro temas no Plano de Fiscalização Anual. São eles: "a legalidade e economicidade das renúncias de receita, em especial aquelas realizadas com base em programas de desenvolvimento econômico como o PROADI" e "a legalidade do cancelamento de Restos a Pagar processados praticado nos exercícios 2015 e 2016", no plano 2016/2017; e no plano 2017/2018, "a efetividade dos instrumentos de planejamento do Estado", além da "eficácia, eficiência e efetividade dos meios utilizados para controle e cobrança da Dívida Ativa".

A Corte de Contas também decidiu pelo envio das recomendações presentes no relatório para o Executivo Estadual, acerca da necessidade de adotar medidas cabíveis para equacionar o déficit relativo à Previdência do Estado; dar prioridade à cobrança da Dívida Ativa do Estado, cujo saldo em 2015 era de R$ 6,1 bilhões, "com a adoção de um melhor controle do respectivo crédito, inclusive com o monitoramento permanente"; adoção de procedimentos para diminuir a inadimplência no âmbito da Caern, fixada em R$ 55 milhões em 2015, e diretrizes para sanar "os elevados aportes financeiros" do tesouro estadual no âmbito da Datanorte, que em 2015 chegaram a R$ 73 milhões; entre outras.

banner_carloschagas

Comentários (0)