Banner

Assembleia Legislativa

Tomba demonstra preocupação com falta d´água na região do Trairi

Imprimir
PDF

assembleia_tombaagua

Em pronunciamento na Assembleia Legislativa, nesta quinta-feira (8), o deputado Tomba Farias (PSDB) alertou para a falta d'água na região do Trairi. O parlamentar relatou a reunião que teve com o diretor da Companhia de Águas e Esgotos (Caern), Marcelo Toscano, para tratar sobre o assunto.

"Estive na CAERN representando a prefeita de Santa Cruz, que está viajando, e lá me encontrei com mais cinco prefeitos do Estado, quatro deles da região do Trairi. A falta d'água e o colapso no abastecimento são um grande problema em todos os municípios da nossa região. Em virtude do crescimento da cidade de Santa Cruz, com a nova perspectiva do turismo religioso, o natural aumento da rede hoteleira, restaurantes e mais casas com piscina, se faz necessária uma ação rápida do órgão. Se não vier chuva, vamos ter um enorme desafio. Já são seis anos de seca no RN", disse Tomba Farias.

Em aparte, o deputado Ricardo Motta falou que também tratou do tema com o secretário de recursos hídricos e que a situação é preocupante. "Vi as limitações da pasta, a falta de recursos é clara. Senti boa vontade de toda a equipe, mas a situação é difícil. No agreste também ocorre o mesmo problema. Irei destinar emenda parlamentar para ajudar nas ações da secretaria", afirmou Ricardo.

Na ocasião, Tomba disse que torce para que o novo governo estadual e federal consigam avançar na solução definitiva da seca no Nordeste. "Segundo o próprio diretor da Caern, com R$ 600 milhões em investimentos, solucionamos de uma vez por todas o problema do abastecimento de água no RN. Conclamo todos os políticos do Estado para juntos lutarmos para acabar com esse mal que castiga o povo nordestino", finalizou o parlamentar.

brenobannernovo

Comentários (0)

Prazo para cadastro de professores na Escola da Assembleia acaba dia 15

Imprimir
PDF

assembleia_cadastroprofessores

O prazo de cadastramento de professores, através de Chamamento Público, para compor o Banco de Talentos da Escola da Assembleia Legislativa se encerra na próxima quinta-feira (15). O objetivo da ação é constituir reserva técnica de docentes para futuras contratações e atuação na instituição.

Poderão se cadastrar junto à Escola da Assembleia todos os profissionais da educação, acadêmicos e técnicos especializados, para fazer parte, em caráter eventual, por período certo e sem prejuízo do exercício das competências inerentes ao seu cargo, de equipe constituída para ministrar curso de formação, desenvolvimento ou capacitação de servidores.

Conforme já mencionado, as inscrições acontecem até o dia 15 de novembro deste ano, das 8h às 18h, na sede da Escola, e poderão ser feitas pessoalmente ou por procurador legalmente constituído.

Formado em 2017, o Banco de Talentos da Escola auxilia no processo de seleção e capacitação profissional dos colaboradores e membros atuantes, a fim de melhorar a qualidade do serviço público prestado por eles.

Para participar da seleção, os docentes interessados deverão apresentar documentos que comprovem sua área de conhecimento e respectivo curso, com o intuito de compor uma hierarquia conceitual acadêmica preliminar. As áreas e cursos estão relacionados abaixo:

·         ÁREA CIENTÍFICA GRUPO BIOCIÊNCIAS: biomedicina, biologia, ecologia, aquicultura, agronomia, engenharia florestal, zootecnia.

·         CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA: ciências atuariais, estatística, física, astronomia, meteorologia, geofísica, geologia, matemática, meteorologia, química, química do petróleo.

·         CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES: artes visuais, ciências sociais, comunicação social, publicidade e propaganda, marketing, dança, design, filosofia, geografia, gestão pública, história, jornalismo, letras, moda, psicologia, teatro.

·         CIÊNCIAS DA SAÚDE: educação física, enfermagem, farmácia, fisioterapia, fonoaudiologia, gestão em sistemas e serviços de saúde, medicina, nutrição, odontologia, gestão hospitalar, psicologia.

·         CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS: administração, administração pública, biblioteconomia, ciências contábeis, ciências econômicas, direito, gestão de cooperativas, gestão pública, serviço social, turismo, pedagogia.

·         TECNOLOGIA: arquitetura e urbanismo, ciência da computação, tecnologia da informação, engenharia de software, engenharia ambiental, engenharia biomédica, engenharia civil, engenharia de alimentos, engenharia de computação, engenharia de materiais, engenharia de petróleo, engenharia de produção, engenharia de telecomunicações, engenharia elétrica, engenharia mecânica, engenharia mecatrônica, engenharia química, engenharia têxtil.

Os docentes habilitados para lecionar, mediante contratação em caráter eventual, estarão elegíveis para contratação até novo chamamento público.

A divulgação dos habilitados acontecerá por meio de portaria publicada no Diário Oficial Eletrônico (http://www.al.rn.gov.br/portal/p/diario-oficial-eletronico), regida pelo Ato de Mesa vigente.

A Escola da Assembleia deixará o resultado disponível em seu sítio eletrônico até 21 de dezembro de 2018.

Confira abaixo o link do edital:

https://drive.google.com/file/d/1Z74RRuO23vt4-nJe7mj__-W4HRajSosM/view 

carto_bem_estar

Comentários (0)

Campanha da Assembleia sobre Autismo leva pai a entender o problema do filho

Imprimir
PDF

assembleia_campanhaautismo

O motorista Rozinélio Matias vem há muitos anos sentindo-se angustiado pelo comportamento do filho de seis anos. A criança manifesta repentinos padrões de inquietação ou vai para o extremo oposto, a de cair em profunda introspecção com comportamentos repetitivos.

O comportamento saiu dos contornos familiares e atingiu a escola. Nos primeiros dias de aula do filho, Rozinélio foi chamado pela diretoria da escola, que lhe reportou uma série de comportamentos disfuncionais do filho. O motorista tinha certeza de que algo estava errado, só não sabia o que e nem como procurar ajuda, até ver a campanha do autismo. Levado pela peça publicitária que chama atenção dos sinais do transtorno, o pai procurou a Assembleia Legislativa e durante o seu relato, recebeu ajuda do poder legislativo e nesta segunda-feira (5) iniciou o tratamento do seu filho, Augusto.

"Há algumas semanas, um neurologista disse que meu filho tem vários sintomas que caracterizam certo grau de autismo. Eu nunca tinha ouvido falar nisso e ainda estava sem saber como agir. E então veio essa campanha e mudou tudo", explicou ele.

A campanha a que se refere é a nova ação institucional da Assembleia Legislativa e que foi lançada na semana passada. A campanha chama a atenção para a necessidade de intervenção precoce, pois quanto mais cedo o autismo for tratado, maiores as chances de uma melhor qualidade de vida.

Rozinélio soube da campanha através de uma reportagem que viu na televisão e o vídeo institucional. Ele conta que enxergou ali a oportunidade que lhe faltava. Mas as dificuldades estavam só começando.

"Eu estou desempregado e não tinha como vir aqui. Então pedi dinheiro emprestado. Agora espero conseguir respostas e uma forma de saber como tratar meu filho", revelou.

Sua cruzada por ajuda o levou à sede da Assembleia Legislativa, onde ele foi recebido por Helga Torquato, psicóloga da Casa e que tem participado das ações técnicas da campanha. O filho do senhor Rozinélio Matias será atendido pela fonoaudióloga da Casa e após diagnóstico será encaminhado ao atendimento especialista.

"Eu fiquei muito contente em saber que posso fazer mais por meu filho. Vir aqui entender exatamente o que é que ele tem e poder até traçar uma forma de ajudá-lo. Nem tenho palavras para descrever minha gratidão", disse com a voz embargada o motorista desempregado.

autoescolar3a1banner

Comentários (0)

Militares da Aeronáutica são homenageados pela Assembleia Legislativa

Imprimir
PDF

assembleia_aeronauticahomenageados

Por proposição do presidente do Legislativo Estadual, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), a Assembleia Legislativa promoveu nesta terça-feira (6), sessão solene em alusão ao Dia do Aviador e Força Aérea Brasileira (FAB), comemorado anualmente em 23 de outubro. A data marca os 77 anos da Aeronáutica no Brasil e 76 anos no Rio Grande do Norte.

"Hoje nos reunimos para prestar homenagens a homens e mulheres que dedicam suas vidas à aviação brasileira - civil e militar - transportando, vigiando, protegendo, combatendo, cortando os céus deste imenso Brasil", disse Ezequiel, ocasião em que também destacou o papel da FAB. "Esta Casa tem a honra e o dever em prestar homenagem à essa instituição, sempre presente nos momentos cruciais de nossa história. A importância da FAB para o progresso de nosso País e para a defesa de nossa soberania é algo que dificilmente poderíamos mensurar", acrescentou.

Na oportunidade, o parlamentar rendeu homenagens e agradecimentos a um grupo de militares com destacada atuação no Estado, dentre eles o Comandante da Ala 10 e da Guarnição de Aeronáutica de Natal, o Brigadeiro do Ar Luiz Guilherme Silveira de Medeiros; o Diretor do Centro de Lançamento da Barreira do Inferno, Tenente-Coronel Engenheiro Fábio Andrade de Almeida; e o Tenente-Coronel Intendente Carlos José Rodrigues, Chefe do Grupamento de Apoio de Natal.

"Com tanta virtude e com tanto zelo, esses militares nos mostram que as aspirações e os anseios de um povo se transformam em um grande feito quando alimentados pela união, pela determinação e pela inesgotável força para prosseguir", enfatizou o presidente Ezequiel.

Em nome dos homenageados, o Brigadeiro do Ar Luiz Guilherme relembrou a história da aviação brasileira e agradeceu a honraria conferida pela Assembleia Legislativa. "Ao comemorar o Dia do Aviador, o Poder Legislativo reveste-se de um valor todo especial. Agradecemos ao deputado Ezequiel Ferreira por esse momento, oportunidade para rememorarmos os feitos de Santos Dumont e enaltecermos a Força Aérea Brasileira na missão de defender, controlar e integrar nosso espaço aéreo", declarou.

Também participaram da sessão os deputados Hermano Morais (MDB), Nelter Queiroz (MDB), José Adecio (DEM), Marcia Maia (PSDB) e Getúlio Rego (DEM).

brenobannernovo

Comentários (0)

Dia do Aviador será lembrado em sessão solene nesta terça-feira

Imprimir
PDF

assembleia_ezequielaviador

O Dia do Aviador, criado em 23 de outubro de 1936 em homenagem ao primeiro voo da história, terá homenagem da Assembleia Legislativa. A data foi instituída há 112 anos marcando o feito histórico do brasileiro Santos Dumont e a sessão solene nesta terça-feira (6), às 9h, é uma iniciativa do presidente da Casa, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB).

"A aviação tem forte impacto histórico no Rio Grande do Norte. Os pilotos que aqui são treinados incorporam o espírito daqueles que estiveram no teatro de operações durante a 2ª Grande Guerra e cunharam a expressão: Senta a púa. Que nas palavras de Austragésilo de Athayde: Sentar a Púa é lançar-se contra o inimigo com decisão, golpe de vista e vontade de aniquilá-lo. Quem vai sentar a púa não tergiversa. Assim nossos pilotos são forjados para o combate", disse Ezequiel Ferreira.

Aqui no Rio Grande do Norte, a Base Aérea de Natal com a nova concepção estratégica da FAB, passou a denominar-se Ala 10, organização militar voltada para a área operacional, com responsabilidade focada tanto nas atividades de preparo quanto nas ações de emprego da Força, quando assim for determinado. É hoje comandada pelo Brigadeiro do Ar, Luiz Guilherme Silveira de Medeiros, que também é Comandante da Guarnição de Aeronáutica de Natal, por ser a maior autoridade da Força Aérea em solo potiguar.

Foi em 1941, durante a Segunda Guerra Mundial, que a Força Aérea Brasileira (FAB) teve seu batismo de fogo. A partir da junção de equipamentos aéreos e pessoal da Marinha, do Exército e do então Departamento de Aviação Civil (DAC), instituiu-se o Ministério da Aeronáutica, que teve na FAB seu braço armado.

A Base Aérea de Natal, atualmente Ala 10, foi criada em 1942, durante o governo de Getúlio Vargas e ganhou um espaço na história durante a Segunda Guerra Mundial. Em novembro do mesmo ano, passaram a conviver no mesmo aeródromo, em "Parnamirim Field", duas bases aéreas. A brasileira, localizada no Setor Oeste do aeródromo, e a americana, no Setor Leste, conhecida como "Trampolim da Vitória", assim chamado por ser ponto obrigatório de passagem das aeronaves aliadas que se destinavam ao Teatro de Operações da África e da Europa.

Passada a participação em combates nos céus da Itália, ao lado das Forças Aliadas, a FAB tem hoje a missão de manter a soberania do espaço aéreo e integrar o território nacional, com vistas à defesa da pátria. Ao defender o Brasil, previne e impede a prática de atos hostis ou contrários aos interesses do país. Atua dia e noite para integrar o território nacional, cobrindo seus 12 milhões de quilômetros quadrados. E não envida esforços para controlar o espaço aéreo brasileiro, correspondente a 22 milhões de quilômetros quadrados, desde as fronteiras com os demais países da América do Sul a Leste, até o limite das águas internacionais a Oeste.

brenobannernovo

Comentários (0)