Banner

ediponatan.com.br

13
Ago

Raquel Dodge prorroga por mais um ano força-tarefa da Operação Lava Jato no Paraná

Imprimir
PDF

raquel-dodge-deltan

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, decidiu nesta segunda-feira (12) prorrogar por mais um ano a força-tarefa da Operação Lava Jato no Paraná. É a quinta vez que o grupo é prorrogado, desde sua criação em 2014.

A portaria que oficializa a medida será publicada nesta terça-feira (13) e deve ser submetida ao Conselho Superior do Ministério Público Federal (CSMPF). Quem coordena a força-tarefa da operação no estado é o procurador da República Deltan Dallagnol.

A criação ou encerramento de forças-tarefas é de responsabilidade do procurador-geral da República. A força-tarefa da Operação Lava Jato acabaria em 9 de setembro, mesmo mês em que se encerra o mandato de Dodge. Ela pode ou não ser reconduzida ao cargo – a decisão será do presidente Jair Bolsonaro.

Ao todo, a equipe tem 69 integrantes entre procuradores, servidores, contratados e estagiários.Em nota, a Procuradoria Geral da República (PGR) informou que, segundo dados da Secretaria-Geral do MPU, o grupo custa R$ 112,2 mil por mês. Por ano, considerando todos os encargos, o gasto chega a R$ 1,4 milhão.

Com informações do G1

brenobannernovo

Comentários (0)
25
Ago
03
Set
04
Set
13
Set

Quatro times do RN disputarão Série D de 2020

Imprimir
PDF

abceamerica

No Barrettão, em Ceará Mirim, Globo e ABC fizeram o duelo dos desesperados na Série C do Brasileirão. E quem se deu melhor – na medida do possível – foi o time visitante que, com gols de Wallyson e Jefinho, todos no segundo tempo, venceu por 2 a 0.

O resultado, no entanto, não foi o suficiente para livrar a equipe do rebaixamento. Na verdade, tanto Globo quanto ABC terminaram nas duas últimas colocações do Grupo A, o primeiro com 16 e o segundo com 18 pontos, e acabaram rebaixados para a Série D, divisão a qual o América está desde 2017. O Potiguar de Mossoró também disputará campeonato.

autoescolar3a1banner

Comentários (0)

GTNet Fibra chega a Lajes Pintadas e população adere a internet de maior qualidade da região Trairi

Imprimir
PDF

gtnet_lajespintadas1

A GTNet realizou com sucesso ação de instalação de fibra ótica na cidade de Lajes Pintadas.

Durante dois dias (segunda e terça desta semana), a empresa realizou diversos novos cadastros e migrações para a nova tecnologia e já começou as instalações nas residências dos lajespintadenses.

A GTNet oferece a tecnologia de fibra ótica é uma das tecnologias mais avançadas no mercado e garante uma conexão mais segura e rápida, garantindo satisfação dos seus clientes.

Clientes de Santa Cruz, Coronel Ezequiel e Lajes Pintadas já contam com a tecnologia da fibra ótica para melhor atender suas necessidades diárias de conexão, com a melhor qualidade do Trairi, padrão GTNet.

Venha você também para a GTNet. Rua Cosme Ferreira Marques, próximo a Funerária Santa Cruz e NadarVida Fitness, ou entrar em contato pelos telefones: (84) 3291-3913, 99916-8654 e pelo whats 98707-3000.

gtnet_lajespintadas4

gtnet_lajespintadas3

gtnet_lajespintadas2

Comentários (0)

Conarec 2019: CEO da Evolux participa de painel sobre experiência e expectativa do cliente

Imprimir
PDF

Gustavo_Diogenes_CEO_Evolux

Mais um para a conta! Dando continuidade ao cronograma 2019 de participações em grandes eventos voltados para o atendimento ao cliente, a Evolux® Sistemas é presença garantida em mais uma edição do Congresso Nacional das Relações Empresa-Clientes (Conarec), que acontece nos dias 10 e 11 de setembro no Hotel Transamérica (SP).

A empresa que desenvolve uma solução de tecnologia para Call Centers com foco em potencializar a experiência do atendimento oferecido aos clientes é patrocinadora Utility do encontro anual que reúne CEO's, executivos e diretores das maiores empresas do Brasil, em debates sobre as inovações mais relevantes no campo do relacionamento empresa-cliente.

O CEO da Evolux® Sistemas, Gustavo Diógenes, contribuirá com a sua expertise sobre gestão e atendimento, participando do painel "A Régua da Experiência. Aonde vai parar a expectativa do seu cliente?", realizado no dia 10/09, a partir das 13h35, na sala 5.

"Temos orgulho em apoiar um dos eventos corporativos mais renomados do país. Acreditamos que iniciativas como essa são essenciais para fomentar o crescimento, por meio da troca de experiências e compartilhamento dos desafios e soluções encontradas para vencê-los. Estamos empolgados com mais esta edição e queremos convidar todos para conferir as novidades do mercado", declarou Gustavo.

Além da participação no painel, a Evolux® terá um estande de atendimento (durante os dois dias), onde o time demonstrará a ferramenta e apresentará os novos recursos da suíte ao público: o IVR Builder e o Pulse Check Survey.

bannerfestajapi

Comentários (0)

Liminar do MPPF determina indisponibilidade de bens de Agripino e envolvidos em nomeação de funcionário fantasma

Imprimir
PDF

AGRIPINO

O Ministério Público Federal (MPF) obteve liminar que determina a indisponibilidade de bens do ex-senador José Agripino Maia, além de Raimundo Alves Maia Júnior (conhecido como Júnior Maia) e Victor Neves Wanderley (conhecido como Victor Souza). Os três respondem a ação de improbidade e denúncia por desvio de aproximadamente R$ 600 mil de recursos federais, por meio de um esquema de nomeação de "funcionário fantasma".

A decisão da 4ª Vara Federal do Rio Grande do Norte deferiu pedido do MPF para bloqueio imediato de valores em dinheiro e, se necessário, também de veículos e bens móveis e imóveis dos réus em montante suficiente para garantir o ressarcimento do suposto dano causado.

Esquema – As investigações apontam que, entre março de 2009 e março de 2016, José Agripino nomeou e manteve como secretário de seu gabinete em Brasília Victor Souza, que era gerente de farmácia em Natal e, desde 2017, é presidente da Câmara de Vereadores do município de Campo Redondo.

Ele não prestava serviços e repassava a remuneração recebida do Senado a Júnior Maia (que declarou ser sogro de Victor). Como era servidor da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, Júnior Maia não poderia assumir oficialmente a função no Congresso e, por isso, foi montado o esquema ilegal, por meio da nomeação fictícia de Victor Souza, por determinação de José Agripino.

Além da ação de improbidade, o MPF já ratificou junto à Justiça Federal do RN uma denúncia por associação criminosa e peculato – a respeito dos mesmos fatos –, que havia sido apresentada inicialmente pela Procuradoria-Geral da República (PGR) ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Caso condenados na ação de improbidade (AIA nº 808366-72.2019.4.05.8400), os três poderão ser sentenciados ao ressarcimento integral do dano, à perda da função pública, à suspensão dos direitos políticos, ao pagamento de multa e à proibição de contratar com o Poder Público. Já na denúncia (Ação Penal 08004144-61.2019.4.05.8400), o MPF pede o ressarcimento do valor com correção e juros, requer indenização por danos morais coletivos em quantia equivalente ao dobro da desviada, bem como a perda do "cargo ou emprego público ou mandato eletivo" que eventualmente os envolvidos estejam ocupando.

Banner_Queijeira_1950x300

Comentários (0)