Banner

ediponatan.com.br

25
Jun

Política estadual de economia solidária é tema de debate na Assembleia

Imprimir
PDF

assembleia_detabeeconomiasolidaria

A Política Estadual de Economia Solidária (Ecosol), instituída pela Lei 8.798/2006, de autoria do deputado Mineiro Lula (PT), e sua regularização através da criação do Fundo Estadual de Ecosol foram discutidas na Assembleia Legislativa, nesta segunda-feira (25). Proposta pelo parlamentar Mineiro, em parceria com o Fórum Potiguar e o Conselho Estadual de Economia Solidária (Ceeps/RN), a audiência também homenageou o professor Paul Singer, um dos fundadores do PT e considerado "pai" da Economia Solidária nos governos Lula e Dilma.

Paul Singer faleceu em 16 de abril deste ano, deixando um legado em defesa da Economia Solidária como política de inclusão, desenvolvimento com sustentabilidade e justiça social.

"Vivemos um momento de muitos retrocessos e de destruição de várias Políticas Públicas que havíamos conquistado nos últimos anos. Uma delas é a Economia Solidária. O que nos resta, além de resistir, é reafirmar essa agenda e buscar novos caminhos, nova estratégias. A força da Economia Solidária vem da base, mas a implementação das Políticas Públicas vem do Estado", argumentou Mineiro.

Segundo o professor Roberto Marinho, do Departamento de Serviço Social da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Paul Singer era um utópico militante, no sentido de que ele vislumbrava uma sociedade diferente para si e sua comunidade.

A respeito da Economia Solidária, o professor afirmou que ela faz uma ponte entre economia e solidariedade. "É uma utopia militante, é um trabalho em cooperação. Paul Singer tinha uma visão de que se a Economia Solidária se isolasse dos outros movimentos sociais ela iria se perder. Por isso precisamos nos unir e nos aproximar dos outros movimentos populares", explicou Roberto Marinho.

Presidente da Federação dos Artesãos do RN, Edilza Fernandes ressaltou a importância e o significado de Paul Singer para todos. Além disso, a presidente falou dos desafios enfrentados no dia a dia e da assistência necessária à manutenção das 16 instituições interligadas à sua instituição.

"A maioria das associações tem muitos problemas administrativos e financeiros. Enquanto Federação nós procuramos dar o respaldo necessário, mas o problema é que as Políticas Públicas a nosso favor ainda são muito frágeis, e as associações não podem viver só de assistencialismo", advertiu Edilza Fernandes.

Enfatizando o trabalho e os desafios da Central de Comercialização da Agricultura Familiar e Economia Solidária (CECAF), a sua presidente, Fátima Torres, disse que os principais objetivos da entidade são gerar renda e fortalecer os valores do trabalho no campo.

"Nós produzimos de 50 a 80 toneladas de alimentos mensalmente. Mesmo em época de estiagem, temos uma Central de Agricultura Familiar funcionando. E nós queremos mais. A intenção é transformar a CECAF em referência de produtos regionais, com valor agregado", explicou a presidente.

Fátima Torres também ressaltou os desafios das 12 cooperativas da CECAF. "Nós precisamos, primeiro, comercializar de forma coletiva para diminuir os custos. Depois, é preciso ter acesso às Políticas Públicas. Falta crédito e assistência técnica, e ainda assim estamos funcionando e crescendo. Precisamos cobrar uma política efetiva para a Economia Solidária", concluiu.

Já o consultor do Programa de Economia Solidária da Secretaria do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (SETHAS), José de Arimatéia, detalhou o significado e as características da atividade.

"Esse tipo de economia busca qualidade de vida, saúde, cultura, lazer, além da participação política nesse processo. É um modo de produção baseado na cooperação e autogestão. Na Economia Solidária, a renda é partilhada e gerada pelo grupo. O protagonismo é dos direitos humanos, das mulheres, da juventude, do artesanato, de uma agricultura familiar e mais sustentável", explicou.

"Todos nós sonhamos com justiça, solidariedade, cooperação e direitos do cidadão. A gente quer a regularização da Lei Estadual de Economia Solidária. Só pedimos o que está na lei. Só isso". Essas foram palavras da presidente do Conselho Estadual de Economia Popular Solidária, Lidiane Freire.

A presidente disse ainda que seus representados querem o funcionamento regular do Conselho, a efetivação de uma política orçamentária e de um Plano Estadual que possibilite a construção de estratégias e ações para o implemento da Economia Solidária no estado.

Ao final da audiência, o deputado Mineiro Lula sugeriu que o Fórum Estadual de Economia Solidária elabore um conjunto de propostas para tentar pautar o debate eleitoral deste ano, que "será um momento importante para definir os rumos do RN e do Brasil".

bannerpostagensumacasa

Comentários (0)
10
Jul
18
Jul
18
Jun
05
Mar

Consign Promotora de Crédito anuncia que ativos e pensionistas da Marinha do Brasil estão sua margem para empréstimo ampliada

Imprimir
PDF

consign_marinha

A Consign Promotora de Crédito está com uma grande oportunidade para os ativos e pensionistas da Marinha do Brasil.

A margem de consignação de crédito para este tipo de servidor foi ampliada pela própria Marinha Brasileira de 30% para 70% dos rendimentos do servidor. É a maior margem para um servidor no país.

Com isso, os ativos e pensionistas da Marinha podem procurar a Consign para fazer seu empréstimo com esta grande margem de crédito e ter acesso ao benefício na hora.

Sem falar que terá as informações necessárias no local que tem Sergio do Banco como representante, com credibilidade para fazer com que seu crédito seja liberado o mais rápido possível e com segurança necessária.

Visite hoje mesmo a Consign Promotora de Crédito, localizada no Shopping Mendonça Mall, por traz da Matriz de Santa Rita de Cássia, em horário de funcionamento de segunda a sexta-feira das 7:30h às 12h e das 13h às 17h.

Comentários (0)

Greve dos professores federais completa um mês sem previsão de término

Imprimir
PDF

A greve dos professores das universidades federais completa um mês hoje (17) sem nenhuma perspectiva para o fim do movimento. O Ministério do Planejamento prometeu apresentar na próxima terça-feira (12) uma proposta para o plano de carreira dos docentes. Contudo, o Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes) avalia que a greve não será encerrada, mesmo se a proposta for considerada boa.

"Esperamos que o governo pare de enrolar e apresente uma proposta concreta. Esperamos que haja algo objetivo para que, a partir daí, possamos iniciar um processo de negociação. O fim da greve sequer está na nossa pauta", disse o primeiro vice-presidente da Andes, Luiz Henrique Schuch.

banner_odontopremium

Comentários (0)

Santa Cruz recebe em setembro show de Carlinhos Maia; vendas de senhas são iniciadas

Imprimir
PDF

carlinhosmaiasenhasSanta Cruz recebe no mês de setembro um dos maiores humoristas da atualidade no Brasil, Carlinhos Maia.

Fenômeno nas redes sociais, especialmente Facebook e Instagram, Carlinhos Maia vem ao estado para uma temporada de shows em apenas quatro municípios, entre eles Santa Cruz.

O espetáculo do humorista em Santa Cruz será no dia 13 de setembro, uma quinta-feira, no Clube dos Funcionários Juvenal Pé de Copa. E a venda de senhas foi iniciada nesta quarta-feira.

Os interessados no show podem procurar as senhas no Dério's Salão e Barbearia ou em Galdino Cell, no valor de R$ 40,00 setor Ouro e R$ 30,00 setor Prata. Aqueles que desejarem podem comprar ainda pelo site www.bilheteriadigital.com.

Com o show de Carlinhos Maia, Santa Cruz se consolida ainda mais no roteiro dos grandes shows de humor do país, graças ao trabalho da Pé Quente Produtora, que tem trazido humoristas renomados para Santa Cruz nos últimos anos.

Comentários (0)

Santa Cruz entrou com pedido de efeito suspensivo

Imprimir
PDF

Punido com a perda de dois mandos de campo, e com a interdição do Iberezão, até ser tomado as seguintes providencias: estipular local neutro (sem acesso de torcida local ou visitante) para o estacionamento dos veículos dos Representantes da Federação Estadual de Futebol e da Comissão de Arbitragem, visando garantir a integridade física e material dos mesmos, o Santa Cruz entrou na sexta-feira passada com pedido de efeito suspensivo da pena.

Amanhã – hoje não tem expediente na federação – o presidente do Tribunal, Honório Júnior deve apreciar o pedido do tricolor. A punição foi em decorrência de incidentes que aconteceram no estádio Iberezão, quando os automóveis do árbitro Zandick Gondim Junior e do delegado da FNF foram danificados por torcedores do Santa.

A tendência é que o TJD acate o pedido de efeito suspensivo e o jogo de domingo contra o ABC pela sétima rodada seja mantido para o Iberezão.

Com informações do Blog de Marcos Lopes

autoescolar3a1banner

Comentários (0)