RN no G1

Últimas notícias de Natal e todo o estado do RN. Acompanhe informações de trânsito, tempo, agenda cultural, telejornais e coberturas da Inter TV Cabugi
G1 > Rio Grande do Norte

  1. Com seis músicas, disco tenta dialogar com o momento atual, através de um olhar para dentro de cada um. Camomila Chá lançou novo álbum Diego Marcel O banda potiguar Camomila Chá lançou nesta semana o segundo álbum de estúdio do grupo. "Reconexão" (clique AQUI para ouvir) conta com seis músicas que tentam dialogar com o momento atual, através de um olhar para dentro e a busca de reconexão com a essência. Para o novo trabalho, Camila Pedrassoli e Juliana Furtado tiveram convidadas especiais, como Tiquinha Rodrigues, Vitoria de Santi, Marie Gabriella, Bia Wolf e Ju Strassacapa. “Escrevi as letras em momentos de reflexão e contemplação que esta pausa de 2020 permitiu. Compartilhar isto será de grande significado pra mim. Todo o processo foi cheio de amor, isso se reflete desde a criação das músicas até a capa do álbum, feita pela maravilhosa artista e amiga querida Ara Teles, que após uma conversa captou totalmente a essência do trabalho e nos surpreendeu com essa capa sensível, forte e mágica”, explica Juliana Furtado. “Reconexão” tem distribuição da Rapport Produções. O álbum foi lançado oficialmente na edição mais recente do Festival Camomila e está disponível nas plataformas digitais desde o dia 20 de setembro. A Camomila Chá é uma banda de mantras, cantos sagrados e meditação, que foi Idealizada por Juliana Furtado e Camila Pedrassoli. O grupo nasceu da vontade de compartilhar momentos de paz, amor e autoconhecimento, buscando uma reflexão sobre o papel neste mundo. Ficha Técnica Camila Pedrassoli - voz, violões, harmônio, synth e efeitos Juliana Furtado - voz, shruti box, sinos e efeitos Gravação: Camila Pedrassoli Edição: Camila Pedrassoli Mixagem e Masterização: Eduardo Pinheiro - Estúdios Megafone Produção Executiva: Guria Produtora Assistente Produção: Vitoria de Santi e Carol Queiroz Capa: Ara Teles Mídias sociais: Byanca Vanderlei e Jamisson Pinheiro Assessoria de imprensa local: Sollar Comunicação Assessoria de imprensa nacional: Trovoa Comunicação Selo: Guria Produtora Distribuição: Rapport Produções Faixa 4 - "Tudo é luz" voz Marie gravada por Zelão Martins Faixa 6 - "Eu vou girando" tambores e vozes gravados e editados por Bia Wolf e Ju Strassacapa no estúdio Nimbus/SP mixada por Florência Saraiva Convidadas especiais: Tiquinha Rodrigues - Violino Vitória de Santi - teclado e baixo Marie Gabriella - voz em “Tudo é Luz” Bia Wolf e Ju Strassacapa – vocais, tambores e efeitos em “Eu vou girando”

  2. Caso aconteceu na madrugada deste domingo (20) no bairro Nossa Senhora da Apresentação, na Zona Norte. Arma de fogo artesanal foi utilizada por idoso Geraldo Jerônimo/Inter TV Cabugi Um idoso de 76 anos foi preso em flagrante na madrugada deste domingo (20) após atirar em um vizinho de 35 anos com uma arma de fogo artesanal. O caso aconteceu na comunidade Vila Paraíso, no bairro Nossa Senhora da Apresentação, na Zona Norte de Natal. A vítima do disparo foi socorrida para o Pronto Socorro Clóvis Sarinho, onde segue internado. De acordo com a Polícia Militar, o idoso disse que os dois haviam discutido e alegou que o vizinho sacou uma arma contra ele, o que o fez reagir e atirar. A arma que o suspeito alegou estar com a vítima, no entanto, não foi encontrada. Dessa forma, o idoso foi preso em flagrante e o delegado de plantão entendeu que não houve legítima defesa. O suspeito, assim, vai responder pelo crime de tentativa de homicídio. A arma de fogo artesanal utilizada pelo idoso é conhecida como "garruncha".

  3. Retomada acontece nesta segunda-feira (21). Apenas os serviços previamente agendados serão realizados, como medida de biossegurança. Centrais do Cidadão estão retomando serviços Divulgação Centrais do Cidadão de nove cidades do Rio Grande do Norte vão ampliar os atendimentos presenciais a partir desta segunda-feira (21). A retomada acontece conforme preconiza o Plano de Ampliação da Jornada de Trabalho Presencial, do Governo do RN. No entanto, apenas os serviços previamente agendados - com apresentação do documento do agendamento - serão realizados, como medida de biossegurança em função do coronavírus. Serão retomados atendimentos do Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran), Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) e Sistema Nacional de Emprego (Sine). As listas com todos os locais que já retomaram as atividades estão no site da Secretaria de Estado da Administração. Para o Detran, os usuários poderão agendar atendimento nas Centrais do Cidadão localizadas em Assu, Currais Novos, Nova Cruz, Parelhas e São Paulo do Potengi, das 7h às 13h. Em Assu e Currais Novos vão funcionar os serviços de registro e vistoria, enquanto em Nova Cruz, Parelhas e São Paulo do Potengi, as unidades vão reabrir para o serviço de provão inicialmente. A partir de 28 de setembro, os serviços de habilitação e clínica serão ampliados para Assu, Currais Novos, Parelhas e São Paulo do Potengi, além de João Câmara. As unidades da Zona Norte de Natal (Shopping Estação), Parnamirim, São Gonçalo do Amarante e João Câmara também foram reativadas desde o dia 14 de setembro. Já para os atendimentos no Itep, retornam as Centrais do Cidadão de Canguaretama, Nova Cruz e Pau dos Ferros (7h às 13h), além da localizada no Shopping Estação em Mossoró (8h às 14h). A Central do Cidadão de Parnamirim também vai ampliar os serviços para apoio das atividades do Sine a partir de terça-feira (22), das 8h às 14h. É preciso agendar pelo número (84) 99112-1911. Em Assu, Currais Novos, João Câmara, Mossoró (Rodoviária), Pau dos Ferros e Santa Cruz, esse serviço já tinha retornado. Quem tiver com o atendimento agendado e for até uma Central do Cidadão deve seguir normas de segurança interna, como higienização, distanciamento social, e uso máscaras de proteção. Detran Os usuários interessados em agendar quaisquer serviços do Detran (habilitação, clínica, registro, vistoria, provão) devem acessar o site do órgão e clicar no ícone "Agendamentos". Itep O agendamento para emissão da Carteira de Identidade (RG) é feito exclusivamente online. É necessário a criação de um cadastro, com e-mail e senha, além da apresentação do CPF do titular. O agendamento pelo site oferecerá atendimento no dia útil seguinte, com horário marcado. Sine Em Parnamirim, o agendamento pode ser feito, provisoriamente, por meio do telefone (84) 99112-1911. Nas demais unidades (Assú, Currais Novos, João Câmara, Mossoró - Rodoviária, Pau dos Ferros e Santa Cruz), via número 3190-0777.

  4. Prato é conhecido dessa forma por ser temperado a base de especiarias como cravo, canela, erva doce e pimenta do reino. Espécie, doce feito a base de gergelim e rapadura Iara Nóbrega/Inter TV Costa Branca Um doce é um prato praticamente indispensável em muitas casas do Rio Grande do Norte. Quando é feito a base de rapadura, então, ganha um toque especial no paladar potiguar. Esse é o caso do doce "Espécie", que, além da rapadura, tem em sua composição principal, o gergelim. O alimento recebe esse nome por ser temperado a base de especiarias como cravo, canela, erva doce e pimenta do reino. A receita aqui ensinada é da casa da dona Maria de Lourdes, de 89 anos, e da filha, Ieda Farias. "Aprendi a receita com minha mãe aos 15 anos de idade e fui passando para minhas filhas, hoje por conta da idade avançada não faço mais", disse Maria. Vamos aos ingredientes: 3 rapaduras preta de cerca de 750 gramas 1 Litro de água 1 kg de gergelim 1 pires de farinha de mandioca 1 pitada de cravo 1 pitada de pimenta do reino 1 pitada de erva-doce 1 colher de margarina ou manteiga da terra canela para salpica Espécie, doce de rapadura e gergelim Iara Nóbrega/Inter TV Costa Branca Modo de Preparo Em um panela quente coloque o gergelim em porções de 350 g para torrar. Sempre mexendo, até dourar. Quando o gergelim começar a salpicar, retire-o do fogo: é sinal que o gergelim tá no ponto. Acrescente a farinha de mandioca ao gergelim e passe a misturar em um moinho ou liquidificador até ficar bem triturado. Em outra panela, coloque a rapadura preta quebradinha e vá misturando com 1 litro de água até transformá-la em um mel. O passo seguinte é coar o mel da rapadura para retirar os "fiapos" da cana de açúcar. Neste ponto, a parte importante do preparo: vá misturando o mel com o gergelim triturado que já foi passado no moinho, em uma panela. Quando estiver tudo misturado, acrescente as especiarias (cravo, canela, pimenta do reino, erva-doce) e a manteiga, sempre mexendo até desgrudar do fundo da panela. O doce rende 2k g. Para servir, acrescente castanhas de caju (opcional) e salpique canela. Receita é especialidade de Maria de Lourdes e Ieda Farias Iara Nóbrega/Inter TV Costa Branca

  5. Chuvas do inverno deste ano ajudaram na alimentação dos animais. Dados constam em levantamento da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Leite retirado da vaca no Seridó do RN Isaiana Santos/Inter TV Costa Branca Francimar Azevedo acorda todos os dias muito cedo. A rotina é a mesma todos os dias: começa tirando o leite das quatros vacas que cria num cercado que fica na comunidade da Barra da Espingarda, na cidade de Caicó, região do Seridó potiguar. Por dia, tira em média 30 litros de leite. A produção ainda é pequena, mas deve aumentar nos próximos anos. “O inverno foi maior aqui na nossa região do Seridó, teve canto que choveu 700 mm, e isso alavancou mais a produtividade”, falou ele, que é mais conhecido como “Mazinho”. Dados divulgados pelo anuário do leite da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) referentes a 2020 mostram que houve um aumento de 11,54% na produção de leite no Rio Grande do Norte nos últimos oito anos. Em 2011, antes do início do período de seca, a produção foi de 69 milhões de litros. Já no ano passado, a produção atingiu 77 milhões. As chuvas do inverno deste ano também ajudaram Mazinho e outros produtores do estado a complementarem a alimentação das vacas diminuindo os custos, com a produção de volumoso, como sorgo, milho e capim elefante. Com mais comida, mais produção de leite. Segundo a Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn), até o mês de setembro foram 771,8 m de chuva na cidade de Caicó - a chuva foi acima da média em toda região Seridó. Mazinho produz leite diariamente em Caicó Isaiana Santos/Inter TV Costa Branca “Quanto menor o custo para a produção do volumoso, ele também vai armazenar esse volumoso no decorrer do ano e vai diminuir os custos da produção de leite, que também vai agregar com o uso dos concentrados. Quando se coloca tudo isso numa conta, tem uma baixa na produção do custo do litro de leite, o que faz com que ele tenha um maior rentabilidade”, explicou o gerente do Sebrae Caicó Pedro Medeiros. “O aumento tem acontecido, os produtores têm inserido na sua atividade leiteira algumas técnicas de convivência com a seca. Isso tem melhorado a produtividade do rebanho, como também a genética do rebanho. Depois de sete anos de estiagem, os produtores têm observado isso. Eles têm percebido que o melhoramento genético é uma dessas alternativas para poder melhorar a eficiência do rebanho". O leite que Mazinho tira todos os dias pela manhã vai direto para a produção de queijo em uma queijeira artesanal que ele tem. A esposa, Maria Santana, e a filha, Larissa Kelly, ajudam na fabricação do queijo de coalho. Por dia, são fabricados cerca de 13 kg, o que exige uma boa quantidade e qualidade do leite. Por causa da pandemia e da grande produção, alguns criadores não tinham a quem vender o leite, o que fez Mazinho comprar a produção para fabricar mais queijo. São cerca de 100 litros diários adquiridos de pequenos produtores da região. “O leite de qualidade é essencial para se produzir um produto nobre que nós temos aqui na região do Seridó, que é o queijo. Então tem todo esse cuidado nos manejos sanitários, no manejo com a ordenha que são feitos pelos produtores e precisam chegar na unidade de beneficiamento de leite, no laticínio, nas queijeiras, para que seja feito um produto de qualidade com a tradição secular aqui na região. E isso também vem passando por um momento de transformação e adequação para que se possa ganhar o mercado estadual e nacional dos queijos produzidos aqui e melhorar a vida do homem que produz diariamente aqui na região", falou o gerente Pedro Medeiros. A bacia leiteira do Seridó Potiguar é a mais importante do estado. A maior parte do leite produzido, vai para a fabricação de queijos e derivados. Produção de leite cresceu no RN Isaiana Santos/Inter TV Costa Branca

  6. Evento aconteceu na manhã deste sábado (19) em Ponta Negra. Pit Stop da Inclusão marca o Dia Nacional da Luta da Pessoa com Deficiência em Natal Divulgação A comemoração do Dia Nacional da Luta da Pessoa com Deficiência foi antecipada para este sábado (19) em Natal e contou com um 'Pit Stop da Inclusão'. A ação aconteceu na Avenida Praia de Ponta Negra, na Zona Sul da capital. Quem passava pelo local tinha a oportunidade de conversar sobre inclusão e recebia brindes em alusão à luta da pessoa com deficiência. “É uma data de grande importância para nós, porque apesar de termos conseguido conquistas importantes nos últimos tempos, ainda falta muito para as pessoas com deficiência serem totalmente incluídas na nossa sociedade”, diz Jackson Alexandre, presidente em exercício da Sociedade Amigos do Deficiente Físico do RN (Sadef/RN), uma das instituições organizadoras do evento. A programação teve que ser adaptada por causa da pandemia e, além da Sadef, contou com a presença de outras 11 associações e ONGs que militam em prol das pessoas com autismo, síndrome de down, deficiência visual, e doenças raras, entre outras. “Essa luta é constante, e precisa de visibilidade. Não pedimos nada além do que é nosso direito: inclusão, acessibilidade, respeito e dignidade. O Setembro Verde, que marca essa luta, não tem essa cor por acaso. É o verde da esperança de uma sociedade mais justa e igual para todos, com ou sem deficiência”, alerta Jackson. Dia 21 de setembro é o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência que foi instituído em 1982, por movimentos sociais, com o objetivo de promover e debater a inclusão social. Em 2005, a data foi oficializada pelo então vice-presidente José Alencar. Segundo o IBGE, no RN, cerca de 28% da população tem algum tipo de deficiência.

  7. Márcio Justino da Nóbrega, de 40 anos, era chefe de gabinete da Prefeitura de Várzea, na Paraíba. Márcio Justino da Nóbrega, de 40 anos, era chefe de gabinete da Prefeitura de Várzea, na Paraíba Redes Sociais Um carro caiu em um açude às margens da RN-089, entre os municípios de Ouro Branco e Jardim do Seridó, no Rio Grande do Norte, na noite desta sexta (18). O jornalista Márcio Justino da Nóbrega, de 40 anos, morreu no acidente. Ele era chefe de gabinete da Prefeitura de Várzea, município da Paraíba. O acidente aconteceu por volta das 21h. Segundo moradores da região, Márcio perdeu o controle da direção e o carro caiu no açude. Ele não conseguiu sair do veículo e morreu no local. Outras duas pessoas que estavam no carro conseguiram sair do açude, foram socorridos e passam bem. Eles estavam indo para Jardim do Seridó. Márcio era paraibano. A Câmara Municipal de Várzea emitiu nota de pesar pela morte do jornalista. Nas redes sociais, amigos e parentes lamentaram a morte do jornalista. "A cidade de Várzea hoje amanheceu triste, silenciosa e sem acreditar que não teremos mais a oportunidade de desfrutar da companhia do seu filho mais alegre, animado e cheio de vida e energia. Perdemos nosso Chefe de gabinete e principalmente nosso amigo querido. Deixo registrado aqui o que sempre disse em vida a ele: Que tinha muita admiração pela sua competência, responsabilidade, diligência e solicitude. Marcinho, meu querido, vc sempre tão cheio de sonhos, foi agora sonhar na casa do pai", escreveu a amiga Francisca Gadelha. "Que triste notícia. Deus te receba e te dê o descanso eterno. Tantos planos no curso de direito.... Deus conforte toda a cidade de Várzea e sua família. Uma grande perda para todos", lamentou o amigo Luciano Almeida. carro caiu em um açude às margens da RN-089, entre os municípios de Ouro Branco e Jardim do Seridó, no Rio Grande do Norte, na noite desta sexta (18) Redes Sociais carro caiu em um açude às margens da RN-089, entre os municípios de Ouro Branco e Jardim do Seridó, no Rio Grande do Norte, na noite desta sexta (18) Redes Sociais

  8. Crime aconteceu na manhã deste sábado (19) em Macaíba. Ele reagiu e baleou dois assaltantes. Criminosos baleados foram levados para o Hospital Deoclécio Marques, em Parnamirim Divulgação/PM Um sargento da Polícia Militar foi baleado em uma tentativa de assalto na manhã deste sábado (19), em Macaíba, na Grande Natal. O PM reagiu ao assalto e baleou os dois assaltantes. No momento da abordagem, o sargento ia em direção ao Conjunto Auta de Souza para praticar ciclismo. Quando os dois criminosos anunciaram o assalto o PM reagiu, atirou nos assaltantes e acabou baleado no ombro. O sargento foi levado para o Hospital Walfredo Gurgel onde foi submetido a uma cirurgia para retirada da bala e passa bem. Os criminosos baleados conseguiram fugir, mas foram capturados pela Polícia Militar logo em seguida. Os dois foram atendidos no Hospital Deoclécio Marques, em Parnamirim.

  9. Segundo pesquisadores, novos tremores podem acontecer na região nos próximos dias, mas não há risco de tsunami. Terremoto de magnitude 6.9 é registrado a leste do arquipélago de São Pedro e São Paulo Um tremor de magnitude 6.9 foi registrado na noite de sexta-feira (18) no Atlântico, próximo ao arquipélago São Pedro e São Paulo, que fica a quase 1 mil quilômetros de Natal. O evento foi confirmado pelo Laboratório Sismológico da UFRN (LabSis/UFRN), que captou a atividade às 21h43. No último dia 30 de agosto outro tremor de magnitude 6.5 já havia sido registrado no local. De acordo com o geólogo Eduardo Menezes, que integra a equipe do Labsis, os tremores nessa região são comuns. "É o próprio movimento oceânico, de separação dos continentes, que causa esses tremores", disse. Terremoto de 6.9 de magnitude é registrado no arquipélago São Pedro e São Paulo Reprodução Labsis/Google Ainda segundo o geólogo, apesar da magnitude do tremor, não há risco de tsunami já que, para que isso ocorra, de forma perceptível, é preciso ter magnitude acima de 7.5 e o movimento na falha sísmica tem que ser do tipo reverso ou normal, o que causaria um levantamento ou afundamento brusco do soalho oceânico. De acordo com o Labsis, no caso do evento no arquipélago o movimento da falha sísmica é do tipo transcorrente - um tipo de movimento em que há somente deslizamento horizontal de um lado da falha em relação ao outro. O epicentro do evento foi localizado a aproximadamente 282 km a leste de São Pedro e São Paulo, a 816 km a nordeste de Fernando de Noronha, a 1.184 km a nordeste de São Miguel do Gostoso, a 1.193 km a nordeste de Natal, a 1.338 km a norte-nordeste de Recife e a 1.405 km a nordeste de Fortaleza. A Marinha informou que o tremor não foi sentido pelos quatro militares que se encontram atualmente na Estação Científica do Arquipélago de São Pedro e São Paulo (ECASPSP). Ainda de acordo com o Labsis, dada a magnitude do tremor é de se esperar que novas réplicas venham a ocorrer nas próximas horas, ou mesmo dias.

  10. Documento foi publicado no Diário Oficial deste sábado (19) e autoriza o retorno das aulas presenciais nas escolas privadas de todo o estado a partir de 5 de outubro. Decreto oficializa suspensão das aulas presenciais até fim do ano na rede pública do RN TV Globo O governo publicou um decreto que oficializa a suspensão das aulas presenciais na rede pública de ensino do Rio Grande do Norte até o fim de 2020. O documento não estipula um prazo para retomada das aulas em 2021. Além disso, o decreto permite o retorno das aulas presenciais nas escolas privadas de todo o estado a partir de 5 de outubro. As aulas presenciais foram suspensas em março por causa da pandemia do coronavírus. Em Natal o retorno das aulas presenciais foi autorizado pelo prefeito Álvaro Dias no dia 10 de setembro e as aulas foram retomadas em algumas escolas no dia 14. De acordo com decreto estadual publicado neste sábado (19), a prorrogação da suspensão das aulas não implica, necessariamente, na prorrogação do calendário escolar, "que poderá ser cumprido mediante estratégias de ensino de forma não presenciais". O decreto determina ainda que a prorrogação da suspensão das aulas presenciais não poderá impor prejuízos ao calendário acadêmico dos estudantes, "especialmente daqueles que estão cursando o último ano do ensino fundamental e do ensino médio, incluindo a educação de jovens e adultos, devendo ser assegurado o cumprimento da carga horária por meio de estratégias alternativas de ensino a fim de garantir a certificação dos estudantes". A publicação informa que a criação e implementação de medidas alternativas para garantir menor desvantagem, danos, ou possíveis prejuízos aos estudantes em decorrência da suspensão das aulas presenciais compete à Secretaria de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer (SEEC) e às Secretarias Municipais de Educação. Escolas particulares e faculdades A retomada das aulas presenciais nas escolas privadas e nas instituições de ensino superior estão autorizadas a partir de 5 de outubro. O decreto determina que devem ser mantidas atividades não presenciais para "alunos, professores e funcionários que se encontrem no grupo de risco, que coabitem com integrantes do grupo de risco e para aqueles cujos responsáveis optarem pela modalidade não presencial". Entenda algumas das expressões mais usadas na pandemia do covid-19