Deputado federal do RN quer prisão preventiva de Lula por incitação à violência

20191110215454Jw6nf7

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) já causou polêmica logo nos seus primeiros discursos fora da cadeia. O petista deixou a prisão na última sexta-feira (08), após passar 580 dias detido na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba (PR). E, ao discursar para sua militância, disse que o povo brasileira deveria fazer como no Chile e atacar o governo.

"Declarações dos marginais do PT que acabaram de ser soltos, pela irresponsável decisão de seus 'ministros-defensores' do STF, abre caminho para que o Governo Bolsonaro aja para combater a incitação à violência cometida por eles. É o caso de prisão preventiva. Temos Comando!", disse o deputado federal general Girão Monteiro (PSL) em suas redes sociais.

O parlamentar acrescentou ainda, em outra postagem, que o fato se torna ainda mais grave "quando se trata de bandido aguardando o transitado em julgado"

Fonte: Portal Grande Ponto

{BANNER}

Policiais chegam a entendimento com Governo e encerram Operação Zero

f13a94ce-06e2-4ce9-a7c7-c15b36174c94-750x422

Os policiais civis deliberaram, na tarde desta sexta-feira, 8, por encerrar a Operação Zero deflagrada no início da manhã. A categoria aceitou a última proposta apresentada pelo Governo do Estado durante reunião com o SINPOL-RN, no início da tarde.

Com a deliberação por encerrar a Operação Zero, as delegacias voltam ao funcionamento normal.

No início da tarde, o Governo apresentou ao SINPOL-RN uma proposta que vai atender ao pleito de reestruturação da carreira dos Agentes e Escrivães, aplicar as promoções que estão em atraso, bem como outros pontos da pauta de reivindicações.

A diretoria do sindicato levou a proposta para os policiais civis que estavam na Central de Flagrantes durante todo o dia. Em assembleia geral, a maioria decidiu aceitar.

A partir de agora, o SINPOL-RN e o Governo vão trabalhar na finalização da minuta de um Projeto de Lei para ser enviado à Assembleia Legislativa ainda neste mês de novembro.

Com informações do Agora RN

{BANNER}

UFRN discute ações de cultura e arte no interior do RN

WhatsApp-Image-2019-11-07-at-09.05.37

A cultura e a arte ganharão um maior espaço de divulgação nas cidades de Currais Novos, Santa Cruz e Caicó em 2020. Essa é a proposta a ser discutida no Seminário de Arte e Cultura da UFRN que acontece, na próxima semana, nas três cidades do interior do Rio Grande do Norte (RN). No evento, será feito um diagnóstico e colhidas proposições culturais e artísticas a serem realizadas nessas localidades no próximo ano.

O Seminário acontece nos dias 11, 12 e 13 de novembro, promovido pela UFRN, por meio da Pró-Reitoria de Extensão (Proex) e Núcleo de Arte e Cultura (NAC), e conta com o apoio da Fundação José Augusto (FJA), órgão ligado ao Governo do Estado do RN. Estão envolvidas na ação as Secretarias de Cultura e de Educação do Estado e municípios, fóruns de cultura das regiões visitadas e representantes dos campus do interior (Facisa, Ceres Caicó e Currais Novos).

Para a diretora do Núcleo de Arte e Cultura (NAC), Teodora Alves, a proposta é construir o calendário de ações para o interior com a participação dos agentes culturais, das pessoas envolvidas com arte e cultura no âmbito de cada campus da UFRN e da comunidade externa. "Nesse primeiro momento esperamos que todos participem e contribuam com as ideias, a partir de alguns eixos temáticos definidos, para que a gente possa construir um planejamento para 2020, sempre dialogando com a política de cultura da UFRN", destaca.

A primeira cidade a receber o Seminário será Santa Cruz, na segunda-feira, 11 de novembro. O encontro acontece no período da manhã, no Complexo Cultural Santá, e à tarde, no auditório da Faculdade de Ciências da Saúde (Facisa). No dia seguinte, a caravana visitará Currais Novos, com um encontro a ser realizado no Solar das Artes durante todo o dia. No dia 13, será a vez da cidade de Caicó, onde o Seminário acontece no Museu do Seridó, na parte da manhã, e a Casa de Cultura, à tarde.

O Seminário é organizado com debates de dois eixos diferentes, um voltado para as apresentações (espetáculos) e outro focado na formação, como realização de cursos e oficinas, construindo uma programação a curto e médio prazo. "A ideia que a programação seja definida para todo o ano de 2020, mas vai depender dos debates com as pessoas que vivem nas localidades. Elas sabem o que necessitam nas áreas de arte e cultura e as instituições vão verificar as possibilidades institucionais e orçamentárias para implementação das ações", ressalta Teodora.

{BANNER}

Agroamigo supera marca de R$ 2 bilhões aplicados em 2019

banco-do-nordeste_logo

O programa de microcrédito rural do Banco do Nordeste, o Agroamigo, acaba de superar a marca de R$ 2 bilhões em aplicações em 2019. Apenas este ano, foram contratadas mais de 400 mil operações com produtores beneficiados pelo Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) na área de atuação da instituição, que inclui os nove estados nordestinos e o norte de Minas Gerais e do Espírito Santo.

No Rio Grande do Norte, onde o programa tem 15 unidades de atendimento e 55 agentes de microcrédito, foram aplicados R$ 111,8 milhões este ano, valor distribuído em 22 mil operações.

Criado há 14 anos, o Agroamigo beneficiou mais de 2 milhões de agricultores familiares, com volume de recursos superior a R$ 16,9 bilhões investidos na Região. Atualmente possui 1,2 milhão de clientes ativos, dos quais 70% residem no semiárido e 47% são mulheres. Do total de financiamentos liberados, 82% chegam até R$ 4 mil.

Os principais produtos oferecidos pelo programa são o Agroamigo Crescer, voltado para produtores rurais com renda bruta anual de até R$ 23 mil, dispondo de crédito de até R$ 5 mil e juros de 0,5% ao ano; e o Agroamigo Mais, que oferece crédito de até R$ 15 mil para agricultores com renda bruta anual entre R$ 23 mil e R$ 415 mil.

O Agroamigo financia, com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), atividades geradoras de renda no campo ou em aglomerado urbano próximo, quer sejam agrícolas, pecuárias, ou outras atividades não agropecuárias no meio rural, como turismo, agroindústria, pesca, serviços e artesanato.

{BANNER}

Vencedores do festival de música da FMU serão revelados nesta quinta

Festival-FMU-2019-768x229

O Auditório da Escola de Música da UFRN recebe nesta quinta-feira, 7, a cerimônia de premiação do Festival de Música Potiguar 2019, idealizado pela FM Universitária. Durante o evento, serão revelados os sete vencedores desta edição.

Desde a criação do festival, em 2011, já passaram pelo concurso mais de mil composições inéditas. Para Luciana Salviano, produtora da FMU, a missão do festival é valorizar a música potiguar e abrir espaço para novos artistas e músicas, assim como homenagear artistas que fizeram parte da história da música potiguar.

Em cada edição, um personagem que faz parte da história musical do Estado é homenageado durante a cerimônia de premiação. Neste ano, o homenageado é o instrumentista Jubileu Filho, que iniciou sua carreira de músico profissional aos 11 de idade na banda Arco Iris de Currais Novos.

A banda Skarimbó é a responsável pela trilha sonora ao vivo, intercalando suas apresentações com a homenagem à Jubileu e a entrega dos prêmios. Serão reconhecidos os primeiros, segundos e terceiros colocados das duas categorias, letra e instrumental, além dos escolhidos por meio do voto popular. "Estamos animados. Esperamos um auditório lotado de pessoas apreciando a música potiguar", afirma Luciana Salviano com entusiasmo.

O evento vai ter transmissão ao vivo simultaneamente pela TV Universitária, canal 5.1, pela FM Universitária, na frequência 88.9, e pelas páginas oficiais do facebook de ambos os canais.

{BANNER}

Macau pode se transformar em referência nacional no cultivo de macroalgas

Reunio_na_Norte_Pesca_sobre_projeto_piloto_de_macroalga_-_Foto_Divulgao_1

Após uma reunião entre o prefeito de Macau, Túlio Lemos, e o diretor da Norte Pesca, Rodrigo Hazim, nesta terça-feira (5), foi confirmado que a empresa vai iniciar um projeto piloto para produção de macroalgas no Município, que vai ajudar no desenvolvimento econômico da região e que pode transformar o município em uma referência nacional.

A medida inédita vai impulsionar a economia local e pode se transformar em um projeto pioneiro no país para cultivo desse produto. Os processos de industrialização de algas tem como principal objetivo a extração do ácido algínico ou alginatos em sais de sódio, potássio, cálcio, magnésio, entre outros, que são essenciais para o agronegócio.

"Já está definida essa situação. Já contratamos um especialista para preparar o projeto e para darmos entrada nas licenças ambientais. Pretendemos estar, no próximo ano, com início desse projeto. O potencial econômico da macroalga é enorme", contou o diretor da Norte Pesca.

O prefeito Túlio Lemos reafirmou o apoio da Prefeitura no projeto que vai funcionar em uma área de 10 hectares e que terá a participação da colônia de pescadores do município.

Túlio esteve na reunião acompanhado do professor universitário e pesquisador Antônio Cortez, secretário de Agricultura e Pesca de Macau.

{BANNER}

Banco do Nordeste arrecada donativos em campanha natalina para entidades carentes

banco-do-nordeste_logo

O Banco do Nordeste lançou a campanha Natal Social com objetivo de arrecadar alimentos não perecíveis para ajudar instituições sociais que atendem a pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade. A intenção é bater o recorde do ano passado, quando foram arrecadados 28 mil quilos de alimentos.

Sob o lema "A sua doação pode ser o maior presente para alguém", todas as unidades do BNB, que incluem a direção geral do Banco, em Fortaleza, e a rede de 292 agências em 11 estados, estão mobilizadas. A campanha se realiza em toda a área de atuação do Banco (região Nordeste e o norte de Minas Gerais e do Espírito Santo).

As doações devem ser feitas até 18 de dezembro. A definição das instituições beneficiárias é de responsabilidade de cada unidade, observando-se as prioridades locais. Colaboradores, clientes e parceiros do Banco podem doar alimentos em caixas na área do autoatendimento. Outra forma de colaborar é procurar a coordenação da campanha em cada unidade do BNB.

{BANNER}

Coleta e análise do pescado na costa do RN tem início nesta semana

ufrn_logo

O grupo de ações integradas para avaliar os impactos do óleo no pescado do Rio Grande do Norte inicia ainda esta semana o trabalho de coleta de material para análise nos laboratórios da UFRN. A equipe está definindo o protocolo de avaliação e também como serão feitas as análises físicas macroscópicas do pescado. A intenção é ter respostas mais concretas a respeito da segurança alimentar da população.

Inicialmente, o material biológico colhido passará por uma análise física e em seguida por uma análise química no Laboratório do Oceano (LOC), do Departamento de Ecologia e no Laboratório de Ecologia Marinha (Lecom), do Departamento de Oceanografia e Limnologia, ambos do Centro de Biociências da UFRN, onde passarão por uma série de testes. Ainda não há um prazo definido para encerramento da investigação e divulgação de resultados.

A professora Liana de Figueiredo Mendes, docente do Departamento de Ecologia e uma das pesquisadoras envolvidas no grupo de ação, confirma que nesta etapa do trabalho serão colhidas amostras diversas de moluscos, crustáceos e peixes em vários pontos da orla do Rio Grande do Norte.

A ação integrada reúne representantes do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema), Superintendência de Vigilância Sanitária (Suvisa), Marinha do Brasil, Defesa Civil, Ministério Público do Estado, municípios e Organizações Não-Governamentais (ONG's) em torno de iniciativas que possam combater ou minimizar os danos provocados pelo óleo.

{BANNER}

Orquestra Sinfônica do RN destaca Concerto para Viola com solista alemão Hartmut Rohde no Teatro Riachuelo

Arquivo_OSRN_-_foto_Brunno_Martins

Após apresentações em outros palcos e lugares da capital potiguar, como igrejas e parque, a Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte – OSRN retorna ao Teatro Riachuelo para apresentar ao público o concerto de novembro do projeto Movimento Sinfônico – Terças Clássicas, marcado para o dia 26, às 20h. Regido pelo maestro e diretor artístico da OSRN, Linus Lerner, o concerto também recebe, diretamente da Alemanha, o solista Hartmut Rohde (viola).

O convidado da noite delineia uma trajetória musical admirável ao redor do mundo. O alemão Hartmut Rohde encanta o público com os timbres especiais da viola (instrumento da família do naipe de cordas, intermediário entre o violino e o violoncelo) e é detentor de uma marcante linguagem musical. Suas interpretações têm sempre uma representação emocional e eletrizante da partitura. Perspectivas e novas experiências no diálogo musical formam a base das suas performances. Rohde se apresenta regularmente como músico de câmara em países como Austrália, EUA, Canadá, Israel, Suíça e alguns países da América do Sul. A carreira de solista internacional ganhou o mundo pelos inúmeros prêmios conquistados.

O violista é membro fundador dos Mozart Piano Quartets, um dos principais conjuntos de câmara de piano do mundo, através deste, recebeu o prêmio OPUS KLASSIK PRIZE, em outubro de 2018.

Para o dia 26, o programa, preparado pelo maestro Linus, conta com obras clássicas marcantes. Para a abertura, a execução da peça La Belle Hélène do compositor alemão naturalizado francês, Jacques Offenbach. É uma obra cômica que tem como base a história da Guerra de Troia. Em seguida, Concerto para Viola e Orquestra, de Bela Bartók, um dos compositores que mais contribuiu para o desenvolvimento do estilo húngaro ao longo do século XX. O Concerto de Bartók, que demanda alto grau de técnica, será apresentado pelo solista da noite, o violista Hartmut Rohde. E, para encerrar, a Sinfonia nº 5, do compositor e pianista russo, Dmitry Shostakovich, até hoje, essa Sinfonia é um dos seus trabalhos mais populares.

A Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte é patrimônio cultural do RN e tem Governo do Estado do Rio Grande do Norte como seu principal mantenedor. A temporada 2019 tem Patrocínio via incentivo fiscal da Companhia Energética do Rio Grande do Norte (Cosern)/Instituto Neoenergia, por meio da Lei Câmara Cascudo do Governo do Estado do RN, da Unimed Natal, Hospital do Coração e Prefeitura do Natal, por meio da Lei Djalma Maranhão. O projeto Movimento Sinfônico é uma realização da OSRN / Fundação José Augusto e MAPA Realizações Culturais e conta ainda com o apoio do Teatro Riachuelo Natal, Opus Promoções, Wish Natal Exclusive Resort, Galeria Fernando Chiriboga, Lado A Design, G7 Comunicação e dos Restaurantes: Camarões Potiguar, La Cachette e Poti Restaurante.

Retirada de Ingressos

O 1º lote possui 500 ingressos os quais serão distribuídos gratuitamente mediante preenchimento da inscrição do voucher pelo site da OSRN (www.osrn.com.br), aberto no dia 18 de novembro a partir das 9h até às 23h59m do dia 19 de novembro, ou até esgotar o lote, cada voucher dá direito a um par de ingressos. Para quem adquirir o voucher, a troca pelo ingresso oficial será feita na Galeria Fernando Chiriboga (Shopping Midway Mall - Piso L3), nos dias 24 de novembro, das 15h às 21h e no dia 25 de novembro, das 10h às 22h.

Os ingressos que não forem retirados neste período, mesmo tendo sido cadastrados no site, serão entregues para ONG's e instituições de ensino. As informações sobre a reserva prévia e distribuição dos ingressos são de inteira responsabilidade da produção do espetáculo, isentando o Teatro Riachuelo e a plataforma Sympla de qualquer responsabilidade sobre elas e sobre a manutenção desse cronograma.

O 2º lote contará com mais 300 ingressos e será distribuído no dia 26 de novembro, a partir das 10h, também na galeria Fernando Chiriboga. Os clientes interessados deverão apresentar seu CPF, juntamente com documento de identidade com foto e terão direito a retirar, no máximo, dois ingressos.

{BANNER}

Assembleia decide votar emenda que dá reajuste de 16% a todos os servidores

Plenrio-da-Assembleia-Ok-750x430

O plenário da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte decidiu nesta terça-feira, 5, colocar em votação uma proposta do deputado estadual Nélter Queiroz (MDB) que estende a todos os servidores do Poder Executivo o reajuste de 16,38% que o governo propõe para os procuradores do Estado.

A decisão aconteceu após Nélter apresentar no plenário um recurso à decisão da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) que rejeitou a emenda na semana passada. O parlamentar invocou o artigo 146 do regimento interno da Assembleia, que prevê que decisões de comissões temáticas da Casa podem ser revertidas por deliberação do plenário.

A expectativa é que tanto o projeto original, que aumenta os salários dos procuradores em 16,38%, quanto a emenda de Nélter Queiroz sejam votados na sessão plenária desta quarta-feira, 6. A data exata será estabelecida pelo presidente da Assembleia, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), que controla a pauta de votações.

Servidores do Estado lotaram as galerias da Assembleia nesta terça-feira, 5, para acompanhar a votação sobre a admissibilidade da emenda. Representantes de sindicatos cobravam apoio dos deputados à proposta de Nélter e comemoraram quando o recurso foi aprovado em votação simbólica.

O debate em torno do reajuste para os procuradores do Estado se arrasta na Assembleia desde maio, quando a governadora Fátima Bezerra enviou o projeto que trata do aumento salarial. A matéria passou pelas comissões temáticas e estava prestes a ser analisada em plenário, quando, na Comissão de Administração, o deputado Nélter Queiroz apresentou a emenda que estende o reajuste a todos os servidores.

A proposta de Nélter ia direto para análise em plenário, mas o governo pressionou, e a emenda teve de voltar para a CCJ. No colegiado, por 3 votos a 2, os deputados rejeitaram a proposta e decidiram pelo arquivamento. O que o plenário decidiu nesta terça-feira foi desarquivar a emenda e levá-la à votação, juntamente com o projeto original.

A bancada governista entende que a proposta é inconstitucional. O líder do governo na Casa, deputado George Soares (PL), disse que a emenda, se aprovada pela Assembleia, deverá ser derrubada pela Justiça. Há também a possibilidade de a governadora Fátima Bezerra vetar o reajuste.

Em situação de calamidade financeira, o Governo do Estado tem argumentado que não há orçamento disponível para conceder reajustes para servidores. A gestão de Fátima Bezerra tem alegado que o aumento para os procuradores é uma previsão legal, já que os vencimentos da categoria são indexados aos salários dos ministros do Supremo Tribunal Federal.

No mês passado, a Secretaria Estadual de Planejamento e Finanças (Seplan) divulgou que a emenda de Nélter Queiroz, que estende o reajuste para todos os servidores (da ativa e aposentados), representaria um aumento de R$ 1,2 bilhão por ano na despesa do Estado. "Não acredito que a Assembleia Legislativa resolveu aderir a pautas bombas", escreveu o secretário Aldemir Freire, em publicação no Twitter.

Com informações do Agora RN

{BANNER}

Login Form