Santa Cruz apresentará seu plano de vacinação contra a Covid-19 em live nas redes sociais nesta terça (19)

A Prefeitura de Santa Cruz, por meio da secretaria municipal de Saúde, apresentará nesta terça-feira (19) como será o início da campanha de vacinação contra a Covid-19 no munícipio. Uma reunião foi realizada nesta segunda-feira (18), na sede do poder executivo, entre técnicos da Saúde para definir as estratégias de aplicação da vacina.

Todo o planejamento será detalhado através de uma live que será transmitida através das redes sociais (Facebook e Youtube) da Prefeitura de Santa Cruz. O evento contará com as participações do prefeito Ivanildinho, da secretária municipal de Saúde, Myllena Bulhões Ferreira, além de técnicos da pasta.

Se a previsão se concretizar, com as doses destinadas pelo Ministério da Saúde chegando nesta terça-feira (19) na capital do Trairi, as primeiras imunizações deverão acontecer na próxima quarta-feira (20).

Com informações da Assessoria de Comunicação

Opinião! Após euforia do começo da vacinação, Imunização no Brasil será lenta e desafiadora neste início

Após a euforia do início da vacinação no Brasil e a chegada das doses para todos os estados nesta segunda-feira (18), uma difícil realidade ainda será encarada até que a maioria da população seja vacinada.

A Anvisa autorizou uso emergencial de 8 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19, 6 milhões da Coronavac e 2 milhões da vacina de Oxford. Dessas, o país tem acesso as 6 milhões de doses da Coronavac, já que as 2 milhões de doses da vacina de Oxford ainda não tem previsão de chegar ao país, oriundas da Índia.

As 6 milhões de doses da Coronavac foram distribuídas proporcionalmente pelos Estados. O Rio Grande do Norte vai receber, ainda hoje, 82.440 doses para vacinar profissionais de saúde, idosos com 60 anos ou mais que estejam institucionalizados, ou seja, em asilos ou casas de repouso, e indígenas.

Pelo Programa Nacional de Imunização (PNI), o Governo Federal já está considerando que serão utilizadas duas doses por pessoa nesta fase emergencial, ou seja, as 82.440 doses que chegarão ao Rio Grande do Norte, irão vacinar 41.220 potiguares.

Isso se faz necessário porque a Coronavac tem um curto espaço de tempo para aplicação das duas doses nos vacinados, no máximo 28 dias.

Um número bem reduzido e que não deve ser suficiente para vacinar todos que compõem este primeiro grupo prioritário. O Estado e as Prefeituras ainda não determinaram quais serão as prioridades dentro desses grupos prioritários.

Ainda não há uma previsão para o registro definitivo das vacinas, já que os institutos ainda não fizeram este pediram e a própria Coronavac terá que apresentar relatórios regulares até o final de fevereiro para a Anvisa, tendo em vista que a fase de testes não chegou a todos os públicos alvos, especialmente nos idosos.

Os desafios são inúmeros. As previsões ainda não são muito claras, mas, é óbvio que, o início da vacinação é um passo importante para o Brasil.

Blocos carnavalescos de Santa Cruz atendidos pela Lei Aldir Blanc participarão de Lives

Motivada pela necessidade da contrapartida por parte dos beneficiados pela Lei Aldir Blanc, a Prefeitura de Santa Cruz/RN confirmou que realizará uma programação remota, através da Internet, com temática carnavalesca, nos próximos dias 03 e 04 de fevereiro.

A programação consiste em duas Lives que reunirão atração musical e representações dos blocos carnavalescos contemplados pela Lei.

Uma reunião entre o prefeito Ivanildinho, a secretária de Cultura do município, Lucilene Santos e membros da equipe de comunicação da Prefeitura de Santa Cruz, na semana passada, definiu a programação como forma de viabilizar essa contrapartida das agremiações contempladas com recursos federais para a manutenção de suas atividades em meio à pandemia.

De acordo com a secretária Lucilene Santos, esses eventos respeitarão integralmente todas as medidas sanitárias de prevenção ao coronavírus, não haverá público no local de transmissão das lives e os blocos se apresentarão de forma alternada apenas com uma pequena representação de seus componentes.

O prefeito Ivanildinho Ferreira explicou que não haverá festa carnavalesca de rua na cidade e afirmou que essa programação via internet seguirá todas as orientações sanitárias. “Promovemos uma programação parecida dias atrás alusiva ao aniversário da cidade e deu muito certo, com resultado muito positivo. Entendemos que essa programação será também um sucesso, conscientizando a população de que não é hora ainda de se aglomerar e atendendo a uma demanda gerada pela aplicação dos recursos da Lei Aldir Blanc”, disse.

A secretária Lucilene Santos reforçou os cuidados que a programação terá com a saúde dos participantes. “Pensamos o evento dividido em dois dias justamente pra juntar o menor número de pessoas. Como são 16 blocos, eles estarão divididos em dois dias, oito por dia, e com apenas 20 integrantes de cada agremiação. As apresentações serão individuais, ou seja, a orquestra vai tá tocando as músicas de carnaval e um bloco por vez estará se apresentando, num espaço físico que respeite plenamente a orientação quanto ao distanciamento social”, explicou.

As Lives acontecem simultaneamente na página do Facebook e canal do Youtube da Prefeitura de Santa Cruz.

Com informações da Assessoria de Comunicação

Estudantes relatam alta abstenção no primeiro dia do Enem em Santa Cruz

A aplicação do Enem em Santa Cruz foi marcada por salas vazias, segundo relatos de estudantes e pessoas que participaram do exame.

De acordo com relatos que o Blog teve acesso, a maioria das salas em vários locais de aplicação ficaram com presença em torno de 50%.

Em média, cada sala era pra ter 30 alunos, mas há relatos de presença bem abaixo disso na maioria dos locais de aplicação das provas.

O momento pandêmico atual e a precariedade do ensino neste ano de Pandemia, sem aulas presenciais, podem ter desmotivado os alunos da região, que levaram falta neste primeiro domingo de Enem.

No próximo domingo (24), será o último dia de aplicação das provas.

Secretaria de Saúde da Santa Cruz discute nesta segunda (18) detalhes sobre a Campanha de Vacinação contra a Covid-19

A Prefeitura de Santa Cruz, através da Secretaria Municipal de Saúde, realiza na manhã desta segunda-feira (18) uma reunião técnica para discutir como será executada a campanha de vacinação contra a Covid-19 no município.

Santa Cruz tem trabalhado em consonância com as diretrizes do Programa Nacional de Imunização (PNI) e mantido diálogo com o Governo do Estado, que irá distribuir as vacinas para os municípios.

Inclusive a capital do Trairi será um dos municípios sede de distribuição da vacina no Rio Grande do Norte.

A reunião desta segunda (18) definirá a logística e o início da vacinação em Santa Cruz, quando a vacina chegar ao município.

Neste domingo (17), a Anvisa autorizou a vacinação emergencial no Brasil com doses da Coronavac e da vacina de Oxford. O Ministério da Saúde marcou para esta segunda (18), às 7h, o início da entrega dos lotes para todos os estados brasileiros.

A previsão é que a Campanha Nacional de Imunização contra a Covid-19 comece na quarta-feira, às 10h da manhã.

Prefeito de São Tomé é eleito presidente da FEMURN; Prefeito Ivanildinho é 1° secretário

O prefeito de São Tomé, Babá Pereira, foi eleito novo presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (FEMURN).

A eleição foi na manhã desta sexta-feira (15), com chapa única, e presença de mais de 80 prefeitos potiguares.

A chapa também conta com o prefeito de Santa Cruz, Ivanildinho, como 1° secretário da diretoria.

Compõe a nova diretoria da FEMURN:

Presidente: Anteomar Pereira da Silva ("Babá") - Prefeito de São Tomé

1º Vice-Presidente: Júlio César Soares Câmara - Prefeito de Ceará-Mirim

2º Vice-Presidente: Luciano Silva Santos - Prefeito de Lagoa Nova

3º Vice-Presidente: Valdenício José da Costa - Prefeito de Tibau do Sul

4ª Vice-Presidente: Marina Dias Marinho - Prefeita de Jandaíra

5º Vice-Presidente: Kerles Jácome Sarmento - Prefeito de Marcelino Vieira

1º Secretário: Ivanildo Ferreira Lima Filho - Prefeito de Santa Cruz

2º Secretário: Jéssica Lourine de Assis Amorim - Prefeita de Almino Afonso

1º Tesoureiro: Clécio da Câmara Azevedo - Prefeito de Bom Jesus

2º Tesoureiro: José Renato Teixeira de Souza - Prefeito de São Miguel do Gostoso

IMG 20210115 WA0096

IMG 20210115 WA0097

Jaçanã está entre os 20 municípios em pior situação de Covid-19 no RN; Japi e Tangará entre os 20 melhores

O município de Jaçanã está entre os 20 municípios em pior situação da Covid-19 no Rio Grande do Norte, segundo o Indicador Composto, atualizado semanalmente pela Secretaria Estadual de Saúde Pública (SESAP) e o Comitê Gestor da Covid-19 no Estado.

O indicador reúne nove variáveis que traçam um olhar mais acurado sobre a situação de cada município e um escore que mostra a evolução a cada semana. Isso permite a tomada de decisões para evitar que o crescimento de casos tenha como resultado um surto local ou em aumento de casos de taxas de ocupação de leitos.

O município com situação mais difícil atualmente é Caicó.

Em contrapartida, Japi e Tangará estão entre os 20 municípios com melhor situação da Pandemia no Estado atualmente, com variáveis satisfatórias em meio a este cenário.

O detalhamento do indicador estará disponível no portalcovid19.saude.rn.gov.br. Os dados são até 14 de janeiro deste ano.

caicoCovid19 768x444

Municípios com pior situação da Covid-19 no RN

Screenshot 20210115 101825 909

Municípios em melhor situação da Pandemia de Covid-19 no RN

Coronel Ezequiel, Japi e São Bento do Trairi não executam Lei Aldir Blanc e prejudicam artistas

Os municípios de Coronel Ezequiel, Japi e São Bento do Trairi não executaram a Lei Aldir Blanc, de auxílio emergencial para os artistas locais.

A lei destinou aos três municípios, juntos, mais de R$ 150 mil, recursos que deveriam ser distribuídos entre entidades, grupos ou artistas locais por meio de editais, ajudando os artistas desses municípios a conviver com o difícil período da Pandemia, que prejudicou a classe artística em todo país.

Mas, a gestão dos três municípios não executou a lei e devolveu os recursos para o Governo do Estado, prejudicando a classe artística local.

Ao todo, 18 municípios potiguares devolveram os recursos para o Estado, totalizando mais de R$ 1 milhão de reais que deixaram de ser investidos em artistas e grupos culturais desses municípios.

A devolução dos recursos foi ainda em dezembro.

Segue abaixo o valor que cada município devolveu:

Screenshot 20210114 130631 773

Combate ao Aedes: Carro fumacê passará a circular nas ruas de Santa Cruz a partir da próxima segunda (18)

O combate ao mosquito Aedes aegypti em Santa Cruz ganhará um importante reforço. A partir da próxima segunda-feira (18) o carro fumacê passará a circular nas ruas da cidade. A informação foi confirmada pela secretaria municipal de Saúde.

Os números recentes de notificações das doenças geradas pelo Aedes, dengue e chikungunya, mais o índice de infestação do mosquito registrado nesta época do ano são indicadores que permitem a utilização do carro fumacê entre as ações de enfrentamento dessa problemática.

Segundo a secretária municipal de Saúde, Myllena Bulhões Ferreira, o carro fumacê é enviado pelo Estado, com o município se responsabilizando pela acomodação dos profissionais, alimentação, bem como despesas geradas pela utilização do equipamento durante 17 dias, período previsto de permanência do carro fumacê em Santa Cruz/RN. A secretária também alertou a população sobre alguns cuidados. “É extremamente importante que a população, ao perceber a aproximação do carro, abra portas e janelas das residências para que o inseticida atinja o interior dos imóveis e elimine os mosquitos, porém, inalar esse produto pode representar um certo risco para pessoas com problemas respiratórios e idosos, então, usar máscaras ajuda a prevenir possíveis consequências negativas ou, se possível, não permanecer no imóvel durante a passagem do carro fumacê”, explicou.

Com informações da Assessoria de Comunicação

Nos últimos meses, Santa Cruz aumenta número de diagnósticos e diminui taxa de mortalidade de Covid-19

O cenário da Pandemia de Coronavirus mudou em Santa Cruz nos últimos meses e o aumento de casos desde novembro trouxe um dado significativo: a redução da taxa de mortalidade por Covid-19.

Segundo levantamento feito pelo Blog Édipo Natan, com base nos Boletins Epidemiológicos da Prefeitura de Santa Cruz, nos últimos quatro meses, a taxa de mortalidade por Covid-19 caiu quase 1% no município.

Em agosto, quando a Pandemia começou a perder força, Santa Cruz fechou o mês com 772 casos confirmados e 23 óbitos, com taxa de mortalidade de 2,97%.

Agora, com mais casos confirmados e diminuição da subnotificação, Santa Cruz conta com 1.655 casos confirmados (até 13 de janeiro) e 36 óbitos, com taxa de mortalidade de 2,17%.

Esse número é menor que as taxas de mortalidade do Brasil, que gira em torno de 2,5%, e do Rio Grande do Norte, com 2,48%.

Mas, o município voltou a ter mais mortes em dezembro e janeiro, já são três em cada um desses meses, contra uma em novembro, o que comprova a aceleração dos casos existentes em Santa Cruz.

O período é crítico, mas o avanço nos diagnósticos mostra que a Saúde está melhor organizada para diagnosticar os casos e buscar evitar um maior número de agravos da Covid-19.

Login Form