Banner
23
Oct

alcrisehidrica

Com a presença de órgãos técnicos e da Administração Pública, foi debatida, nesta segunda-feira (23), em audiência pública proposta pelo deputado Souza Neto (PHS), a situação crítica das reservas hídricas do RN. Na ocasião, foram apresentadas as capacidades atuais dos nossos reservatórios, expostos os projetos de resolução encaminhados ao Governo Federal e, também, discutidas respostas alternativas a esse problema que acomete grande parte da população norte-riograndense.

O parlamentar Souza reforça que a intenção do debate é encontrar soluções a curto prazo, enquanto a solução definitiva não chega. "Se já temos uma crise hídrica no Seridó, podemos passar a ter no Alto Oeste e no Vale do Açu, caso não haja soluções emergenciais. Não podemos deixar as barragens chegarem a níveis ainda mais baixos, aguardando o Governo Federal enviar os recursos necessários. Temos que encontrar outros caminhos", enfatiza Souza Neto.

O diretor-presidente do Instituto de Gestão das Águas (IGARN), Josivan Moreno, apresentou um panorama da situação, em termos de quantidade e qualidade, das 47 maiores reservas hídricas, tanto superficiais quanto subterrâneas, do estado do RN. "Desde já, informamos que a situação é crítica, levando em consideração a estrutura existente. Para se ter uma ideia, o açude Itans, em Caicó, no ano de 2010, possuía 51 milhões de m³ de capacidade, mas, hoje, não pode ser mais usado. Em Parelhas, a capacidade caiu de 84 para 11 milhões de m³".

O diretor disse ainda que, em 2010, não havia reservatórios secos ou em volume morto no RN, porém, hoje, temos 20 mananciais em volume morto (42%) e 13 secos (27%), considerando recarga nula. Além disso, ele lembrou que Armando Ribeiro Gonçalves, reservatório de grande captação e uso no Estado, entrará em volume morto em dezembro de 2017.

Geni Formiga, diretora de empreendimentos da Companhia de Águas e Esgotos do RN (CAERN), apresentou os projetos existentes para solucionar o problema, como o Sistema Adutor Costa Branca, que possui 31 km de extensão e vazão de 220 litros/segundo; o Sistema Adutor Afonso Bezerra – Pendências, com 48km, que atenderá 78.000 habitantes; e o Complexo Captacional Jerônimo Rosado – Sertão Central Cabugi, o qual englobará Mossoró, Açu e outras nove cidades, totalizando 217.000 pessoas beneficiadas.

Segundo a diretora Geni, quase 300 milhões de reais serão necessários para implementar essas soluções alternativas. Além disso, ela informou que três novos projetos estão sendo elaborados, em Mendubim, Santana dos Matos e Jardim do Seridó.

O prefeito de Macau, Túlio Lemos (PSD), fez um apelo para que a Caern continue buscando outros mananciais na região. "É uma realidade preocupante e que carece de soluções rápidas e emergenciais". Ele disse ainda que hoje se tem o principal produto, a água, mas não há o transporte dela. "Conseguimos verificar, através dos estudos da Caern, a quantidade e a qualidade de nossas águas. Agora só falta viabilizar o transporte para abastecer as comunidades", completou o prefeito.

Já o vereador de Pendências, Adailton Barbosa (PMDB), explica que "o município precisa de 100.000 litros/hora e, perfurando dois poços, conseguiríamos 120 mil litros. Então, poderíamos avaliar essa possiblidade". O vereador questionou, ainda, a viabilidade financeira da construção da adutora, já que seriam necessários 44 milhões de reais advindos do Governo Federal, além da questão do tempo para finalizar a obra.

De acordo com o Secretário Estadual do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, Ivan Júnior, "mesmo que tenhamos chuva no ano de 2018, será difícil encher todos os reservatórios. Então, a situação é bastante preocupante". Em relação à transposição do São Francisco, ele informou que "no trecho do Piranhas, a previsão já mudou de dezembro para o segundo semestre do ano que vem. E a parte do Apodi não tem previsão nem de licitar".

O secretário citou alguns investimentos do Governo do Estado para resolver a questão e ressaltou que este é o 6º ano consecutivo (e o pior de todos) de seca, o que aumenta o desafio de enfrentá-la. "Além disso, não há tempo para concluir as obras, mesmo que o Governo Federal libere os recursos hoje. Então, é muito importante a conscientização do uso racional da água, não só agora, mas de hoje em diante", ressaltou o secretário.

Os deputados estaduais Hermano Morais (PMDB) e Larissa Rosado (PSB), também presentes na reunião, expuseram sua preocupação e solidariedade, colocando-se à disposição para ajudar a resolver a situação.

As sugestões de solução para o problema foram desde a execução dos projetos já elaborados pela Caern, passando pela procura de novos poços, até a cobrança de recursos do Ministério da Integração Nacional.

autoescolar3a1banner

Comentários (0)
23
Oct

plantaopolicial-okO Blog o Paralelo destaca que a Polícia Militar de Tangará registrou um homicídio na noite desse domingo (22), no bairro Nossa Senhora de Fátima (Bubu) em cidade de Tangará, região Trairi do Rio Grande do Norte.

Segundo informações colhidas até o momento, a vítima identificada pelo apelido de "Tonho Bruce" natural de Campestre estava com a atual esposa na casa da sua sogra quando por volta das 19:50h dois homens encapuzados entraram na residência e efetuaram vários disparos de arma de fogo contra a vítima que não esboçou nenhuma reação e veio a óbito no local.

De acordo informações da atual família, a vítima que atualmente morava em Natal estaria em Tangará procurando um terreno para construir uma residência e um imóvel para montar um comércio.

Não se sabe porém o que realmente motivou esse homicídio com características de execução. A Polícia Civil investigará esse homicídio.

banner_carloschagas

Comentários (0)
23
Oct

mulhermileventooutubroBordados, panos de prato, agendas e objetos que representam não só uma feira solidária, mas o resgate da dignidade de cerca de vinte alunas do Curso de Reciclador do Programa Mulheres Mil. Com muita dedicação, cada uma delas ficou responsável por apresentar sua produção ao público que prestigiou a III Jornada de Diálogos sobre Acessibilidade e Inclusão, realizada entre a quarta (18) e a sexta 20/10, no Campus Santa Cruz.

A exposição aconteceu nos turnos matutino e vespertino próximo ao auditório. No Programa, durante seis meses, as estudantes assistem a aulas três vezes por semana, participam de oficinas de orientação e têm a chance de atuar como voluntárias em atividades de eventos institucionais. Além disso, as participantes podem agendar aulas para aprimorar as suas habilidades.

Conhecimento e volta por cima

Há vinte anos longe da escola, Francisca Crisanto (52) fez questão de agradecer ao Instituto pela oportunidade de se qualificar profissionalmente. "O IFRN abriu as portas pra gente. No curso, coloquei em prática habilidades que já tinha e busquei aprimorá-las ainda mais, tanto é que já estou produzindo bordados para vender. Já estou ganhando dinheiro", comemorou.

Ela destacou, ainda, o conhecimento que tem adquirido das disciplinas ministradas no curso. "Temos aulas de Português, Matemática, Segurança do Trabalho, aprendemos a calcular gastos, lucros... Estou adorando", completou.

Através do programa, em 2012, Josefa Félix (40) também abraçou a oportunidade de retomar os estudos. Hoje aluna do curso de Licenciatura em Física do Campus Santa Cruz e bolsista do Mulheres Mil, ela destacou a importância da iniciativa. "O melhor de tudo é ter a chance de voltar a estudar, inclusive, de poder participar de um projeto em que podemos reaproveitar materiais que antes iam para o lixo para produzir itens para venda e uso doméstico", contou.

"O Programa cumpre uma das finalidades da Instituição que é fomentar o desenvolvimento local. Podemos perceber isso quando disponibilizamos ofertas educacionais que elevam a escolaridade e preparam essas pessoas para o mundo do trabalho, sem contar, que, na verdade, estamos incluindo mulheres no mundo público, um espaço que, no passado, segundo inúmeros estudos no campo de gênero e educação, era reservado prioritariamente aos homens", comentou a pedagoga Rita de Cássia Rocha, atual coordenadora local do Mulheres Mil.

O Programa tem como objetivo oferecer cursos de profissionalização e complementação de estudos a mulheres em vulnerabilidade social. A oferta de Cursos de Formação Continuada (FIC) busca promover a autonomia da mulher e a criação de oportunidades no mercado para que consigam melhorar a qualidade de suas vidas e de suas comunidades.

O evento

A III Jornada de Diálogos sobre Acessibilidade e Inclusão (Jordai) tem como objetivo nortear os caminhos para a inclusão, principalmente, junto a profissionais que atuam na educação, na saúde e nos centros de atendimentos especializados, a assistentes sociais e familiares de pessoas com deficiência que, de alguma forma vivenciam a inclusão, seja cuidando de alguém ou sob cuidados.

autoescolar3a1banner

Comentários (0)
23
Oct

Luiz_Gomes_em_entrevista_ao_Jotnal_do_RN_-_Foto_DivulgaoO advogado Luiz Gomes, membro honorário vitalício da  Associação Norte-riograndense dos Advogados Trabalhistas (Anatra), criticou fortemente a Portaria 1.129/2017 do Ministério do Trabalho, publicada esta semana, que altera a definição de trabalho escravo.

Em entrevista à TV União, o jurista criticou a portaria afirmando que ela é um retrocesso humanitário. "Portaria sobre trabalho escravo retrocesso inadmissível. Essa iniciativa rompe uma trajetória de sucesso no combate ao trabalho escravo. Temos uma legislação que é uma das mais modernas do mundo daí vem essa portaria tentando regredir. Ela é inconstitucional. Além de ilegal, imoral. Como membro da Anatra e ex-conselheiro federal, vamos combater essa Portaria", contou.

Ex-conselheiro federal da Ordem dos Advogados do Brasil, Luiz Gomes foi secretário-geral da Comissão Nacional de Direitos humanos e, por muitas vezes, exercia a função de presidente. Em uma dessas ocasiões, ele foi um dos responsáveis por implementar a Comissão de Combate ao Trabalho Escravo.

Uma das principais mudanças diz que para que haja a identificação de trabalho forçado, jornada exaustiva e condição degradante, é preciso ocorrer a privação do direito de ir vir, o que no Código Penal não é obrigatório. Além disso, a portaria deixa nas mãos do ministro do Trabalho, e não mais da equipe técnica, a inclusão de nomes na chamada "lista suja", que reúne empresas flagradas com trabalho análogo à escravidão.

supercopia_ok

Comentários (0)
21
Oct

hospital-regional-de-santa-cruz-rn-600x450

A Prefeitura de Santa Cruz tem buscado melhorar a estrutura existente no Hospital Regional Aluízio Bezerra, unidade de saúde municipal, mas com atendimento de caráter regional.

Atualmente, o hospital está recebendo diversos equipamentos oriundos de uma emenda parlamentar, no valor de R$ 500 mil, que visa a compra de novos equipamentos para atendimento a população.

Além disso, está sendo planejada uma reforma no local do Serviço de Atendimento de Urgência, garantindo que a população possa ser melhor recebida na unidade de saúde, minimizando transtornos existentes.

Atualmente, o Hospital Regional Aluízio Bezerra é a principal porta de entrada para atendimentos de urgência para a região Trairi, mas vem recebendo pacientes de diversas partes do estado, que não consegue atendimento em outras unidades de saúde.

Mesmo sendo uma unidade referencia para a região, o custeio da manutenção do hospital, em sua maioria, vem de recursos próprios da Prefeitura de Santa Cruz, que busca sempre manter o hospital com o melhor atendimento possível.

supercopia_ok

Comentários (0)
21
Oct

ventaniaderrubaarvoreUma forte ventania atingiu Santa Cruz na tarde deste sábado e derrubou uma árvore no Centro da cidade.

A árvore caiu em frente à escola Santa Lúcia. O local não é tão movimentado, e ninguém ficou ferido, além de nenhum bem, como carro ou moto, foi atingido.

O clima na capital do Trairi mudou nos últimos dias, com garoas e uma temperatura mais baixa sendo registradas.

Foto Facebook de Juliergui

banner_carloschagas

Comentários (0)
21
Oct

acudealivio_vinyson

Com as chuvas e o vento forte que estão ocorrendo em parte do Nordeste, os especialistas esperam que o fenômeno La Ninã (que constitui na diminuição da temperatura do Oceano Pacífico) permaneça até meados de 2018. De acordo com a Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn), essa e outras condições climáticas favorecem a ocorrência de chuvas na no final de 2017 e no início do próximo ano. O estado enfrenta seu sexto consecutivo de seca. Essa é considerada a estiagem mais severa da história.

Segundo Gilmar Bristot, gerente de meteorologia da Emparn, o mês de outubro tem apresentado uma característica climática diferente dos últimos anos, com relação às condições de chuva e temperatura, principalmente na região litorânea. A presença de águas mais frias do que o normal ao longo da faixa equatorial do oceano Pacífico (Lá Niña), tem influenciado na ocorrência de ventos mais forte do que o normal, maior umidade e, consequentemente, mais chuvas.

No interior, em algumas áreas do Alto Oeste, Chapada do Apodi, Seridó e Agreste, também ocorrem pancadas de chuvas ocasionadas por sistemas meteorológicos transientes, como restos de frentes frias e circulação do ar em altos níveis da atmosfera. "A previsão é de permanência do fenômeno pelo menos até meados de 2018, o que indica que não teremos formação de bloqueios ocasionados pelo comportamento do Oceano Pacífico no período chuvoso de 2018, facilitando assim o deslocamento da Zona de Convergência Intertropical (sistema meteorológico que causa as chuvas na Região Nordeste no período de fevereiro a maio) para próximo do Nordeste Brasileiro nos meses de fevereiro a maio de 2018", informou.

Com informações do G1

supercopia_ok

Comentários (0)
20
Oct

cirolfa

O santacruzense Ciro Bad Boy é mais uma vez destaque em um grande evento de MMA nos Estados Unidos.

Desta vez, Bad Boy enfrentará o norte-americano Dakota Cochrane no evento LFA 25. A luta acontece ena Ralston Arena em Omaha, em Nebrasca, nesta noite de sexta-feira.

O santa-cruzense vem de uma importante vitória em agosto, também em solo norte-americano, no LFA 19.

Fica a torcida de todos os santa-cruzenses pelo conterrâneo que tem feito bonito no Estados Unidos.

Banner_EdipioNatan_484x68px

Comentários (0)
20
Oct

FESTIVAL-TURISMO-01Santa Cruz participa da 7ª edição do Festival do Turismo de João Pessoa/PB. O evento começa nesta sexta-feira (20) e segue até este sábado (21), no Centro de Convenções da capital paraibana.

Com estande próprio, adquirido pela Prefeitura, técnicos da secretaria municipal de Turismo e Desenvolvimento Econômico aproveitarão o grande potencial que o evento oferece para divulgar Santa Cruz como destino turístico. Segundo a secretária de Turismo e Desenvolvimento Econômico, Marcela Pessoa, a Paraíba é o segundo estado que mais envia turistas para Santa Cruz, fato que aumenta ainda mais a importância da participação do município no festival.

De acordo com os organizadores, o evento deve atrair aproximadamente 3,5 mil profissionais de turismo de todo Brasil, principalmente da região Nordeste.

Banner_EdipioNatan_484x68px

Comentários (0)
20
Oct

enemcelularDesde as 10h da manhã desta sexta-feira (20) estão disponíveis para consulta os locais de prova do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) 2017. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) liberou a consulta ao Cartão de Confirmação da Inscrição.

O acesso é via Página do Participante ou pelo aplicativo do Enem. Para ter acesso, é necessário fornecer o número do CPF e a senha cadastrada para a consulta.

O cartão de confirmação permite que sejam verificados o número de inscrição; a data, a hora e o local das provas; a opção de língua estrangeira escolhida e os atendimentos específicos e/ou especializados, caso tenham sido solicitados.

O exame será realizado em dois domingos consecutivos, dias 5 e 12 de novembro, para mais de 6,7 milhões de candidatos. No primeiro dia, serão aplicadas as provas de linguagens, códigos, redação e ciências humanas. Já no segundo, serão as provas de ciências da natureza e matemática.

supercopia_ok

Comentários (0)