COSERN inaugura nova subestação elétrica em Santa Cruz

A Cosern, empresa da Neoenergia, inaugurou nesta quinta-feira (25) a Subestação Elétrica Santa Cruz, na Região do Trairi, totalizando agora 73 centrais de distribuição desse tipo em todo estado – além de mais três subestações móveis.

Ao entrar em operação, a nova central de distribuição da Cosern ampliou a oferta de energia para 80 mil potiguares nos municípios de Santa Cruz, Lajes Pintada, Campo Redondo, Coronel Ezequiel, Jaçanã, São Bento do Trairi e Japi, reforçando o sistema elétrico de uma região importante para o turismo religioso, agricultura, pecuária e laticínios do estado.

Para o Diretor Presidente da Cosern, Márcio Caires Vasconcelos, a inauguração da Subestação Santa Cruz reforça o compromisso da concessionária com os potiguares na prestação de bons serviços.

_“A entrega desta nova Subestação é mais uma evidência de que a empresa vem mantendo seus níveis de investimentos, apesar de todas as condições adversas, resultando em indicadores de qualidade do fornecimento de energia continuamente melhores em todo o Estado”_, disse Márcio Caires.

Santa Cruz é um dos municípios potiguares que mais se desenvolveu economicamente no interior do Rio Grande do Norte nos últimos 20 anos, entre outros fatores, por causa do turismo religioso. A cidade, além de exercer influência regional em dezenas de municípios vizinhos, também é um polo de atração estudantil, com duas instituições públicas de ensino superior e o campus do IFRN.

Informações técnicas sobre a Subestação

A Subestação Santa Cruz é atendida por uma linha de transmissão em 69 kV com 0,6 quilômetros de extensão, que deriva da subestação Santa Cruz II, de propriedade da Chesf. Possui 07 novos alimentadores (circuitos de média tensão) e 02 transformadores com capacidade instalada de 10/12,5 MVA cada, além de outros equipamentos de alta tecnologia.

Todas as 73 subestações da Cosern espalhadas pelo estado são dotadas de equipamentos de alta tecnologia de automação que possibilitam a operação e o monitoramento on-line e à distância da qualidade e da continuidade do fornecimento de energia elétrica. Tudo é controlado de forma on line e em tempo real pelo Centro de Operação Integrada (COI) da Cosern, situado em Natal, que faz a gestão das subestações e da rede de distribuição em todo o estado.

*Investimentos em todas as regiões do RN*
Ao longo do ano de 2020, a Cosern investiu R$ 359 milhões no sistema elétrico do Rio Grande do Norte em projetos de expansão da rede elétrica, renovação de ativos e na automação e digitalização da rede, reforçando a confiabilidade do sistema elétrico em todo estado. Esse valor representa um aumento de 10% nos investimentos em relação ao ano de 2019.

Entre os destaques dos investimentos da Cosern no ano passado, a inauguração das Subestações Itajá, na região do Vale do Assú, e Jandaíra, na Região do Mato Grande, a construção de 750 novos quilômetros de redes de média e baixa tensão, 42 quilômetros de redes de alta tensão e a instalação de 269 equipamentos telecomandados na rede elétrica em todo estado, totalizando 1.407 equipamentos desse tipo, dotados de uma tecnologia chamada de “Self-Healing” (auto reconfiguração, em inglês), que permite o restabelecimento automático do fornecimento de energia após um defeito.

Em fevereiro, a Cosern também inaugurou a Subestação Major Sales, na região do Alto Oeste. A central ampliou e reforçou a oferta de energia elétrica para 35 mil potiguares em Major Sales, Tenente Ananias, Luís Gomes, Paraná e José da Penha.

IMG 20210326 WA0102

IMG 20210326 WA0100

Fotos: Canindé Soares/Cosern/divulgação

ASSESSORIA DE IMPRENSA DA COSERN

HOMENAGEM: deputado Tomba Farias faz discurso em comemoração aos 71 anos de fundação da "escola de jornalismo chamada Tribuna do Norte"

Em pronunciamento na manhã desta quarta-feira, 24, na Assembleia Legislativa,  o deputado estadual Tomba Farias fez discurso em homenagem a comemoração dos 71 anos do jornal Tribuna do Norte. Para Tomba, o matutino diário representa um  sonho do seu fundador,  o ex-governador Aluízio Alves, que "deu vida até os dias atuais a uma escola de jornalismo chamada Tribuna do Norte".

"Nestes tempos difíceis em que vivemos, onde se politiza até mesmo tragédias como uma pandemia, e nas redes sociais cresce de forma avassaladora a nefasta indústria da *FAKE NEWS*, é um privilégio ver em plena atividade em nosso estado um veículo de comunicação “setentão”, que tem como principal matéria prima a verdade dos fatos e a responsabilidade de levar aos leitores notícias com credibilidade", enfatizou em sua fala. 

Tomba Faria disse ainda que a Tribuna do Norte trilhou ao longo dos últimos anos um caminho inverso ao que percorreu outros jornais, que não conseguiram sobreviver ao advento da internet. 

"Foi assim com o famoso “Jornal do Brasil”, uma lenda da imprensa nacional, que em março de 2019 chocou o mundo da comunicação ao anunciar a paralisação de suas impressoras. Prestes a completar 90 anos de fundação, um “monstro sagrado” do jornalismo econômico, o jornal "Gazeta Mercantil", também deixou de circular em maio de 2009", lembra.

Enfatizando que ao longo de sua existência a TN nunca abriu mão de seu principal capital – "o compromisso com a verdade", Tomba destacou a luta de proprietários e profissionais para levar adiante o jornal,  enfrentando as diversas crises econômicas pelas quais o Brasil passou. 

A Tribuna soube se impor diante das adversidades econômicas, fortaleceu parcerias, continuou investindo no bom jornalismo, aliou-se ao mundo digital e conseguiu se manter em circulação, fazendo jus ao seu mais tradicional slogan: “O Melhor Jornal, Para o Melhor Leitor”, assinalou.

Para Tomba, o ex-deputado federal Henrique Alves foi parte importante na construção da história de sucesso da Tribuna do Norte.  "Não poderia deixar de citar o ex-deputado federal Henrique Alves, que junto com tios, primos e demais familiares, manteve até hoje acessa a chama do sonho que o patriarca Aluízio Alves transformou em realidade", destacou.

O parlamentar municipalista enalteceu ainda os profissionais - "os atuais e os de gerações passadas" - que contribuíram para que o jornal se tornar-se referência em jornalismo. 

"Dos atuais aos antigos repórteres e colunistas, das máquinas de escrever que viraram peças de museu, ao site alimentado em tempo real, a TRIBUNA DO NORTE continua sendo referência de jornalismo para as novas gerações que optaram pela carreira de jornalista profissional", ressaltou. 

Encerrando o pronunciamento, Tomba Farias disse ainda que também são dignos de todas as homenagens os vários profissionais de jornalismo que, agora e no passado, "exercem e exerceram com maestria" a missão de levar adiante o legado de Aluízio Alves.

A “cria” de doutor Aluízio Alves não morreu. Sobreviveu aos “anos de chumbo” do arbítrio, enfrentou as diversas crises econômicas pela quais o País atravessou, entrou na era da chamada “internet das coisas”, sem abrir mão de continuar sendo sinônimo de relevância para a imprensa do Rio Grande do Norte.  A longevidade e o sucesso do jornal TRIBUNA DO NORTE é a soma de uma série de fatores, como o comprometimento e o trabalho talentoso desenvolvido pelas diversas gerações de profissionais que cruzaram os corredores da sede da Tavares de Lira, ao longo de décadas", disse.

FONTE: Assessoria de imprensa do deputado Tomba Farias

Sete vereadores de Campo Redondo decidem doar 25% dos salários para compra de vacinas da Covid-19

Sete vereadores da Câmara Municipal de Campo Redondo decidiram, na noite desta terça-feira (23), durante sessão ordinária, doar 25% dos seus próprios salários. A decisão faz parte de uma série de medidas adotadas para ajudar o município no enfrentamento a Covid-19. O recurso que os legisladores estarão doando, até o mês de junho, será destinado integralmente para a compra de vacinas. A proposta foi aprovada individualmente pelos edis.

Os vereadores, Preto da Emater, Eduardo Lima, Meirinho do Sindicato, Neto de Zé Ronaldo, Delza de Loril, Luiz Antônio e Victor Souza, foram favoráveis. A decisão aconteceu após a votação do Projeto de Lei do executivo que ratifica protocolo de intenções firmado entre municípios brasileiros, com a finalidade de adquirir vacinas para combate à pandemia do coronavírus, medicamentos, insumos e equipamentos na área da saúde.

Ainda durante a sessão foi aprovado, por unanimidade, Projeto de Lei onde fica autorizada a devolução de R$ 15 mil reais (quinze mil reais) do Poder Legislativo ao Poder Executivo para a compra de vacinas para a Covid-19. O recurso é fruto de economia, nos meses iniciais de gestão do legislativo. Para o presidente da Câmara, Preto da Emater, a medida vem somar aos esforços que a cidade tem feito no enfrentamento do novo coronavírus.

Os recursos financeiros são oriundos do duodécimo do Poder Legislativo, deverão ser depositados no Fundo Municipal de Saúde – FUS, para a aquisição exclusivamente de vacinas no combate ao Covid-19.

Deputado Tomba diz que governo do Estado retêm vacinas destinadas aos municípios e questiona a governadora por que no RN a vacinação não é ágil como na Paraíba

Em pronunciamento da manhã desta terça-feira, na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Tomba Farias (PSDB) acusou o governo Fátima Bezerra (PT) de reter cerca de 257 mil doses de vacinas, que deveriam ser destinadas aos municípios. O parlamentar também se posicionou contra o lockdown, “ da forma como está sendo feito”. Na sua opinião, a governadora tem que convocar a imprensa para explicar o motivo de a vacinação no Rio Grande do Norte está atrasada, diferentemente do que ocorre no vizinho estado da Paraíba.

“De acordo com dados do Ministério da Saúde, foram repassados 470 mil doses de vacinas Oxford e Coronavac para o Rio Grande do Norte. No entanto, apenas 212 unidades mil foram destinadas para os municípios. Em tese, o governo estaria retendo 257 mil doses”, disse Tomba Farias.

O deputado municipalista sugeriu à governadora Fátima Bezerra que convoque uma coletiva de imprensa, para explicar o que o povo quer saber: “Por que na Paraíba já está se vacinando pessoas com 64 anos, e no Rio Grande do Norte a vacinação só comtemplou até o momento quem tem até 74 anos?, questionou.

Destacando que o RN descamba para aproximadamente quatro mil óbitos decorrentes da COVID 19, o parlamentar cobrou mais agilidade do governo estadual e disse ser “inadmissível” o fato de o estado está prestes a vivenciar um “blecaute” de oxigênio. “O lockdown só não vai resolver. Temos que ser ágeis e tomar providências. É inadmissível não se ter oxigênio para suprir as necessidades dos municípios e do estado. Governadora, o seu governo, que fechou UTIs, fica só esperando pelo governo federal, que, aliás, é quem suprir o estado de oxigênio”, enfatizou.

Crítico do lockdown recomendado pelo Comitê Científico, Tomba Farias destacou que a população precisa ter condições de sobreviver. “Cadê o sindicatos dos ambulantes, os sindicatos que representam os pobres e oprimidos? Eles estão em silêncio, amordaçados, sem sair em defesa do pequeno trabalhador, que agoniza todos os dias. O povo quer trabalhar, as pessoas necessitam de sobreviver, para não morrer de fome”, destacou.

Assessoria de imprensa do deputado Tomba Farias

Laboratório LAIS aponta Santa Cruz/RN com taxa de transmissão do coronavírus em 0,76 e em zona segura

Dados atualizados e divulgados neste final de semana sobre a pandemia no Rio Grande do Norte colocam o município de Santa Cruz/RN entre os que integram a “zona segura” com taxa de transmissibilidade do coronavírus em 0,76.

Esse levantamento é feito pelo Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) que mantém uma plataforma de monitoramento da pandemia, alimentada por informações de todos os municípios potiguares.

Os municípios são classificados por zonas, que podem ser de perigo ou em risco, com taxa de transmissibilidade acima de 1,03, nesta situação estão atualmente 84 municípios, ou zonas segura e neutra com taxa inferior a 1,03.

A plataforma indica que atualmente 61 municípios ocupam a zona de perigo, com taxa acima de 2,0. Isso quer dizer que existe a possibilidade de que 100 pessoas infectadas transmitam para 200 pessoas saudáveis.

A Secretaria Municipal de Saúde de Santa Cruz/RN reconhece que a taxa de transmissibilidade é um importante indicador, sobretudo, para o acompanhamento do ritmo da pandemia em cada município. Além disso, reforça que, para a manutenção desse patamar, é essencial o reforço de medidas como o distanciamento social, utilização de máscara e higienização das mãos por parte da população.

Proprietários de bares e restaurantes se unem e querem discutir medidas para garantir funcionamento do setor em Santa Cruz

Os proprietários de bares e restaurantes de Santa Cruz se reuniram na manhã deste sábado (20) para discutir medidas em conjunto tentando a reabertura do setor, que foi fechado por novo decreto restritivo no Estado.

O setor está se propondo a desenvolver diversas medidas de segurança, com vários protocolos buscando garantir o funcionamento dos estabelecimentos.

Os proprietários querem apresentar os protocolos a Prefeitura de Santa Cruz nos próximos dias.

O setor reclama que é o mais penalizado pelas medidas restritivas e pela fiscalização que é feita, e querem ser ouvidos para construir protocolos eficazes para seu funcionamento neste período de Pandemia.

Prefeitura de Santa Cruz publica Decreto adequando às mesmas normas estabelecidas por Decreto Estadual

A Prefeitura de Santa Cruz publicou novo Decreto adequando as normas as estabelecidas no Decreto da última quinta-feira (18).

O decreto segue orientação da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (FEMURN), e dos Ministérios Públicos Estadual e Federal.

A publicação segue as mesmas restrições e liberações, além das penalidades determinadas no decreto estadual. O Decreto foi publicado na íntegra no Diário Oficial dos Municípios sob número 1.932.

Todas as Prefeituras do Estado devem seguir o Decreto, estabelecendo regras unificadas para todo território potiguar.

Sem recursos federais, Operação Pipa, que abastece zona rural, está parada a um mês

A Operação Pipa, que garante o abastecimento de água, na zona rural de Santa Cruz, está parada desde o dia 12 de fevereiro e sem previsão de retorno.

Segundo a Secretaria Municipal de Agricultura, a falta de recursos por parte do Governo Federal impede a continuidade da Operação.

O Exército brasileiro explica que o governo está aguardando a aprovação do novo Orçamento da União, para dar continuidade a Operação, mas que atualmente os recursos não estão disponíveis para sua continuidade.

O problema é sério e tem acontecido em todos os municípios do interior do Estado que dependem da Operação Pipa do Exército brasileiro.

A zona rural de Santa Cruz é atualmente abastecida pela Operação Pipa.

São 14 caminhões que distribuem água em 78 comunidades, contemplando cerca de 5 mil habitantes.

Para distribuir essa água, são 212 cisternas nas 78 comunidades, que recebem mais de 300 carradas de água todos os meses.

UTIs de Santa Cruz indicam mudança de perfil de pacientes e média de idade mais baixa em casos graves

A Secretaria Municipal de Saúde de Santa Cruz alerta para a mudança de perfil dos pacientes acometidos pela Covid-19 atendidos no Hospital Municipal Aluízio Bezerra. É cada vez mais frequente pessoas com menos idade, fora dos grupos de risco, desenvolverem a forma mais grave da doença e necessitarem de internação em leitos de tratamento intensivo (UTI/Covid).

De acordo com dados do setor de epidemiologia do município, dos cinco leitos de UTI que estão habilitados e funcionando, todos ocupados, três deles estão ocupados por pacientes com idade abaixo dos 45 anos, indicando maior agravamento em cidadãos mais jovens. Essas informações levam em consideração a mais recente atualização da situação epidemiológica do município, feita nesta terça-feira (16).

Já nos leitos clínicos, os números mais recentes registram uma média de idade mais alta se comparados com os dos leitos de UTI, com a maioria dos pacientes acima dos 60 anos.

Na prática, isso significa que pessoas mais jovens também precisam redobrar os cuidados para se prevenir da doença, que continua com maior prevalência entre os idosos, mas que tem se agravado também entre pessoas de outras faixas etárias, com menos idade.

"Se antes a gente observava mais idosos adoecendo e, infelizmente, morrendo, hoje é cada vez mais recorrente jovens procurando o nosso hospital, se internando e até mesmo precisando de ser intubado. São pacientes que, quando entubados, permanecem mais tempo nos leitos de UTI gerando essa superlotação que estamos acompanhando”, disse Secretária Municipal de Saúde de Santa Cruz/RN, Myllena Bulhões Ferreira.

Os 100% de ocupação dos leitos de UTI é outro ponto de preocupação. De acordo com informações da direção do Hospital Municipal Aluízio Bezerra, quando desocupados, por alta médica ou óbitos de pacientes, as vagas nos leitos são rapidamente preenchidas. Cenário que vem se repetindo dia após dia em Santa Cruz/RN.

É importante ressaltar que os leitos de UTI habilitados em Santa Cruz são todos regulados pelo Governo do Estado, através do sistema “RegulaRN”, que recebem pacientes das mais variadas cidades potiguares.

Prefeito de Campo Redondo assina decreto fechando bares, restaurantes, academias, igrejas e determina toque de recolher

O prefeito de Campo Redondo, Dr. Renam, assinou novo decreto com medidas mais restritivas no município.

Pelos próximos 15 dias, a partir de segunda-feira (15), estarão providos de funcionar bares, restaurantes, academias, igrejas, feiras livres, lojas de conveniências e afins, sob pena de multa de R$ 500,00 por descumprimento.

O novo decreto também determina toque de recolher de segunda a sábado, das 20h às 6h, e aos domingos durante todo o dia.

Campo Redondo, como todo país, vive o momento mais difícil da Pandemia, com aumento de casos e mortes nas últimas semanas.

Login Form